Ouvidor Geral 27-06-2022

Ouvidor Geral” para o jornal Primeira Edição de 27-06-2022 – Geraldo Câmara

UMA REVOLUÇÃO SOCIAL

É a que vive o Brasil. Ou será a que vive o mundo? Acho que sim. Pessoas como eu, que sempre estudaram, que sempre estiveram procurando um nivelamento intelectual e social, que sempre buscaram conhecimento para sair das negações e dos conflitos de todas as espécies e que acima de tudo atingem a idade que eu tenho – 84 – com lucidez vivem hoje exatamente a percepção de que durante todos esses anos estávamos em formação. Uma formação constante e uma reforma que nos é imposta pelos novos valores mundiais, pela disseminação maior através da Redes Sociais de temas, os mais diversos e que são e o serão fatores para a verdadeira revolução social. Senão vejamos que o estudo do racismo avançou e avança fantasticamente mostrando que a estupidez da raça humana foi levada para todos os níveis da sociedade urbana e rural e criou uma escravidão absolutamente nefasta deixando seus resquícios pelos séculos XX e XXI e criando uma forma desumana de convívio de peles, o que tem sido devastador, mas em plena recuperação de valores. A questão do gênero é outra discussão deste século e que vem sendo avaliada de todas as formas que a minha geração não esperava acontecer, mas que ´precisa entender cada vez mais em prol dessa reforma societária que representa o mundo incrível em que estamos vivendo. Choque de gerações? Claro que há. Convivência e aprendizado absolutamente necessários para que a guerra de costumes não ultrapasse a guerra econômica e de posses. Não temos espaço aqui para defender teses, Apenas uma constatação. Mas que nos permite sugerir que todas as idades, todos os níveis, se juntem sempre para melhor condução dessa mutação de toda uma geração.

DESTACÔMETRO

O destaque da semana vai para o delegado da Receita Federal em Alagoas, Reinaldo Almeida que conduziu com perfeição o processo de entrega de declarações e ainda esteve à frente do projeto Destinação com muita eficiência beneficiando crianças e idosos em Alagoas.

PÍLULAS DO OUVIDOR

Esta semana que passou marcou na TV Cidadã a ausência do senador Rodrigo Cunha que, na véspera à meia noite, mandou dizer por um assessor ao jornalista Valtenor Leôncio que não iria comparecer à entrevista com os pré-candidatos.

Nada demais se não tivesse sido em cima da hora e com o agravo de que a emissora fez ampla divulgação da presença do senador. O trabalho jornalístico é grande e intenso para que uma emissora como a TV Cidadã permaneça no ar.

A propósito de entrevistas com os pré-candidatos, nesta segunda estaremos recebendo o Senador Fernando Collor que lá estará com a finalidade de dizer porque desistiu da reeleição e passou a ser pré-candidato a governador do estado.

Essa campanha pré-eleitoral é importante, mas também é de uma disputa intensa sobretudo nos bastidores e na forçação de situações que enfraquecem ou fortalecem este ou aquele candidato. A nível federal estamos vendo conturbação à vista.

O Arraial da Gente tem levado os festejos juninos a todas as partes do estado durante este mês de junho. A programação do Governo de Alagoas chega ao bairro de Jacarecica, em Maceió,  com uma programação recheada de forró para a população.

Essa é parte importante dos festejos juninos porque leva artistas nossos, locais, gente da gente, para ser curtida pela população e para, claro, ganhar seu dinheirinho tão suado. Gosto quando vejo os artistas da terra brilhando por todos os lugares.

O “imbroglio” criado pelos pastores de Bolsonaro começa a produzir efeitos desagradáveis lá pelas bandas do Planalto e a situação criada pelo Pastor Ministro Milton Ribeiro parece não estar tendo as bênçãos do presidente que começa a tirar o corpo fora.

Ele que responda pelos seus atos” declarou o presidente, mas a gravação telefônica do Milton com sua filha demonstra que não fora bem assim, uma vez que o referido presidente, que por acaso é da república avisava que a cobra ia fumar e a varrida aconteceria. Ele sabia, é?

O amigo Ademir Brandão (foto), um “expert” em música alagoana e também em histórias de bairros de Maceió está a frente do excelente programa de rádio, “Discografia Alagoana” levada ao ar todas as quartas-feiras pela programação local da Rádio Senado, 105,5.

ABRAÇOS IMPRESSOS

Os abraços impressos de nossa coluna vão hoje para o presidente da Academia Alagoana de Letras, Rostand Lanverly, exatamente pelo excelente trabalho que vem fazendo na recuperação das duas sedes daquela academia.

Um comentário sobre “Ouvidor Geral 27-06-2022

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s