Ir para conteúdo

coluna BARTPAPO 11-02-2022

Coluna BARTPAPO – Tribuna Independente – 11-02-2022. Geraldo Câmara

UMA AULA DE POLÍTICA

Esqueçam as pieguices e falemos de um executivo de alto nível que comanda uma instituição milenar como é a igreja católica e que, dentre outros objetivos puramente religiosos tem também o de planejar o social, o de lutar por melhores condições de vida para a humanidade, por mais ética e por dirimir os efeitos da fome, principalmente entre as crianças e os velhos do mundo.

Ouvimos o Papa Francisco em sua entrevista a uma rede de televisão, há alguns anos afirmar em alto e bom som que a ele não importava se a religião fosse católica, evangélica, judia ou qualquer outra. Se cada uma delas continuasse a buscar resolver o problema da fome e, a cada dia, permitisse que uma criança se alimentasse, ele ficaria satisfeito e pouco se lhe dava quem o fez.

Isto se chama altruísmo, noção de objetivo, de fim e não de quem conduz os meios. Tentemos transportar isto para a política brasileira, para os executivos e partidos que brigam e entre si pouco rendem. Tentemos lembrar as brigas do “não continuo porque foi do prefeito ou do governador anterior” e todas as mesquinharias que empatam a continuação de bons programas e, o que é pior, impedem o matar a fome como se deve, buscar amparo social como lhes seria permitido e criar melhores condições de vida para a população.

O que o Papa disse e aqui repito é que “devemos nos dar as mãos para o a solução dos problemas mundiais e que neste dar as mãos podemos racionalizar e crescer para o bem de cada localidade que possamos dirigir”! E sou eu quem diz, agora. O Papa não sabe em que guerra estamos nós. Não sabe em que tipo de vergonha situam-se as legendas partidárias quando só se ajudam em combate, em época de eleições, em momento de composições e coligações. Coligações falsas e simplesmente eleitoreiras.

Que bom seria esse país se os partidos existissem para colocar em postos executivos pessoas comprometidas com projetos e que se relacionassem bem com todas as esferas! Que bom seria se as nossas bancadas fossem unidas de fato e de direito e que os bons projetos e boas emendas fossem trabalho de todos e não apenas de um.

O cooperativismo político está longe, mas bem que estaria na hora de chegar. Porque, usando as palavras do Papa, “unidos seremos fortes e, sem dúvida, botando água no feijão, sempre caberá mais um em nosso coração”. O problema é fazer e não falar. Aproveitar os jovens que “estão sendo descartados” e “a sabedoria dos velhos”. Velhos que não podem levar para seus túmulos essa sabedoria sem deixá-la para as gerações que vão nos governar”.

O futuro chegou e só acredito no futuro de mãos dadas, cooperativado entre gerações, ensinamentos, experiências e motivações de todos os tempos. Ninguém é dono da verdade e jamais, sozinho, construirá nada. 

 


Foto 1 – Cel Wellington Bittencourt – Um comandante confortavelmente instalado no comando da Polícia Militar do Estado de Alagoas porque admirado por colegas e subordinados levando a efeito a sua missão dentro de todas as prerrogativas que são inerentes ao caráter e à boa personalidade. Simpático, afável, amigo de seus amigos, as informações da pessoa são formidáveis em todos os aspectos. Por tudo isso sua ingerência sobre a tropa é tranquila e muito bem aceita em todos os escalões, o que é uma necessidade do comando, principalmente em se tratando da Polícia Militar onde o contato com a sociedade precisa ser equilibrado e coerente. Wellington ou simplesmente Bittencourt faz a diferença.

Foto 2 – Renato Filho – O homem é jovem, simpático, parece saber onde tem o nariz e começou cedo na política e na vida. Na vida, levado por seus pais, pela educação que recebeu e pelo que se propôs a fazer. Cedo ingressou na política e está por terminar seu segundo mandato como prefeito do Pilar. Lá mostrou o que sabe, aprendeu com os erros que todos cometem, cresceu e colocou Pilar entre as cidades respeitadas do estado de Alagoas. Na educação., na saúde, na segurança principalmente tirando a antiga pecha de que a cidade era a rainha da violência. Por tudo isso e muito mais seu nome está colocado como um provável candidato ao governo do estado substituindo o outro jovem vencedor. Mas Renato tem muito tempo pela frente e segue muito bem o seu destino

PARE PRA PENSAR ( do meu livro do mesmo nome)

Caminhar ou correr pouco importa. O que vale é pisar firme, equilibrado e consciente do caminha a trilhar. Só assim chegamos lá.

ALERTAS DO DIA

  • Equatorial assina termo de cooperação com a Prefeitura de Maceió para construção de primeiro Eletroposto da capital de Alagoas. Além de oferecer um ambiente para carregamento de veículos, o projeto irá disponibilizar 10 bicicletas elétricas para uso gratuito da população. O novo empreendimento, no Stella Maris irá oferecer um ambiente para o carregamento de carros e bicicletas elétricas.  Um bom princípio. Carro elétrico sem Eletroposto não funciona.
  • Na última segunda-feira a avenida Leste-Oeste foi interditada por um grupo de moradores de um conjunto de casas próximo e que estaria ameaçado por um deslisamento. Sabemos que esse é um problema sério e que deve ser comunicado imediatamente às autoridades da Defesa Civil. No entanto, interromper uma via pública de alta circulação num momento de tráfego intenso é absolutamente descortês com a população que acaba por ficar contra os manifestantes. O alerta é para que as pessoas procurem civilizadamente fazer suas reivindicações.
  • Último sábado voltava de um almoço em casa de um amigo pela AL101-Sul dirigindo normalmente quando passou por mim um bólido. Um carro possante mostrando ainda mais a sua potência em manobras mirabolantes e irresponsáveis em uma hora de certo movimento de volta para casa. O alerta vai para a Polícia Rodoviária Federal porque o louco da direção passou exatamente em frente ao posto que não tinha absolutamente ninguém. É bom pensar, PRF. A simples presença já faz a diferença. Por onde andam?
  • Vi uma excelente reportagem em uma de nossas emissoras aboradando o tema da compre de remédios fitoterápicos pela internet, principalmente os voltados para o emagrecimento. Algo totalmente irresponsável, de ambas as partes. De quem vende e de quem compra. Até porque os ditos remédios não são prescritos por médico, não têm avaliação da Anvisa e, portanto, não podem ser consumidos de maneira irresponsável. Acho que, na verdade, falta fiscalização, mas fica o alerta para que sejamos fiscais nós mesmos.

POR AÍ AFORA

# Essa questão da guerra, fria ou quente, entre a Rússia e a Ucrânia, nem preciso dizer o quanto é perigosa e o quanto pode estar colocando em risco o mundo. Se a Rússia cair na besteira de fazer qualquer tipo de invasão à Ucrânia, sem dúvida receberá o troco ou a resposta dos Estados Unidos imediatamente. É bom verificar e ficar de olho que nesta última semana todas as fronteiras russas que levam à Ucrânia estão ocupadas por tropas vermelhas como que numa ameaça visual deixando claro para o mundo que não vai admitir a entrada da Ucrânia na OTAN – Organização do Tratado do Atlântico Norte.

# Há uma grande discussão agora na França porque as autoridades daquele país estão querendo fazer renascer os programas nucleares. Tanto que o assunto vem agitando a classe po~itica com a aproximação das eleições presidenciais por lá. Um dos candidatos propõe abrir catorze reatores nucleares enquanto outro quer abrir seis. Não importa o número. O que faz a diferença é a reação mundial com a volta desse tipo de investimento. Contrário totalmente ao meio ambiente.

# Pense numa confusão e analise essa mudança que o INSS fez com a questão de prova de vida. Está certo que era uma tremenda de uma chateação as pessoas terem que se locomover todo ano para irem a uma agência bancária ou do próprio INSS para dizer que está vivo. Em bom tempo quem vai fazer isto agora é o próprio INSS que vai usar dados, os mais diferentes, para cruzá-los e através disso provar que o cidadão existe “Vivinho da Silva”. Ora preparem-se para um monte de cruzamentos errados, de confusão por todo o sistema. Espero estar completamente errado, mas que vem muito “furdunço” por aí, vem!

# Agora, sim, a confusão vai aumentar com essa compra da OI, feita pelas outras três empresas de telefonia do Brasil. Cada uma ficou com uma parte, cada uma vai querer oferecer mais aos seus clientes baseados em nada e cada uma vai promover mais ligações esdrúxulas para nossos celulares oferecendo mundos e até os fundos sei lá do que ou de quem. Isto porque, em se tratando de uma venda partida as compradoras vão querer mostrar avidamente quem fez o melhor negócio para nós, pobres clientes e aprisionados na vida celular. Porque para elas o bom negócio foi para nós, tá?

ATÉ A PRÓXIMA

Amanhã, sábado é dia de “BARTPAPO com Geraldo Câmara”, de volta ao modelo presencial. Na BAND, canal 38.1 aberto e NET, canais 18 e 518, das 9 às 10h da manhã. Em Arapiraca, canal 45.1. Assista também pelo Youtube no canal “Programas do Geraldo Câmara”. Fale conosco pelo geraldocamara@gmail.com ou pelo Whats’App 82 99977-4399

Categorias

OUVIDOR GERAL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s