Ir para conteúdo

Ouvidor Geral 11-05-2020

E POR QUE NÃO MUDAR AS ELEIÇÕES?

O calendário das eleições é previsto na Constituição Brasileira, portanto para se pensar em mudar a data ou as datas de suas realizações será preciso uma PEC que assim o determine. No entanto, principalmente agora que o país após a pandemia irá enfrentar uma crise econômica queira ou não queira, o adiamento poderia ser previsível e até salutar para o presente e para o futuro. E, como até para adiar por dois meses há que se mexer na Constituição por que não se pensar em uma fórmula mais plausível que seria a de unificação das eleições em 2022? Não apenas para o processo atual, mas para que ficasse em definitivo como eleições gerais unindo todos de uma vez só. Sim, mas argumentam alguns que os atuais prefeitos e vereadores teriam seus mandatos prolongados por mais dois anos. E daí? (expressão na moda) Muito mais barato para os cofres públicos e até oportunidade para que em dois anos possam os prefeitos principalmente se refazer dos tumultos econômicos provocados pela pandemia. Particularmente sempre fui a favor das eleições gerais e unificadas. E se há uma oportunidade ímpar para que isso aconteça, quem sabe é chegada a hora? Mas como os meandros e os subterrâneos da política constituem-se em enorme mistério, talvez nem Sherlock Holmes desvende aquelas cabeças pensantes que a conduzem. Pensantes?

DESTACÔMETRO

RAFAEL BRITO

O destaque da semana vai para o dinâmico Rafael Brito, Secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Alagoas que volta gradativamente às lides depois de passar pelo susto do Covid19. Ainda bem, amigo! Precisamos muito de você.

PÍLULAS DO OUVIDOR

Que as coisas vão voltar ao normal tenho certeza. Que o caminho percorrido foi doloroso e o a percorrer ainda o será não tenho dúvida. Mas não podemos jogar fora o que já fizemos. Continuar a luta, em casa, na medida do possível levará à vitória.

Que a outra luta para recuperar a economia do país será imensa também não tenho a menor expectativa do contrário. Essa precisa ser planejada com cuidado para não ceifar mais vidas e saber mudar conceitos sem teimosias.

Mudar conceitos é saber, por exemplo, que o mercado consumidor mudou e que vai mudar ainda mais. Saber que os investimentos no país terão que ser reformulados e que a política de comércio exterior também mudará.

Não poderemos nos esquecer que a pandemia é mundial e que, tanto nós no Brasil quanto os outros países, todos sofreremos modificações de mercado nas nossas políticas de importações e exportações e a guerra estará exatamente aí.

Na política interna da recuperação de empregos acho que deveremos pensar num efetivo planejamento de associativismo integrado, cooperativismo planejado, fixação das famílias aos seus lugares de origem estimulando a economia criativa.

Para isso será preciso que o governo tenha a conscientização dessa necessidade, que trace um mapa vocacional do país valendo-se dos valores e habilidades de cada região e de cada município buscando estimuladores de renda cooperativa.

Esperar às vezes pelo federal poderá ser traduzido em “emperrar”. Por isso o plano em questão é tão versátil que qualquer município poderá fazê-lo ou qualquer estado de per si.

Isto sim poderá e deverá ser pensado ainda durante esses períodos de quarentena porque adiantará a questão da empregabilidade ou da manutenção de renda básica para essas famílias.

Tenho publicado este plano em livro e o tenho discutido há mais de vinte anos. Só que agora, o fator mais importante da empregabilidade talvez o resgate como uma solução que não será emergencial, mas como política definitiva da dignidade do ser humano.

HUMBERTO MARTINS

O querido e festejado alagoano, Humberto Martins (foto) que por aqui já foi Procurador Geral do Estado e Desembargador assume agora as difíceis funções de presidente do STJ, o Superior Tribunal de Justiça do país. Parabéns, amigo!

 

ABRAÇOS IMPRESSOS

LUCIANO BARBOSA

O meu abraço fraterno vai para o vice-governador Luciano Barbosa que já driblou a Covid19, graças a Deus! E, através dele abraço a todos os que estão conseguindo superar esse terrível mal, incluindo-se o próprio governador Renan Filho.

Categorias

OUVIDOR GERAL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s