Ir para conteúdo

Ouvidor Geral 24-08-2020

MUITA GARRA                  

                É assim que a sociedade deveria encarar o combate à essa pandemia que ainda anda por aí, aumentando, empatando, diminuindo, enganando a todos ao mesmo tempo em que muitos se enganam achando que ela só chega para os outros e não para si próprios. Com isso a desobediência às regras para combate a esse cretino e violento coronavírus é visível e todos nós assistimos a grande parte da população que adora quebrar regras, que prefere viver à margem da lei ainda que essa lei sirva para salvaguardar suas vidas.  É incrível como as mais simples recomendações como a de usar máscara são desrespeitadas por adultos que se comportam como meninos de escola que faziam suas estripulias e olhavam de soslaio para a professora como se nada tivesse acontecido. É inadmissível como as pessoas fazem questão de se aglomerarem, de se reunirem clandestinamente, de promoverem festas gigantescas e provocarem vizinhos desavisados que não estão a fim de contaminações. Dizem e estão certos que o castigo vem à cavalo e até esperamos que não, mas na Europa e na China onde tudo começou o vírus voltou a atacar e vejam bem que naqueles países o item educação merece o seu respeito. Por lá as regras foram acatadas e mesmo assim, já que a vacina ainda não existe, o bichinho voltou a atacar. No Brasil a ânsia psicológica de voltar ao normal que, aliás, nunca mais será o mesmo normal faz com que o perigo seja muito maior. O que vemos nas estatísticas é que a diminuição dos casos e das mortes é ínfima. A chamada estabilidade é uma linha reta que não mostra declínio, o que interessa. E a chamada queda ou estar no azul é alguma coisa impalpável e que não demonstra nenhuma tranqüilidade. Na verdade, a única coisa que nos fará respirar fundo sem respiradores, será a chegada da vacina que, comprovadamente eficiente venha a nos salvar e a mudar todas as estatísticas ilusórias do agora. E ainda teremos que torcer para que a corrida desenfreada que mistura ciência com política não venha a prejudicar os estudos que levem a um produto final em que se possa confiar. Por outro lado, quando ela chegar ainda teremos que lidar com a parte revolucionária da sociedade que irá opor-se ao uso da vacina. Por rebeldia, por desentendimento ou até mesmo por absoluta falta da educação. O que desejaríamos era ver uma fundamentação maior dos estudos atuais, uma alienação dos corruptos, uma integração governo\ciência total e a certeza de que os caminhos a serem percorridos são duros, são pedregosos, mas serão atravessáveis na medida em que sigamos medidas coerentes no momento para alcançarmos os objetivos finais num amanhã que esperamos breve.

DESTACÔMETRO

              O destaque da semana vai para o alagoano Humberto Martins, que por aqui já atuou na área jurídica foi para o Superior Tribunal de Justiça – STJ há alguns anos, como ministro e dia 27 assume a presidência daquele Tribunal.  

PÍLULAS DO OUVIDOR

Ainda a propósito da posse do Ministro Humberto Martins como presidente daquela nacional Corte de Justiça ela acontecerá às 17 horas do dia 27 e será retransmitida pela Tv Cidadã, canal 35.2. e pelo “streaming” na internet.

A criminalidade continua grassando por aí e até parece que o confinamento veio contribuir para o seu aumento em todos os níveis. Os de natureza doméstica, os passionais, esses então cresceram demais.

Fatos como o que aconteceu com aquela menina de 10 anos e que foi estuprada e engravidada por um tio mostra bem que “o perigo mora ao lado”. É preciso muita cautela e encaminhar os casos suspeitos para a polícia antes que o pior aconteça.

Os números de casos e mortes em Alagoas POR Covid19, graças a Deus parece que estão em decréscimo, lento mas constante para que possamos cada vez mais proteger a vida de nossos irmãos alagoanos e retomar de maneira segura as atividades econômicas.

Uma coisa é certa: Os trabalhos que vêem sendo realizados pelo sistema “home office” já pegaram e acho até que mesmo após essa crise será muito utilizado por empresas públicas e privadas. O que está dando certo…

Os mercadinhos de bairros que estão faturando muito com o sistema de “delivery” já começam a abusar, subir desbragadamente os preços e até enviar produtos sem a data de validade. No leite em caixa, por exemplo, a desculpa é que o álcool apaga.

E o óleo está voltando às praias? Começaram a aparecer de novo e as especulações  já estão avançando, umas dizendo que o causador é um navio grego e outras que são derramamentos na África e que vieram por correntes marítimas.

O fato é que a pandemia afastou as pessoas da sua diversão predileta e mais barata que é o uso da praia, e agora que estão voltando só falta as famosas manchas de óleo afastar o povo de novo.

O governo estadual está tomando uma série de medidas legais para que haja um melhor aproveitamento do programa do Jovem Aprendiz, aliás uma excelente solução para que as ruas não os atraiam em idades tão perigosas. Trabalho é bom!

 

Um grande cardiologista, um dos chefes de cardiologia do Hospital Veredas, meu amigo e anjo da guarda, Edécio Galindo (foto), deitou falação no Bartpapo Feito de Casa sobre os cuidados que precisamos ter com nosso coração. Principalmente agora na pandemia.

ABRAÇOS IMPRESSOS

                 Meus abraços impressos vão para uma grande figura, uma excelente profissional. Paula Sarmento que já foi Secretária de Cultura de Maceió, é titular da MEP Eventos há 23 anos e, apesar do período pandêmico, se prepara para voltas por cima em alto estilo.

Categorias

OUVIDOR GERAL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s