Ir para conteúdo

Ouvidor Geral 01-02-2021

“Ouvidor Geral” para o jornal Primeira Edição de 01-02-2021 – Geraldo Câmara

                                        NO RABO DOS JORNALISTAS

              Ninguém contou. Ninguém disse que soube. O país inteiro ouviu através da televisão, o presidente eleito e empossado da República Federativa do Brasil, só Brasil para os íntimos, respondendo a uma pergunta de um jornalista sobre o que ele iria fazer com a quantidade de leite condensado comprado pelo Planalto, em alto e em bom som bradou aos quatro ventos:”Vou enfiar no rabo dos jornalistas”. Isto não existe. Contado não se acredita. Não foi um qualquer que disse isto. Foi alguém que investido do mais alto cargo do país deu-se ao desplante de esquecer a moral e os bons costumes, deu-se a fúria de perder o decoro que é devido a alguém com a sua missão. Não é a primeira nem será a última vez que o exmo senhor Bolsonaro – será mesmo excelentíssimo?- ataca jornalistas ou quem que quer o pegue como uma criança fazendo artes no Planalto e desfrutando de suas rapaduras no Alvorada. Quem sabe até fazendo com elas o que nos mandou a todos, jornalistas, fazer com o leite condensado. Acho sinceramente e não se trata de oposição que é preciso dar um basta nos desmandos desse chefe da nação. Aliás de uma nação que nem chefe tem tantas as besteiras e baboseiras que o dito cujo é capaz de praticar. Talvez seja chegada a hora de um dos 56 pedidos de  “impeachment” ser acelerado e julgado pelos que nos representam no Congresso Nacional. Não só aos jornalistas mas a todo o povo brasileiro que, aliado ou não do senhor furor já dever ter descoberto pelo menos um pouco da sua insanidade.

DESTACÔMETRO

             O destaque vai para a simplicidade e a competência do Magnífico Reitor da UFAL, Josealdo Tonholo, semana passada completando um ano de gestão e inaugurando a televisão da universidade pelo canal 8.1. Um avanço para a UFAL.

PÍLULAS DO OUVIDOR

A vacinação começou. De maneira tênue, vagarosamente, mas começou. Entre altos e baixos, entre brigas e afagos as coisas estão acontecendo. Poderia ser muito melhor caso o poder superior tivesse entendido a seriedade do assunto.

Digo isto, porque a logística de aquisição das vacinas no exterior foi a mais amadora possível chegando bastante tarde sem a menor condição de competir com outros países, inclusive com a vizinha argentina.

Nós temos ou não deveríamos ter problema com a logística de distribuição porque ela existe e é boa. O mesmo se dá em relação ao Plano de Imunização do SUS que também é perfeito. Mas nada se faz se não houver vacina.

Ou possibilidade de fabricação aqui mesmo no país. Que pode, mas precisa ter o insumo necessário para o produto. Este insumo que vem da India ou da China ainda está sendo absolutamente moroso para o Butantan e Fiocruz.

Estou escrevendo esta coluna sentado na varanda do apartamento de minha filha Alessandra e de meu genro Emerson, na praia de Candeias no Recife. E surpreso com a organização das mesas e cadeiras em grande extensão da praia. Lindo!

Aliás, um dos problemas mais sérios nessa pandemia é o descrédito que as pessoas têm na gravidade da doença. Isto porque não obedecem às regras mais simples como o uso de máscara e o distanciamento social.

É bom se esperar que o distanciamento social de hoje é sem dúvida, a aproximação do amanhã quando estaremos vacinados, devidamente imunes e quando poderemos estar nos abraçando como antes.

E o prefeito JHC teve peito e baixou mesmo o preço das passagens de ônibus em Maceió. Ninguém acreditava mas, ele fez por decreto. Esperamos que a coisa subsista e que não tenhamos indesejáveis greves.

O Tribunal de Justiça estendeu o trabalho misto, presencial e virtual até o fim de fevereiro como a ausência de público externo em suas dependências. O Tribunal de Contas de Alagoas seguiu o mesmo procedimento.

Kézia Rodrigues, (foto), nova diretora técnica da Escola de Contas do Tribunal de Contas de Alagoas já começou a dizer para o que veio iniciando uma revolução de métodos e sistemas. Com o aprovo do Conselheiro Rodrigo Cavalcante.

ABRAÇOS IMPRESSOS

            Pense numa pessoa interessante e inteligente que mexe com o colunismo de norte ao sul do país com maestria. Aninha Monteiro, a alagoana desbravadora que merece nosso abraço e admiração.    

Categorias

OUVIDOR GERAL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s