Ir para conteúdo

Ouvidor Geral 26-10-2020

“Ouvidor Geral” para o jornal Primeira Edição de 26-10-2020 – Geraldo Câmara

O TURISMO CUMPRINDO SUA MISSÃO

                   Parodiando a mim mesmo quando publiquei um livro com o título de “Turismo é para quem sabe. Quem sabe?” em 2006, quando as coisas entre governos e “trade” ainda não estavam bem definidas, vejo com muita clareza hoje que os que sabem aí estão e dando aulas contínuas para os que não sabem passarem a saber. Em boa hora e já faz bastante tempo a união entre os que fazem o turismo e os governos estadual e municipais é um fato e isto só tem trazido bons frutos para esse marco do desenvolvimento econômico de Alagoas.  O bom gestor público vem entendendo isto e a prova está que, desde então a indústria do turismo no estado e em especial na capital Maceió vem alcançando índices incríveis de ocupação hoteleira e de destino mais procurado. Esta semana, tivemos o prazer – falo no plural me incluindo porque enquanto presidente da ABRAJET-AL faço parte do “trade” e dessa linda movimentação –  de receber um a um os candidatos a prefeito de Maceió que responderam, cada um deles, a 13 questionamentos elaborados pelo grupo. O resultado desses encontros nos pareceu bastante satisfatório e, com raríssimas exceções, nossas perspectivas em matéria do como os candidatos enxergam o turismo foram bem aceitas. Se seguidas, as recomendações e as respostas que couberam naquele momento, o turismo continuará em alta na visão do futuro prefeito. Cedo para falar porque a administração do turismo institucional é muito mais complexa do que se possa imaginar, mas pelo andar da carruagem pode-se imaginar uma lua de mel, em termos, entre os profissionais do turismo e as autoridades que dele fazem parte.   

DESTACÔMETRO

                   O destaque vai para o presidente da ABAV e vice-presidente do Maceió Convention, Carlos Palmeira que muito bem conduziu o encontro dos quatro candidatos mais bem colocados à Prefeitura de Maceió com o “trade” turístico.

PÍLULAS DO OUVIDOR

Para que os meus leitores tenham uma idéia do encontro acima referido, nas 13 questões encabeçadas pelo compromisso de que o prefeito nomeie o Secretário de Turismo indicado pelos profissionais da área, a aceitação foi quase unânime.

Quase unânime porque um dos candidatos – não vou nomear para que não digam que estou com “part pris” – disse que poderia ser um nome indicado por ele próprio e até podendo ser mostrado ao “trade”. Soou mal.

Questões orçamentárias foram discutidas e colocadas com o apoio de todos. No entanto esses são assuntos que dependem da Câmara, dependem de articulações políticas e até de novas leis a serem criadas, além do que se obtenha em Brasília.

Dentre as propostas desse tipo a de aumentar a dotação orçamentária da Secretaria de Turismo que está restrita a 1 milhão de reais. Propõe-se a criação do Fundo de Turismo  revertendo-se para ele 20% do ISS do setor. Bem apreciado.

Claro que, como não poderia deixar de ser um dos assuntos em pauta foi a questão do saneamento básico para Maceió e as famosas línguas negras que afastam os banhistas de nossa principais praias.

Outro assunto dos mais discutidos com todos os candidatos foi a questão da revitalização do bairro do Jaraguá que, sem dúvida, tocado no ponto certo poderá ser uma das grandes atrações de nossa capital. As idéias foram muitas.

Mas, particularmente não vi nenhum tocar no fato de que um bairro só é revitalizado de fato e de direito se for habitado. A habitação leva à personalidade do bairro e ao seu desenvolvimento.

Discutida com ênfase a possibilidade de a Prefeitura de Maceió estruturar a construção de um hotel-escola todos foram unânimes, mas deixando claro que teria que ser através de uma PPP – Política Publico Privada. 

E, finalmente, a proposta do conceito de ruas vivas, a exemplo de como acontece na Europa e em outros continentes  utilizando os espaços públicos ordenadamente como por exemplo, com mesas e cadeiras compondo calçadas de bares e restaurantes.

Agradecendo a todos que compareceram foram eles, por ordem, Alfredo Gaspar, JHC, Cícero Almeida e Davi Filho. Os quatro melhores colocados nas pesquisas.

 

Lembrando um encontro que deu certo com o presidente da ATRICON, Conselheiro Fábio Nogueira (foto) e que suscitou uma parceria dos Tribunais de Contas do Brasil com a TV Cidadã do nosso TCE-AL. Resultado de primeira.

ABRAÇOS IMPRESSOS

                  Abraçar um filho é sempre maravilhoso. Abraçar 11 dos 13 vivos é recordação para o resto da vida. Nessa foto estão 10 ao vivo, uma que mora em Orlando através da internet (vide o notebook na foto) e o velho aqui sendo carregado por eles quando fez seus oitenta anos em 2018. Nunca se esquece.

Categorias

OUVIDOR GERAL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s