Ir para conteúdo

coluna BARTPAPO

Coluna BARTPAPO – Tribuna Independente – 03-12-2021.

                                                  É HORA DO JUIZO

          Não imaginem besteiras porque não as estou dizendo. Estou falando do nosso juízo mesmo. De pobres mortais que são completamente sem juízo, na hora em que mais se precisa ter. Estou falando de gente que maximiza as coisas e faz com que a sociedade trema em seus alicerces. Estou falando, de um lado, nas opiniões que surgem como professorais por todas as bandas tentando influenciar a população por esta ou por aquela razão. Estou falando que já há dois cansáveis anos estamos vivendo os terrores dessa epidemia e que por conta de opiniões, sugestões e outras coisas mais, talvez muita gente tenha vivido menos neste país de grande imaginação.

          Estou imaginando que não quero pensar em ver uma guerra política onde os que não entendem de nada em relação à ciência ficaram se digladiando por longos meses com os que estudaram, lutaram e se aperfeiçoaram em pesquisas tão importantes no mundo atual. Estou afirmando que não quero ver “ministros de saúde” que em treinos bélicos seguravam em armas ao invés de bisturis. E que não quero mais ver ameaças de autoridades que só usam a palavra para mostrarem o que são, mas que na realidade nada o foram, ou muito pouco, em favor do povo que estava sofrendo e morrendo em alguns hospitais sem oxigênio ou sem estrutura.

           Estou entendendo que o tempo já pode ser outro e que os erros cometidos podem ser corrigidos se os mananciais de vaidade pararem de escorrer por dentre o sangue dos justos. Estou compreendendo que, se Deus quiser, esse tal de “ômicron” não venha para valer como alguns querem acreditar. E se forem da ciência a eles deveremos o crédito. No entanto, se for para valer espero que tenhamos a oportunidade de mudar todos os métodos e sistemas que se enraizaram pelos atestados de incompetência unidos aos de suposta superioridade e que desaguaram em mais de seiscentas mil mortes em nosso país.

           A hora é do juízo, sim. Do pouco ou muito do juízo que possamos ter se tivermos que enfrentar mais uma. Que pode ser minimizada pela coerência, pelo amor entre as pessoas, pelo total respeito aos inúmeros médicos, médicas, enfermeiros e enfermeiras que tanto lutam por nossas vidas. Pelos cientistas que mundo afora estão sempre buscando soluções e as encontram sempre. Melhor ainda, em um ambiente já mais esclarecido pela guerra que ainda estamos vivendo. Uma guerra que é de todos; que é mundial. E se o sofrimento é global o juízo também precisa sê-lo. A união de esforços, a união de cérebros espero que chegue rapidamente a um denominador comum que salvará o mundo desse e de outros males sem a interferência errada e inconsequente de líderes que de líderes não têm nada e que precisam se recolherem às suas insignificâncias e deixarem a ciência trabalhar.

          Só assim teremos encontrado finalmente o juízo. Que não é o juízo final, mas o final de tantos erros, de tanta incoerência, de tanto mal. E que Deus nos ajude com sua benevolência corrigindo os erros que nos acompanharam nessa fase e fazendo com que nem tenhamos que viver uma outra. Mas se o tivermos, com muito juízo!

Luciano Barbosa, ex-vice-governadorde Alagoas, atual prefeito de Arapiraca, posto que já ocupara no passado é um político de estilo que inclusive já foi Ministro da Integração Nacional. Ser humano de primeira, bom de papo e amigo dos seus amigos, Luciano tem uma carreira política brilhante e, na verdade seria o governador de Alagoas nessa próxima fase enquanto candidato natural do governo. No entanto, como a política tem coisas que nem o céu explica, Luciano preferiu ir fazer mais por sua Arapiraca onde vem fazendo uma administração aplaudida por gregos e troianos.

Foto 2 – Humberto Martins, o nosso, de Alagoas, presidente do Superior Tribunal de Justiça está fazendo uma carreira de absoluto sucesso. Eu o conheci, quando aqui cheguei, como presidente da OAB seccional Alagoas, onde já estava fazendo um trabalho tão bom que o levou a desembargador no Tribunal de Justiça de nosso estado. Daí a Ministro do Superior Tribunal de Justiça foi uma trajetória muito justa. Tanto que desde o ano passado ocupa o maior cargo daquela corte honrando a todos os alagoanos que apreciam o seu trabalho e o seu modo de ser.

PARE PRA PENSAR ( do meu livro do mesmo nome)

Os meus livros e programas de televisão são um pouco da vida dos outros e um grande pedaço de minha própria vida.

ALERTAS DO DIA

  •  A questão do garimpo ilegal nos rios do Amazonas principalmente por ser absolutamente prejudicial à saúde de quem o pratica precisa realmente ser enfrentada com a coragem dos que trabalham naquela área. Afinal quem lá está explorando vai atrás do que mais se vai que é o ouro. Ouro ali; e é preciso que saibam, quase à vista. No entanto, na extração, poluindo os rios e os pulmões dos mineradores porque utilizam o perigoso mercúrio no processo de extração. Cabível e correta a explosão das balsas em ações bem rápidas das autoridades.
  • E por falar em perigo ou em ameaça, seja lá que nome se dê é preciso uma atenção aos milhares de telefonemas que são dados diariamente aos celulares das pessoas que não devem nada a ninguém, que estão com seus CPFs em dia e são ameaçadas por esses telefonemas praticamente anônimos. Além disso, também a imensidão de ofertas que chegam sempre quando você está trabalhando, ocupado ou descansando. É preciso saber medir tudo na vida, até o contato com as pessoas. Prestem atenção porque isso ainda vai dar muito problema no país.
  •  Se você já se programou ou ia se programar para viver o “réveillon” em qualquer lugar do Brasil é bom ficar alerta e verificar como as coisas estão no lugar de destino já que as autoridades de várias cidades brasileiras estão cancelando as festividades de fim de ano, o que pode acabar por frustrar sua viagem. Essa questão da possível ou não terceira onda está mudando a posição das autoridades que já começam a se precaverem para que os efeitos de uma possível terceira onda, venham a ser minimizados. 
  • Não existe melhor coisa do que pessoas se entenderem com conversações amigáveis em tudo na vida. O grande alerta da vida para evitar que problemas aconteçam é exatamente este. Conversar, conversar, conversar. Vejo na vida pessoas brigando por muito pouco. Por um reajuste de aluguel, por um problema de condomínio. Sim, dialoguem sempre buscando acordo em que os dois tenham suas razões equilibradas e justas. Este é um alerta diferenciado porque a vida já está tão difícil que brigas têm que ser evitadas.  A todo o custo.
  • Não quero, de forma alguma ser o previsor de coisas ruins, muito pelo contrário, sou dos que acreditam na vida, na volta por cima, na força do querer. Mas, precisamos lembrar que a vida ficou difícil com a pandemia, para muita gente. Alertar para que estejamos todos precavidos por conta de qualquer nova onda é importante, sobretudo nos negócios. Guardar, poupar, investir no que seja bom sempre será uma boa prática nos dias de hoje. Sem medos.

POR AÍ AFORA

# E tudo recomeça na África do Sul. Ou não recomeça. O susto de qualquer forma ficará e esperamos que o “ômicrom” não seja muito violento e que não nos faça voltar aos momentos tristes que vivemos com o coronavírus. As autoridades da África do Sul estão tomando todas as providências para que as informações sobre essa variante sejam as mais precisas e estão abrindo todas as portas para que cientistas possam fazer pesquisas e avaliações. É por aí.

# Você é louco por futebol? Aprenda expressões usadas na Europa. Quando um goleiro comete um erro, por exemplo, ele usa “luvas de pele de pêssego”, ou seja, deixa os gols escaparem com muita facilidade na gaiola. Quando um jogador marca brilhantemente, ele “faz gritar as redes”. O mau jogador, vaiado pelas arquibancadas furiosas, é chamado, no jargão do futebol, de “burrette”. A palavra corresponde, no dicionário, a uma “seda grossa que envolve o algodão”, um “desperdício de seda natural”. Este pobre jogador também está recebendo os apelidos de “tricote” ou “brilho de banco”.

# Na adolescência, os jovens procuram conhecer novas pessoas, amigos ou amantes, e não hesitam em flertar com o perigo. Longe dos tradicionais, dezenas de sites, na Europa se destinam apenas a utilizadores da Internet dos 13 aos 25 anos: “Alguns vão lá para se testar, outros para se assustarem, mas realmente não é um lugar para aconselhar os jovens”. Na verdade, e nós, aqui no Brasil precisamos ficar alertas porque esses sites são perigosíssimos e podem levar nossos adolescentes a atitudes que nem podemos imaginar. É uma invasão do desconhecido que pode ser mágico ou simplesmente aterrador em futuro breve.

# Nesta semana assistia a um documentário sobre a Louisiana, mais precisamente sobre a cidade encantada de New Orleans e me aprofundei num passado distante quando tive a oportunidade de conhecê-la, inclusive em alguns dos seus bastidores. Bateu uma enorme saudade de uma barcaça às margens do Mississipi que servia “comida crioula” no térreo e apresentava jazz puro no segundo andar. Um show de improviso, instrumental e vocal que, sem dúvida, naquela época influenciou muito a nossa bossa nova. Sem cola, mas com muita inspiração na música negra americana.    

ATÉ A PRÓXIMA

Amanhã, sábado é dia de “BARTPAPO com Geraldo Câmara”, de volta ao modelo presencial. Na BAND, canal 38.1 aberto e NET, canais 18 e 518, das 9 às 10h da manhã. Assista também pelo Youtube no canal “Programas do Geraldo Câmara”. Fale conosco pelo geraldocamara@gmail.com ou pelo Whats’App 82 99977-4399

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s