Ir para conteúdo

Ouvidor Geral 15-08-2022

Ouvidor Geral” para o jornal Primeira Edição em 15-08-2022 – Geraldo Câmara

CARTA ABERTA AOS MEUS FILHOS

Dia dos Pais de 2022

Meus queridos filhos e filhas. E estou falando de todos. Daqueles de cujo meu sêmen frutificaram e geraram e daqueles cujo sangue da emoção e do coração está em minhas veias pulsando por igual. Hoje é Dia dos Pais, mas não sei porque não foi criado o Dia dos Filhos. Os pais é que são produto desses filhos que, sempre de forma diferente, estão em nossas vidas e em nossa formação. Talvez por isso, por estarem multiplicadamente nos enchendo de amor, um amor diferente que transige, que perdoa, que educa, que entende e até entende quando eles, os filhos, começam a inverter papéis a querer nos dar as mesmas lições que um dia nós ministramos. Os meus filhos, 13 ao todo, têm sido a minha alegria, minha tristeza por algumas perdas reais, mas a minha melhor realização de vida e sempre agradecendo a Deus por deles não poder ou não querer reclamar. Deslises, quem não os teve? Problemas, quem não os tem? Divergências? Humano e positivo porque a discussão leva à luz. Personalidades? Diferentes sim e por isso a demonstração de que a criação de vida é absolutamente heterogênea. Deus me deu a ventura de ter vocês, dois que Ele levou e os outros por aí vivendo a vida, mas dificilmente esquecendo o velho. E é aí que entra o maior prêmio divino. Quando ainda posso dizer, gritar, espernear, falar, discutir porque são vocês, meus filhos, os maiores produtos da vida extensa que ainda tenho. São vocês a minha preocupação, a minha admiração, a minha vontade de ainda viver, de produzir, de criar, e mostrar a vocês próprios que desistir não faz parte do meu vocabulário e espero que não faça de nenhum de vocês. Lembram? “No fim dá certo”. Uma frase que me acompanha ainda e que dá forças para que vençamos os obstáculos. Fazer com que os neurônios funcionem sem parar, a todo o instante é a seiva que fortalece a vida, que transpõe problemas e que encontra soluções. Quando eu me for possivelmente não tenha o que deixar, mas tenho a certeza de que deixarei a força, a vontade de vencer, a garra para o trabalho, a lição do nunca desistir. Não queria deixar de dizer alguma coisa neste Dia dos Pais. Não queria deixar de dizer o quanto eu os amo e quanto agradeço a Deus por este presente de vida que são vocês. Cada qual com independência, problemas, amores diferentes. Mas, cada um ocupando o lugar, igualzinho no coração deste velho. Esta carta é só uma sacudidela. Mais uma mexida de espírito em cada um de nós, E aí incluam-se todos os que nos dizem respeito como minha mulher, meus netos e bisnetos, noras, genros, afins. Muitos – que bom! – formando essa enorme família que é a construção de uma frutífera árvore genealógica.

Beijos de pai. Sempre pai,

Geraldo.

DESTACÔMETRO

Se me permitem existem glórias passageiras na vida de um homem, de um profissional como completar 30 anos com o mesmo programa de televisão no ar, ininterruptamente. Certamente é uma marca. Por isso, licença para destacar hoje a marca de 30 anos do “Bartpapo com Geraldo Câmara”.

PÍLULAS DO OUVIDOR

Que fantástico pode dizer que tenho vivido do rádio de válvula ao fabuloso e revolucionário 5G. O milagre da vida, do progresso e da ciência. E em breve alguém estará dizendo que era do tempo do 5G e, e, e! Porque hoje é revolucionário e amanhã será história também.

Que me perdoem os políticos, mas esposa de prefeito ser sua vice é um absurdo. Vejam agora que Cristina Gonçalves assume o lugar do marido, prefeito afastado de Rio Largo com uma série de acusações. Fica suspeito, não é?

Como dominar o equilíbrio entre a emoção e a razão? Como estabelecer domínio sobre coisas que sabe ou vai saber enquanto administradora do município e guardar para não comprometer mais ainda o prefeito marido? E que não é Perfeito?

Fantástico o ato de leitura das cartas em prol da democracia realizado pela Faculdade de Direito da USP. Um movimento singular, novo e perfeito para o momento em que vivemos e que foi ao ar pelo Jornal Nacional durante 30 minutos. Algo inédito dada a credibilidade.

Credibilidade e necessidade de que o povo brasileiro sorva um pouco mais de constituição, já que vivemos clima de ameaças constantes, inclusive com os ataques à urna eletrônica deixando dúvidas que não podem, não devem existir. E não existem.

Assunto interessante que vou levar ao ar em um de nossos programas e que foi levantado por Otávio Lessa: A questão de como se calcula o número de votos que um candidato deve ter levando em consideração federações, partido, enfim, pouca gente sabe disso.

Amanhã, terça-feira, vou ter a honra, a convite do fantástico professor de oratória Carlos Conce de paraninfar mais uma turma do Instituto que leva o seu nome. Eu que já o fiz em outras ocasiões devo dizer que me enebria estar diante daqueles formandos em seu melhor momento.

Vem aí, nos dias 1 e 2 de setembro o XIII Educontas, um encontro incrível das Escolas de Contas de todos os tribunais do Brasil. O de Alagoas terá o prazer de sediar o evento, ao mesmo tempo em que se prepara para ter uma fantástica sede que está em fase de construção.

Carmem Lúcia Dantas (foto) recebeu o Prêmio Caetés instituído pelo Portal História muito bem conduzido por Ediberto Ticianelli. Pense numa escolha fantástica para quem tem cultura no sangue e na alma. Exemplos a serem seguidos Brasil afora.

ABRAÇOS IMPRESSOS

Nossos abraços impressos vão para uma pessoa fantástica que faz parte de nosso círculo de amigos, que eu gosto de graça e que faz falta no mundo em que vivemos. Rogério Pinheiro, ex-reitor da UFAL. Rogério, põe a cabeça de fora!

Categorias

OUVIDOR GERAL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s