OUVIDOR GERAL: Alô TSE. Pesquisas internas na Rede?

Estamos cansados de saber que as Redes Sociais estão repletas de notícias falsas, as já conhecidas “fake news”. Ora, estamos em plena época pré-eleitoral e elas continuam por aí falando verdades para uns e mentiras para outros, condenando muitos, absolvendo outros tantos e por aí vai. Sabemos que as autoridades andam observando tudo e até prometendo punições para os responsáveis por isto. No entanto, existe uma outra coisa que não podemos aceitar que são as pesquisas internas ou montadas, ou criadas por interesses escusos, mas que, quando divulgadas, influenciam a opinião pública de maneira avassaladora e com um instrumento poderosos que não poderia ou não deveria ser usado com tal finalidade. As chamadas pesquisas oficiais sempre existiram e precisam continuar, mas são autorizadas e divulgadas sob aprovação do Tribunal Superior Eleitoral e / ou pelos Tribunas Regionais Eleitorais. As outras, não. Elas estão em todas as partes da Rede, inclusive nas mensagens criptografadas. No que enxergamos é que o TSE deveria baixar uma norma de proibição no que puder e conseguir se não for de sua alçada, a criminalização das pesquisas falsas, internas ou que nome queiram dar com a participação de lá quem seja, como Ministério da Justiça, Polícia Federal, etc e tal e coisa. O Brasil vive exemplos de punições exemplares. Talvez seja chegada hora de punir quem não sabe respeitar a opinião pública. O que não podemos aceitar é a imposição de pontuações de candidatos – quaisquer candidatos – de pré-resultados, positivos ou negativos, ao povo já cansado de não poder separar o joio do trigo. Com a palavra quem puder falar.


THIAGO FALCÃO

DESTACÔMETRO

O destaque da semana vai para o presidente da ABRASEL – Associação de Bares Restaurantes e Similares, Thiago Falcão, vivendo no momento mais uma edição do Sabor Brasil. Thiago à frente, sucesso certo.

PÍLULAS DO OUVIDOR

Um grande amigo nos deixou semana passada. Desses amigos que fazem parte da  nossa história e vice-versa. Rômulo Gouveia, um paraibano da cepa era um desses. Aos 53 anos foi para o andar de cima com uma belíssima história.

Ele era um jovem, muito jovem ainda quando o conheci em Campina Grande. eu liderando a maior audiência em rádio naquela cidade e Rômulo começando sua vida pública como um modesto presidente de um Clube de Mães.

Resolvi investir naquele principiante inteligente com uma visão estratégica já em formação e abri muitos e muitos espaços para Rômulo que casou com Eva, seu casamento saiu de nossa casa e sua trajetória já estava se traçando.

Em 1992 Rômulo se elege vereador em Campina e o foi por dois mandatos. Em seguida deputado estadual ocupando a presidência da Assembléia Legislativa da Paraíba para no período seguinte ser o vice-governador da Paraíba.

Nessa época mudei-me de João Pessoa para a nossa Alagoas e deixei na mão dele o nosso filho Dinho que queria continuar lá. Foi para o gabinete de Rômulo o ajudou nas eleições na capital e acabou por se transformar em vereador de João Pessoa, agora no quarto mandato.

E Rômulo virou deputado federal e estava no seu segundo mandato ocupando a quarta secretaria da Mesa da Câmara para a qual foi eleito com a maior votação da história daquele parlamento.

O homem simples que conheci continuou sendo o homem que por um infarto fulminante deixou este mundo no último dia 12 de maio adorado pelo povo, pelos amigos, pelos companheiros e adversários na política. Unanimidade.

Talvez por isso, seu velório e sepultamento em Campina Grande tenha sido visitado por mais de 8 mil pessoas, dentre grandes autoridades do país, do estado, de estados vizinhos e gente simples do povo levando as últimas homenagens ao querido Rômulo Gouveia. Que Deus o tenha!

Fiz questão de contar essa história nesta coluna porque é preciso acreditar que ainda existem políticos sérios, comprometidos com o povo e com seus mandatos, capazes de começar e terminar bem de cabeça erguida. Assim foi Rômulo.

Vem aí o Congresso Brasileiro da Magistratura a ser realizado de 26 a 29 no Centro de Convenções Ruth Cardoso. À frente o presidente da Almagis, Ney Alcântara, na foto acompanhado dos juízes José Firmino e José Lopes Neto.  

NEY ALCÂNTARA etc

ABRAÇOS IMPRESSOS

E nos abraços da semana, o meu muito amigo Leonardo Pinto Junior, aniversariando no próximo sábado, dia 29, para alegria dos inúmeros fraternos que tem na cidade de Maceió. Abração de fato e de direito, Junior.

leonardo jr 2

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s