Ouvidor Geral 11-02-2019

サッカー

A TRISTEZA VEM DOS PÉS

É verdade. De pés que já estavam trilhando o caminho do sucesso em campos do Flamengo e, claro, com a perspectiva de brilharem em outras plagas. Pés que pertenciam a dez meninos que foram tragicamente tragados pelo fogo e exatamente no lugar que os estavam projetando para um futuro brilhante. O Brasil e o mundo acordaram com essa triste notícia de que pegara fogo rápido o alojamento onde estavam e mal dando tempo para que uma parte saísse e a outra ali ficasse sendo consumida por chamas que queimaram corpos e esperanças. É claro que estamos todos consternados mas ao meio de tanto abalo é preciso também saber até que ponto o lugar era seguro para abrigar gente, como estavam as licenças porque infelizmente o Brasil tem o péssimo costume de ver acontecer para depois, aí sim, prevenir e tomar medidas que deveriam ter sido tomadas antes. O que se sabe é que o lugar estava previsto e autorizado para servir de garagem e o vemos sendo dormitório de jovens atletas? É preciso que  tudo isto seja averiguado muito a fundo e que as medidas cabíveis sejam adotadas para, mais uma vez, remediar o que não deveria começar doente. Ficam daqui também nossos pêsames a todos que perderam seus craques, seus filhos queridos e o desejo de que Deus os acolha e forme no céu um grande e inesquecível time.

DESTACÔMETRO

M.HELENA LESSA

O destaque vai para uma guerreira que sempre está lutando em favor de pessoas que dela necessitam. Já presidiu o Soprobem, a Cruz Vermelha e agora está à frente da Rede Feminina de Combate ao Câncer onde faz uma belíssima administração.

 PÍLULAS DO OUVIDOR

O tempo passa e continuam os resgates de corpos em Brumadinho. Tarefa penosa e muito difícil para os que trabalham nela e para os parentes e amigos dos ainda não encontrados e que sempre nutrem uma esperança por mais remota que seja.

E, agora, de repente como já comentamos todas as barragens começam a ser vistas e revistas como se todas fossem cair subitamente. Está certo fazer as revisões mas por que isto não era um costume e que evitaria grandes desastres?

Em outro local, no chamado “quadrilátero ferrítico” fizeram um assombro fazendo as sirenes tocarem, evacuaram toda a cidade, apavoraram a tudo e a todos, mas se havia risco fizeram certo. Não dá para esperar a lama chegar.

O fato é que também chegaram à conclusão ou estão chegando de que este sistema de barragem “ao montante” é de grande risco e não funciona como deveria. Agora então pensam em como acabar com elas e partir para outro sistema. Em frente!

Debater soluções aos anseios e temores das pessoas com deficiência e doenças crônicas, principalmente no que tange as mudanças legislativas foi um dos temas abordados pela deputada Tereza Nelma, reunindo federações, instituições e associações alagoanas.

A propósito, a deputada participou da reinstalação da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo (FrenTur), formada por senadores e deputados federais.A tucana vai compor o colegiado coordenando a área do turismo acessível.

O senador Rodrigo Cunha entrou no assunto dos moradores do Pinheiro no seu primeiro dia de mandato entrando em contato com o presidente da Caixa Seguradora para orientar os moradores no segmento seguro de seus imóveis.

Equipes do Serviço Geológico do Brasil e da Defesa Civil Municipal darão início a uma nova etapa de análise geofísica do subsolo. Eles investigarão até mil e quinhentos metros abaixo da terra, ultrapassando a camada de sal. No Pinheiro.

É incrível mas é verdade e é melhor se beliscar para acordar se for um sonho, mas o preço da gasolina em Maceió tem descido consideravelmente nos últimos dois meses sendo que esta semana o preço chegou a R$3,69 em algumas bombas.

MARCOS TCHOLA

É tempo de carnaval e Marcos Rodrigues, o conhecido radialista Tchola (foto) vibrou  no baile VIP Original com sua esposa. Marcos é um dos mais lúcidos radialistas que temos em Maceió fazendo sempre um belíssimo trabalho por onde passa.

ABRAÇOS IMPRESSOS

MINEIRINHO

Os abraços impressos vão para um artista de primeira linha, alagoano, que foi parar nas áreas artísticas de maior alcance entre Rio e São Paulo e agora está de volta à terrinha onde vai reeditar a sua Escola de Dança. Estou falando de Mineirinho de Maceió.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s