Ir para conteúdo

coluna BARTPAPO

Coluna BARTPAPO com Geraldo Câmara -Tribuna Independente–1507-2022

DE VERBAIS A PORRADAS

O insuportável machismo que impera ainda em nossa sociedade tem sido a causa de tantos crimes, agora apelidados de feminicídios e que nos levam a inúmeras reflexões sobre o comportamento do ser humano e isto, a partir de séculos e séculos atrás quando as mulheres eram realmente tratadas como pessoas de segunda categoria. Ou não seriam pessoas?

O problema de conhecimento comportamental de outras gerações ainda se reflete nos tempos de hoje, por mais independência que as mulheres tenham conquistado. Essas mesmas mulheres que galgam a cada dia postos mais elevados, que têm capacidade mais do que testada em vários setores da vida, que são superiores por várias vezes e em muitas situações. Mas que ainda continuam em alguns casos sendo submetidas a humilhações por parte de desajustados, mal educados e por que não dizer, vergonhas da civilização.

Se formos voltar à minha infância na década de 40 e juventude na década de 50 vamos verificar, por exemplo que a profissão onde a mulher era mais respeitada era a de professora. O ideal, apontado por todos, era que a mulher deveria ir para a Escola Normal e ser professora. Nada demais, pelo contrário não fosse o fato de que não enxergavam a engenheira, a médica ou outra profissão para a mulher. Se não fosse professora, o resto eram profissões de homens por onde as mulheres não deveriam seguir. Ora, gente, nos últimos cinquenta anos ela atingiu postos maravilhosos no mundo e não estamos fazendo restrições a nenhum tipo de profissão. Elas estão em todos os lugares mostrando que são capazes de dirigir o mundo e até que, algumas estão tendo a oportunidade de se mostrarem neste campo, como foi o caso de Margareth Thatcher que, como Primeira Ministra do Reino Unido chegou a ganhar o apelido de “A Dama de Ferro”.

Está provado, mais do que provado que as mulheres obtiveram o seu verdadeiro lugar na sociedade, conquistado a duras penas, é verdade, mas conquistado. Falta muito? Falta. Principalmente no Brasil, onde ainda são minoria em cargos públicos, mas que já são apontadas no meio político como uma necessidade para a melhoria das relações político-partidária. Tanto que, no período eleitoral em que vivemos agora, os apelos para que a mulher entre na disputa eleitoral são bastante intensos.

Bem, esse retrospecto ou pequeno histórico das possibilidades da mulher na vida ainda é pouco, mas nos leva incessantemente a reclamar por atitudes mais enérgicas em relação aos crimes que são cometidos contra ela e que possam ser transformados em hediondos em inafiançáveis, sei lá no que, mas que se comece a demonstrar com mais atitude a revolta que tais crimes causam em seres humanos normais. O caso de agora, onde um médico anestesista, durante uma cirurgia introduz seu pênis na boca da paciente anestesiada é uma das maiores monstruosidades de que se tem notícia. Não é possível que a sociedade jurídica aceite isto, sem pensar em modificar leis, digo mais, chegando até à prisão perpétua ou coisa que o valha. Não pode mais existir tolerância em relação a isto. A época do machismo, se não passou por civilidade precisa passar por imposição social e penal. As mães de antigamente diziam que quando um filho não atendia aos apelos educacionais por psicologia as coisas eram resolvidas com paudagogia, simples e inofensivas palmadinhas. Pois que se aplique a paudagogia, não palmadinhas, nesses monstros, nesses cretinos que ainda habitam entre nós, mas que não podem serem considerados como seres humanos. São monstros mesmo. E a eles os rigores da lei que, como disse, nesses casos, precisa buscar caminhos bem mais duros para a repressão tão necessária.

A mensagem que fica é que somos todos iguais. Mulheres e homens precisam igualar os comportamentos, sem nunca, no entanto, caminharem, entre as ofensas verbais e as porradas deixando de lado a parte lúdica e romântica da vida.

FOTONOTAS

Mendes de Barros – Cidadão do bem, incontestavelmente do bem, Mendes, como é chamado pelos amigos, carinhosamente nos trata a todos, mas quando está numa luta daquelas ferrenhas de suas próprias ideias mostra a personalidade de quem brigou e venceu na vida. Mote e motivo até de campanha eleitoral, apontado que foi como “marajá” por ter conseguido posições invejáveis, mas no entanto absolutamente legais, Mendes demonstrou através do tempo que jamais fugiu à sua integridade e que, deveria, isto sim, ser exemplo de persistência e pertinência para conseguir atingir seus intentos. Bonachão, do tipo amigão, Mendes é uma excelente companhia.

Leonardo Junior – Tenista persistente, empresário, conheci Leonardo Duarte Junior como presidente do Jaraguá Tênis Clube, um lugar magnífico onde gravava o meu programa “Almoçando com a Notícia”. Sua lealdade, sua simpatia o trouxeram à minha amizade, absolutamente importante em minha vida. Fomos criando vínculos imateriais que, sem dúvida são os mais importantes na vida e a aproximação das famílias nos transformou em uma só de respeito e de amor. Empresário, Junior faz falta aos momentos mais importantes do Jaraguá; às festas sem igual, ao “Vermelho e Preto”, enfim, pense num cara fantástico. Sem contar que ele ainda se soma à sua maravilhosa Cristina.

PARE PRA PENSAR (do meu livro do mesmo nome)

Quem acusa tem que provar e quem não prova passa a ser o acusado.

ALERTAS DO DIA

* O Maceió Convention & Bureau, responsável pela maioria dos eventos que acontecem no estado de Alagoas, também é o elo de ligação entre o “trade” turístico, as instituições oficiais e a sociedade de um modo geral. Assim promove reuniões e discussões, as mais diversas, com entidades e com autoridades sempre visando o melhor para o turista e, obviamente para a cidade. Dentre essas ações, atualmente reuniões com as instituições de segurança estão no calendário, a exemplo de recente encontro com o delegado-geral de Polícia Civil, Gustavo Xavier. O Maceió Convention sempre está em alerta para a defesa do turismo de Alagoas.

POR AÍ AFORA

# Começa a haver, ou melhor, já vem havendo a muito tempo uma debandada de brasileiros para Portugal. Querem fugir das crises brasileiras, querem escapar dessa inócua discussão política e aí se bandeiam para Portugal achando que tudo vai ser bandeira branca. Só que, no momento, aquele país atravessa uma grande crise de desemprego e quando os empregos aparecem os salários são muito baixos e, o que é pior, o custo de vida está impressionantemente alto. Para os que querem se aventurar saibam que bem maior do que no Brasil. Vai quem quer. O fato é que muitos que são formados e que foram se aventurar estão trabalhando em missões braçais.

#E, ainda assim, apesar das tragédias, “a humanidade continua a fabricar armas”, lamentou o Papa Francisco, acrescentando que a guerra “escraviza e desumaniza, e que, segundo o catecismo católico, a utilização e posse de armas nucleares é imoral”. Sobre a invasão russa da Ucrânia, Francisco disse que prefere falar mais sobre as vítimas do que dos agressores, “do país que é atacado”. Sobre os rumores relacionados com o seu estado de saúde e uma possível demissão, foi claro: “Não tenho qualquer intenção de me demitir. De momento, não”, afirmou na entrevista de mais de duas horas, transmitida na Televisa Univision.

# A Ucrânia quer conseguir um milhão de homens para ganhar a guerra. E o presidente faz as contas de forma simples: “Temos aproximadamente 700 mil nas forças armadas. Se somarmos a guarda nacional, polícia e guardas de fronteira somos cerca de um milhão”.Parte do plano passa também pelo treino no Reino Unido, que já começou em várias bases militares, de soldados ucranianos e de civis sem experiência militar. Dez mil recrutas que vão treinar e receber equipamento moderno. transformando rapidamente civis em soldados eficazes. Usando a experiência de classe mundial do Exército britânico, ajudaremos a Ucrânia a reconstruir suas forças e aumentar a sua resistência”,


ATÉ A PRÓXIMA

Amanhã, sábado é dia de “BARTPAPO com Geraldo Câmara”. Na BAND, canal 38.1 aberto e NET, canais 18 e 518, das 9 às 10h da manhã. Assista também pelo Youtube no canal “Programas do Geraldo Câmara”. Fale conosco pelo geraldocamara@gmail.com ou pelo Whats’App 82 99977-4399

Categorias

OUVIDOR GERAL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s