Ir para conteúdo

coluna BARTPAPO

Coluna BARTPAPO com Geraldo Câmara -Tribuna Independente – 25 112022

DOIS CAMPEONATOS

Gosto de estabelecer relações, correlações, de brincar com as palavras e com os acontecimentos, de fazer com que as pessoas e os fatos me ajudem a pensar em todas as fases e facetas da vida como em todos os acontecimentos que vivemos.

No momento, estamos vivendo uma Copa do Mundo, de real interesse até por quem não gosta de futebol porque mexe com o patriotismo, com o ego dos brasileiros, com o desejo de aparecer aos olhos do mundo. E enquanto este campeonato se desenvolve com treinador e jogadores se empenhando para buscar o melhor o outro campeonato continua disputando sei lá o que para tentar ainda dar a volta por cima. Falo obviamente das eleições gerais que aconteceram no Brasil e que, no fim, ainda sem entrega de taça, as pessoas ficam querendo tomar decisões extra constitucionais, buscando fórmulas, defeitos em urnas como se estivem com um VAR à disposição.

O grande grupo de decisões futuras, no entanto está reunido sob a batuta do treinador Alckimin que vem procurando fórmulas capazes de levar a campo a partir de janeiro uma equipe de notáveis, ou não, mas uma equipe que force todos a se empenharem por este campeonato que, ao invés de vinte dias, haverá de durar quatro anos. Mas este técnico atual apenas está em um período de transição conhecendo pessoas e assuntos, comparando o que veio atrás com o que pode vir à frente até que o “coach” principal assuma este papel.

E aí começam as estratégias. Como fazer gol com problemas e mais problemas que naturalmente são adquiridos? Como buscar o melhor dos campos quando o treinamento ainda está distante? É preciso muito sacrifício, muito sangue, suor e lágrimas derramadas para que os torcedores dentro e fora do campo estejam alinhados para torcerem pelo melhor de cada jogador nos âmbitos da economia, da educação, da saúde, da segurança da, da, da…

O Brasil está em campo no distante, pequenino, mas rico Catar. Um país, como tantos outros daquelas bandas beneficiados pelo petróleo. No campeonato onde os pés mandam, os exemplos de disciplina e hierarquia precisam sempre serem seguidos com afinco e dedicação. No outro time, o que virá em janeiro jogar, a dedicação, também a disciplina e hierarquia precisam se apresentar para que não se misturem os pés com as mãos. Aí, sim, sem dar cabeçadas, mas usando a cabeça, sem dúvida alguma poderemos encontrar o caminho do gol. O difícil é não permitir que os jogadores neste campo pratiquem faltas, sejam desonestos e marquem pênaltis. Para que isso não aconteça todos devem estar a serviço da vitória, inclusive os juízes para que não precisem apitar o tempo todo.

Até estamos esperando que nos campos do Catar o Brasil se saia muito bem honrando o nome que tem, a camisa que veste, as cinco estrelas em busca da sexta e que volte de lá com o tão esperado título hexa. Se assim o for terá cumprido uma enorme missão demonstrando que equipe unida é capaz de vencer, de superar obstáculos e de chegar aos objetivos colimados. Da mesma maneira ficamos torcendo para que o time que vai assumir o campeonato de vida de cada brasileiro, vista a camisa da decência, da pluralidade, da neutralidade política e que se esforce para unir cidadãos e cidadãs que ainda estão em polêmica profunda como se ao invés de jogo de conquistas e realizações estivessem apenas atrás de vitórias medievais buscando a divisão do país em grupos diametralmente opostos. Para eles, sempre será bom lembrar que o Brasil é um só e que democraticamente o jogo sempre se renova. Que uns vão em busca do gol, outros ficam no banco, mas todos estarão sempre defendendo a mesma camisa verde e amarela, sim. Nos campos de futebol e nos campos da pátria.

FOTONOTAS

RONALDO LESSA – Essa grande figura que, sinceramente, gosto demais, passará a partir de janeiro a ser o primeiro na sucessão do governo do estado em possíveis impedimentos do governador Paulo Dantas. Sei de sua lealdade, de suas convicções de brigar e de trabalhar da melhor maneira possível pelo estado de Alagoas e o quanto será útil ao governador não só por sua competência e conhecimento profundo do estado como pela decência e sabedoria na condução de processos. Ronaldo Lessa chega em boa hora quando o trabalho será bastante interessante na manutenção do estado em relação ao que o antecessor, Renan Filho, deixou. Portanto, vamos torcer e pedir a Deus que o ilumine neste novo caminho.

DANIEL SALGUEIRO – Quando se fala em imposto de renda o sinônimo é Daniel. Aquele Salgueiro, competente até debaixo d’água e que faz o seu trabalho com absoluta segurança, para si e para seus clientes. Sem contar o outro Daniel que há anos ocupa cargo de Diretor da Câmara de Vereadores de Maceió exercendo-o com sabedoria e denodo. O bom deste cidadão é a confiança que ele nos passa todas as vezes que precisa falar sobre as matérias que tanto domina. As leis, as mudanças, as perspectivas, tudo está na cabeça de Salgueiro que vai repassando para seus amigos e clientes deixando aquele misto de satisfação e confiança tão necessários quando nosso dinheiro está em jogo. Quando pensar em Imposto de Renda guarde sempre este nome.

PARE PRA PENSAR (do meu livro do mesmo nome)

A fórmula do sucesso é dotada de muitas equações. Mas a principal está dentro dos desejos e da pertinência do ser humano.

ALERTAS DO DIA

* Foi bom! Muito bom e altamente produtivo o VIII Encontro Nacional dos Tribunais de Contas do Brasil que ocorreu semana passada no Rio de Janeiro. Com a presença maciça de conselheiros, presidentes de TCs, de servidores de todas as áreas, o encontro foi altamente participativo, cooperativo e produtivo. Dentre as atrações tivemos a palestra do novo presidente do TCU, Ministro Bruno Dantas que, jovem, se mostrou também assim durante o decorrer de suas palavras demonstrando a importância dos tribunais em todo o país para melhoria de gestões, sobretudo as municipais, no que concordamos totalmente. Também bastante aplaudido, o Ministro Luiz Fux do STJ mostrou-se didático e ao mesmo tempo neutro em suas declarações.

POR AÍ AFORA

# Os jogos da Copa do Mundo estão se desenrolando lá pelos lados do Catar e as supresas também acontecendo. Agora, gente, primeiro jogo, Argentina e Arábia Saudita com a poderosa, consagrada e uma das favoritas, Argentina perdendo para a Saudita, tenha paciência, que coisa desapontante para os nossos vizinhos. Até fechar essa edição da coluna, não do jornal, não fiquei sabendo o resultado de Brasil x Sérvia, mas fico torcendo para que tenha sido o que esperamos. O fato mesmo é que as atenções estão todas voltadas para aquele país que se esmerou, aliás se “esmerouro” porque podem. Afinal, o petróleo jorra por lá!

# Gente, a explosão de brasileiros para os lados de Portugal está cada vez maior. Fico inclusive preocupado porque me lembro do tempo em que aquele país restringia entrada de brasileiros, inclusive de certos profissionais, como os dentistas. Será que eles tinham medo dos “ditos cujos”? O fato é que o país está vivendo um momento de muita tensão, de problemas na economia, de inflação, alugueis altos e outras coisas mais que também estamos conhecendo por aqui. Aí vem a grande pergunta: Por que trocar seis por meia dúzia quando nosso país é tão gostoso e acolhedor?

#Em Londres, o Brexit tem estado surpreendentemente pouco presente no debate público há alguns meses. O assunto acaba de ressurgir na vida política londrina, sendo o novo primeiro-ministro suspeito de querer amenizar a ruptura com a União Europeia. E está sob o fogo dos “hard brexiters” que se inflamam em torno de uma possível traição. Rishi Sunak teve que negar e professar sua fé no Brexit na segunda-feira, durante um discurso ao CBI, a principal organização patronal do país. Enquanto isso, a Rússia continua ameaçando uma guerra global.

ATÉ A PRÓXIMA

Amanhã, sábado é dia de “BARTPAPO com Geraldo Câmara”. Na BAND, canal 38.1 aberto; NET CLARO, canais 18 e 518; BRISANETE, canal 14; VIVO, canal 519. Das 9 às 10h da manhã. Assista e inscreva-se também pelo Youtube no canal “Programas do Geraldo Câmara”. Fale conosco pelo geraldocamara@gmail.com ou pelo Whats’App 82 99977-4399

Categorias

OUVIDOR GERAL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s