MORREU MEU VELHO AMIGO, PAULO SILVINO

Da minha idade, da minha geração de TV Rio, da minha convivência, dos meus risos, das galhofas que ele fazia, dos tempos de São Paulo, quando se hospedava na minha casa e para onde levava grandes farras e brincadeiras de jovens que éramos. Não o via há muito tempo, mas sua memória se encontra com a minha própria memória. Estou muito triste. Só consola sabê-lo ser recebido com as gargalhadas dos anjos. Um grande pai, um grande homem, uma figura inesquecível. Vai com Deus, Paulo Silvino.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s