Categoria: Sem categoria

Ouvidor Geral 11-02-2019

サッカー

A TRISTEZA VEM DOS PÉS

É verdade. De pés que já estavam trilhando o caminho do sucesso em campos do Flamengo e, claro, com a perspectiva de brilharem em outras plagas. Pés que pertenciam a dez meninos que foram tragicamente tragados pelo fogo e exatamente no lugar que os estavam projetando para um futuro brilhante. O Brasil e o mundo acordaram com essa triste notícia de que pegara fogo rápido o alojamento onde estavam e mal dando tempo para que uma parte saísse e a outra ali ficasse sendo consumida por chamas que queimaram corpos e esperanças. É claro que estamos todos consternados mas ao meio de tanto abalo é preciso também saber até que ponto o lugar era seguro para abrigar gente, como estavam as licenças porque infelizmente o Brasil tem o péssimo costume de ver acontecer para depois, aí sim, prevenir e tomar medidas que deveriam ter sido tomadas antes. O que se sabe é que o lugar estava previsto e autorizado para servir de garagem e o vemos sendo dormitório de jovens atletas? É preciso que  tudo isto seja averiguado muito a fundo e que as medidas cabíveis sejam adotadas para, mais uma vez, remediar o que não deveria começar doente. Ficam daqui também nossos pêsames a todos que perderam seus craques, seus filhos queridos e o desejo de que Deus os acolha e forme no céu um grande e inesquecível time.

DESTACÔMETRO

M.HELENA LESSA

O destaque vai para uma guerreira que sempre está lutando em favor de pessoas que dela necessitam. Já presidiu o Soprobem, a Cruz Vermelha e agora está à frente da Rede Feminina de Combate ao Câncer onde faz uma belíssima administração.

 PÍLULAS DO OUVIDOR

O tempo passa e continuam os resgates de corpos em Brumadinho. Tarefa penosa e muito difícil para os que trabalham nela e para os parentes e amigos dos ainda não encontrados e que sempre nutrem uma esperança por mais remota que seja.

E, agora, de repente como já comentamos todas as barragens começam a ser vistas e revistas como se todas fossem cair subitamente. Está certo fazer as revisões mas por que isto não era um costume e que evitaria grandes desastres?

Em outro local, no chamado “quadrilátero ferrítico” fizeram um assombro fazendo as sirenes tocarem, evacuaram toda a cidade, apavoraram a tudo e a todos, mas se havia risco fizeram certo. Não dá para esperar a lama chegar.

O fato é que também chegaram à conclusão ou estão chegando de que este sistema de barragem “ao montante” é de grande risco e não funciona como deveria. Agora então pensam em como acabar com elas e partir para outro sistema. Em frente!

Debater soluções aos anseios e temores das pessoas com deficiência e doenças crônicas, principalmente no que tange as mudanças legislativas foi um dos temas abordados pela deputada Tereza Nelma, reunindo federações, instituições e associações alagoanas.

A propósito, a deputada participou da reinstalação da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo (FrenTur), formada por senadores e deputados federais.A tucana vai compor o colegiado coordenando a área do turismo acessível.

O senador Rodrigo Cunha entrou no assunto dos moradores do Pinheiro no seu primeiro dia de mandato entrando em contato com o presidente da Caixa Seguradora para orientar os moradores no segmento seguro de seus imóveis.

Equipes do Serviço Geológico do Brasil e da Defesa Civil Municipal darão início a uma nova etapa de análise geofísica do subsolo. Eles investigarão até mil e quinhentos metros abaixo da terra, ultrapassando a camada de sal. No Pinheiro.

É incrível mas é verdade e é melhor se beliscar para acordar se for um sonho, mas o preço da gasolina em Maceió tem descido consideravelmente nos últimos dois meses sendo que esta semana o preço chegou a R$3,69 em algumas bombas.

MARCOS TCHOLA

É tempo de carnaval e Marcos Rodrigues, o conhecido radialista Tchola (foto) vibrou  no baile VIP Original com sua esposa. Marcos é um dos mais lúcidos radialistas que temos em Maceió fazendo sempre um belíssimo trabalho por onde passa.

ABRAÇOS IMPRESSOS

MINEIRINHO

Os abraços impressos vão para um artista de primeira linha, alagoano, que foi parar nas áreas artísticas de maior alcance entre Rio e São Paulo e agora está de volta à terrinha onde vai reeditar a sua Escola de Dança. Estou falando de Mineirinho de Maceió.

 

Anúncios

Ouvidor Geral 04-02-2019

                                      O BIG BROTHER DOS POLÍTICOS

Imaginem um “reality show” onde os escolhidos para o confinamento seriam políticos. Melhor ainda, não haveriam escolhidos e os lugares seriam todos os frequentados por eles. Imaginem as câmeras funcionando e o Brasil inteiro ligado nas conversas, nos acordos, nas tramas, nos projetos – dentre eles os bons – que ajudam este país a crescer ou a diminuir dependendo dos interesses. Imaginem, bastando ligar as TVs, sabermos imediatamente que estaria havendo um plano para um grande mensalão ou que este ou aquele projeto, para ser aprovado, prometia mundos e fundos a altos e baixos cleros. Imaginem as conversas de bastidores nos restaurantes mais “chics” ou nos botecos mais simples dos interiores onde prefeitos negociam emendas e outras coisas mais, dentre elas os superfaturamentos e as mutretas licitatórias. Imaginem um “reality” em que pudéssemos ver com clareza as boas notas de real ou de dólar passando de mãos em mãos e os fiéis portadores treinados por circenses especializados em fazerem as ditas cujas sumirem pelas cuecas. Mas o país perderia a graça se fosse ao ar tal programa. O que iria fazer a Polícia Federal? O que iria fazer a Lava Jato? O que iriam fazer os “experts” em inteligência, os que, quando querem, chegam ao fundo do poço? E aí, sim, restaria ao país promover uma enorme reforma política, uma revolução de métodos e sistemas e uma enorme confiança numa nova geração que vem aí. Mas, não se preocupem os atores em questão porque, certamente, não haverá nenhum “Big Brother dos Políticos”.

DESTACÔMETRO

LUCIANA CAETANO

O destaque da semana vai para a competente economista Luciana Caetano que muito além da contemplação econômica faz uma profunda análise e crítica da economia, não só da brasileira, mas também da mundial.

PÍLULAS DO OUVIDOR

A situação em Brumadinho continua muito ruim já que o resgate dos 248 corpos que ainda estão soterrados está cada vez mais distante pela complexidade em que se tornou o terreno que os sepultou. Muito triste para a família e para todos.

A Vale resolveu acabar com todas as barragens de usinas parecidas com as de Brumadinho já como prevenção depois da lama derramada. No entanto existem muitas outras no Brasil que não pertencem à Vale. Como é que ficam?

O país está tumultuado com outras coisas que envolvem a política brasileira. Uma delas é a grande renovação no Congresso Nacional e que acaba de reeleger com maioria absoluta o atual presidente, Rodrigo Maia.

No caso do Senado, o tumulto foi maior com a enorme dúvida sobre quem deveria presidir interinamente a sessão e depois com a votação para que a de presidente fosse secreta. Acabou que ela foi suspensa ficando a decisão para o sábado

Durante a madrugada, o presidente Dias Tofolli do Supremo Tribunal Federal revogou a votação que mandava que a eleição fosse aberta e resolveu manter o regimento com a votação secreta.  

E no sábado, com a sessão presidida pelo decano, Senador José Maranhão, deu-se o que ninguém esperava com a revoltada renúncia de Renan Calheiros que atribuiu sua atitude à falta de democracia na eleição daquela casa.

E aconteceu então a eleição do jovem senador Davi Alcolumbre foi eleito com 42 votos em primeiro turno. O candidato, pertence ao baixo clero, era absolutamente desconhecido mas tinha o apoio do ministro Onix Lorenzoni. Será que foi isso?

O Governo Federal lançou o serviço digital para emissão do Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CVIP). Vai representar celeridade dos processos e redução de custos para o Estado e principalmente para os cidadãos.

Na sessão da AL presidida pelo deputado Francisco Tenório, foi eleita por unanimidade de votos dos 26 parlamentares presentes, a nova mesa diretora tendo o deputado Marcelo Vitor na presidência para o biênio 2019-2021. 

DIDHA LIRA

Pense num artista com A maiúsculo e você encontra a figura de Didha Lira (foto), compositor, cantor e artista plástico tudo em grandeza A. Didha fez um Bartpapo conosco que vai merecer reprise pela excelência de sua apresentação.

ABRAÇOS IMPRESSOS

DANIEL SALGUEIRO

Meus abraços impressos vão para o advogado tributarista, Daniel Salgueiro, um dos mais respeitados em nossa Alagoas e até alhures. Daniel faz uma análise perfeita de um provável reforma previdenciária e que faz com que todos entendamos a complexidade do tema.

Ouvidor Geral 28-01-2019

brumadinho

                                            A TRAGÉDIA AVISADA

É claro que sim!. A tragédia está avisada em todas as barragens do gênero desde que aconteceu a de Mariana. E pelo andar das tentativas de resgate essa agora, de Brumadinho, deve ser muito pior em número de vítimas. O Brasil continua com a velha mania de acreditar que o pior nunca vai acontecer e deixa sempre para depois do leite derramado as soluções ou prevenções para o problema. Aí se diz que a barragem que se rompeu estava inativa há três anos para receber rejeitos e que por isso era de baixo risco. Ora, baixo ou grande risco, risco é risco! Tem que ser analisado, tem que ser previsto principalmente quando à exposição estão vidas humanas que no caso presente parece já estar perto de quatrocentos ou quinhentos ditos desaparecidos. Hão sempre dizer que acidente não se pode prever. Acho que pode. Prevenimos acidentes no trânsito, prevenimos em nossas casas, prevenimos onde podemos e por que o governo não pode cuidar de exigir o máximo de atenção ao tema. Exigindo disciplinamento em cada área e cuidando para que essas grandes empresas tentem ao máximo evitar tragédias em suas atividades. As naturais não se pode prever e até podem, mas as que dependem das obras do homem, essas sim, têm que ser fiscalizadas e preservadas. De barragem em barragem lá se vão nossos semelhantes. Vamos pensar, por favor!

DESTACÔMETRO

alberto cabÚs

O destaque vai para o amigo Alberto Cabús, vice-presidente da Federação das Indústrias e presidente do Grupo Fika Frio pela sua constante atuação em todas áreas fazendo sempre valer os seus valores morais.

PÍLULAS DO OUVIDOR

Meus sinceros sentimentos e meu abraço à Gigi Aciolly, Isabelly e Bruna pelo falecimento do amigo Vasconcellos De Matteo que ocorreu na última sexta-feira após um período de intensa enfermidade. Vasconcellos foi um grande homem do jornalismo e da publicidade.

O Tribunal de Justiça de Alagoas, através de seu presidente Tutmés Airan ofereceu ao presidente do Tribunal de Contas, Otávio Lessa, o seu sistema de controle de processos o que demonstra perfeita harmonia entre as instituições.

Bom deixar claro que isto representará uma enorme economia para o TCE-AL, não só com o propósito do projeto de eliminar papéis e diminuir a burocracia como da ausência de custo nesta cessão que será feita pelo TJ.

A propósito de TCE-AL e já na condição de Diretor de Comunicação estamos preparando um programa para a TV Cidadã que vai se denominar “O povo e o Tribunal” para aproximar aquela instituição da sociedade de um modo geral.

Os médicos brasileiros formados no exterior e estrangeiros aptos a participarem do programa Mais Médicos têm nova data para selecionar os municípios que ainda possuem vagas abertas. Os dias 7 e 8 de fevereiro.

A Escola Sesi Cambona já foi premiada. Com o projeto EcoSururu, que consiste na produção de telhas a partir das cascas de sururu descartadas pela comunidade ribeirinha do entorno da Lagoa Mundaú.

E  com embalagens pet, a unidade escolar do Sesi conquistou o prêmio Inovação em Economia Circular, na categoria Iniciativa Privada, organizado pelo Projeto Maceió Mais Inclusiva.

“Não adianta deixar nada por escrito. No momento em que for comprovada a morte encefálica e o familiar não autorizar, os médicos não podem fazer nada. É preciso acatar a decisão”. Triste, com tanta gente precisando de órgãos para viver.

Ou o Ceará acaba com os bandidos ou os bandidos acabam com o Ceará. Que tipo de solução estão procurando por lá, não sei. Apenas que não se pode permitir que os bandidos deem as cartas. 

notÁveis

Mais uma vez fui honrado por Carlito Lima (foto) e pelo público votante para receber o Prêmio Notáveis da Cultura Alagoana e desta vez com a escolha do Bartpapo como o melhor programa de entrevistas da televisão. Obrigado a todos.

ABRAÇOS IMPRESSOS

alfredo breda 2

Os abraços impressos vão para Alfredo Breda, presidente do SINDUSCON e que vem comandando um belo trabalho de recuperação da construção civil no estado de Alagoas.

 

A próxima vítima

Geoberto Espírito Santo
Personal Energy da GES Consultoria, Engenharia e Serviços

(Artigo publicado em 18/11/1995, encontrado na página 289 do livro ESPÍRITO CIDADÃO)
“Quando o povo começa a raciocinar, é porque já está tudo perdido” VOLTAIRE

A imprensa alagoana tem trazido ultimamente uma série de matérias
envolvendo a Companhia Energética de Alagoas (CEAL). Coincidentemente, tais
fatos sempre ocorrem nas proximidades das negociações dos Acordos Coletivos de
Trabalho, além de pequenos comentários avulsos, sem definição de responsabilidade,
geralmente colocados com intenções subliminares. Para nós, educadores e analistas
dos caminhos da energia, as informações e fofocas têm sido de fundamental
importância para o trabalho universitário e para o processo de cidadania que somos
obrigados a participar. Na condição de sermos um pouco mais curiosos sobre o
assunto que a média da sociedade como um todo, o material da imprensa tem sido
farto para a análise dos vários ângulos da questão energética e seus enlaces entre o
físico e o antropológico, entre o social e o político, entre o técnico e o sistema de
poder que a permeia. Uma das maneiras de devolvermos à sociedade o investimento
que ela fez na nossa formação é a avaliação racional da questão para que os
consumidores, razão da existência das empresas, possam concluir sobre os custos e os
serviços que lhes são prestados.
A CEAL apresenta mensalmente uma despesa maior que a receita líquida de
R$ 8 milhões. Se a folha de pessoal é 53% da receita e a energia comprada à CHESF
representa 40%, não é possível administrá-la, sem déficit, com os R$ 560 mil
restantes. Se a CEAL vale hoje R$ 160 milhões e deve R$ 208 milhões, está com o
passivo à descoberto e, contabilmente, não pertence mais aos seus atuais acionistas.
Sendo a Eletrobrás, incluindo CHESF, credores de R$ 135 milhões, considerando a
nova política do Governo Federal de não mais transferir o custo da ineficiência para
as tarifas e a orientação da união em não aumentar a sua participação acionária nas
empresas, podemos citar algumas opções para a CEAL.
A primeira, com o Governo de Alagoas honrando o débito. Essa hipótese nos
parece muito difícil pela situação do Estado, sem recursos até para pagar salários em
dia. Além do mais já fez um encontro de contas da ordem de R$ 88 milhões,
abatendo seus débitos passados com valores do ICMS outrora retidos pela CEAL. A
segunda opção seria se a Eletrobrás e a CHESF assumissem as dividas como
participação acionária. Neste caso, se o Governo privatizar a CHESF, por tabela leva
também a CEAL. A terceira opção, via empréstimo bancário, é preciso que o
banqueiro deseje ser dono de uma concessionária de eletricidade porque os balancetes
contábeis não recomendam a operação depois de 8 anos de prejuízos contínuos.
A quarta alternativa seria não pagar à CHESF, o que acarretaria bloqueio de
contas, não pagamento dos salários, greve, interrupção do faturamento e intervenção.
A quinta hipótese é a intervenção pura e simples do Poder Concedente, sob
argumento da CEAL não ter conseguido o equilíbrio econômico-financeiro
necessário para a prestação de um serviço satisfatório. Intervém, saneia e privatiza. A

sexta alternativa é o Estado de Alagoas vender parte das ações para empresários, com
o Grupo Eletrobrás assumindo a maior participação acionária. A CEAL teria ainda
maioria estatal até que a holding do setor elétrico também venda suas ações para a
iniciativa privada. A sétima hipótese é a privatização direta pelo Governo de Alagoas,
vendendo suas ações. Ao que nos parece, a última alternativa é reduzir custos de
pessoal e despesas gerais, aumentar o faturamento e demonstrar capacidade de
pagamento da dívida em 23 anos, se os credores aceitarem esse tempo elástico.
Como uma empresa que detinha um monopólio, consumo compulsório,
comprava um produto a R$ 20 por MWh e vendia por R$ 66 chegou a esta situação é
a pergunta que fica para grandes debates que podem ser promovidos pela UFAL.
Enquanto isso, os verdadeiros responsáveis passeiam impunemente pelas ruas, são até
administrativamente promovidos e enaltecidos nos mais diversos fóruns e na mídia.

PS. Posta à venda, ninguém quis comprar a CEAL e assim foi federalizada em 1998,
passando a se chamar Eletrobras Distribuição Alagoas. Desde esse ano até hoje, a
Eletrobras aportou R$ 2,6 bi. Nos últimos cinco anos endividou-se R$ 210 mi/ano.
Em junho 2015 perdeu a concessão e voltou a ser chamada de CEAL, ficando como
uma prestadora de serviço até que fosse privatizada. Em 2017, registrou perdas totais
(técnicas+comerciais) de 23,31% e foi a penúltima no ranking da continuidade do
serviço, num total de 33 distribuidoras acompanhadas pela ANEEL. Vários embates
político-ideológico-jurídicos evitaram anteriormente a sua privatização e pela
legislação atual seria liquidada em 31 de dezembro de 2018. Foi finalmente
arrematada pela Equatorial Energia em 28 de dezembro de 2018, na B3, Bolsa de
Valores de São Paulo, por um valor simbólico de R$ 50 mil, nas seguintes condições:
Patrimônio Líquido Negativo = R$ 546 milhões (valor do aporte de capital feito)
Prejuízo acumulado nos últimos 5 anos = R$ 1,2 bilhões
Número de clientes = 1.117.108
Mercado = 3.307.138 MWh
Número de empregados = 1.200
Salário médio = R$ 9.308,00
Passivo de Longo Prazo = R$ 1,88 bilhão
Investimento a ser feito nos próximos 5 anos = R$ 837 milhões
Flexibilização tarifária (índice custos operacionais, perdas técnicas e empréstimos da
Reserva Global de Reversão) = 45,47%
Índice combinado da flexibilização tarifária e outorga = Zero, sem deságio
Reflexo final na redução tarifária = 4,7%

 

Ouvidor Geral 31-12-2018

faixa presidencial

NINGUÉM CONHECE O NOVO

E o novo ano vem realmente novo para nós brasileiros uma vez que estaremos vivendo um novo comando na nação e de alguém absolutamente calouro na missão. Por mais que seja uma pessoa com 28 anos de vida legislativa só o conheceremos no comando da nação quando estiver carregando a enorme carga de ser presidente de todos os brasileiros. Ele chega com grandes propostas e o primeiro desafio é exatamente o de precisar administrar cisões uma vez que veio de uma campanha e de uma eleição absolutamente acirradas. É esse acirramento que precisa ficar pra trás entre todos os brasileiros que precisam pensar no destino deste grande país e apoiar com críticas, com oposições honestas e produtivas o homem que será o presidente de todos nós. O nome de nossa aposta precisa ser Brasil. É nele, Brasil, que precisamos acreditar, confiar e amar. Não se pode apostar no fracasso de um presidente só porque não esteve entre os preferidos de alguns. Ou de muitos. Agora, a cara da campanha tem que ficar pra trás. A face do Brasil é a que vale. Fosse outro candidato o ganhador e estaríamos colocando aqui a mesma teoria. O Brasil vive um período profundamente difícil e necessita de garra, de decência e de honestidade nos homens que o governarão. O respeito à constituição, aos nossos símbolos pátrios mas, sobretudo, o respeito que devemos nutrir uns com os outros. Somos todos brasileiros, filhos da mesma nação e dela e por ela é que precisamos viver e apostar. O mais será pura especulação. Vamos acreditar no novo porque o velho já está acabando. Viva 2019!

DESTACÔMETRO

OTÁVIO LESSA 4.jpg

O destaque, sem dúvida, neste princípio de 2019 vai para o Conselheiro do Tribunal de Contas, Otávio Lessa que por mais uma vez foi eleito por unanimidade presidente daquela instituição  a que estará à frente nos próximos dois anos com boas e produtivas idéias.

PÍLULAS DO OUVIDOR

Nesta eleição para o Tribunal de Contas os demais cargos foram ocupados da seguinte maneira: Vice-presidente – Rosa Albuquerque, Corregedora – Maria Cleide, Ouvidor Geral – Rodrigo Cavalcante e Diretor da Escola de Contas – Anselmo Brito.

A posse protocolar no Tribunal de Contas acontece nesta segunda-feira, 10 horas da manhã apenas para assinatura dos livros já que o novo Corpo Diretivo deverá estar devidamente atuante a partir de terça, dia 1o de fevereiro.

O presidente Bolsonaro e governadores dos estados tomam posse neste dia 1 de janeiro dando início a um novo ciclo na política e na administração brasileira. Muito jogo de cintura e muita conversa devem fazer parte das novas ações.

Os que estão na reeleição como é o caso do governador Renan Filho precisam se preocupar em não deixarem valer o credo popular que afirma que segundo governo é sempre o pior. Não é e não precisa ser.

A propósito de Alagoas neste ítem muita gente está com as barbas de molho esperando para ver quem continua e quem sobra no secretariado do segundo governo alagoano. As composições foram feitas e o governador vai respeitar.

Enquanto isso, o prefeito Ruy Palmeira está rindo a toa com os 70 milhões do empréstimo que vão entrar nos cofres da Prefeitura de Maceió. Vamos esperar para ver como vai ser a aplicação desses recursos porque o sucessor vai pagar a dívida.

Se for para infra-estrutura e sobretudo para saneamento básico estaremos daqui batendo palmas. A propósito disso, já que o Reginaldo e o Salgadinho estão mortos é bom que o prefeito ouça os que têm solução alternativa.   

Mas o prefeito deu uma dentro e de primeira categoria ao nomear a brilhante profissional do jornalismo que é Eliane Aquino para o cargo de Secretária Municipal de Comunicação. Eliane sabe das coisas.

O fato é que o ano de 2019 será de grandes desafios, os quadros mudaram em vários pontos do país, o desconhecido será a tônica do ano em vários estados e no governo federal e o Brasil torce para ser beneficiado com boas administrações.

SARA FORTES E ROCHA

Essa jovem menina de 16 anos, Sara Fortes (foto) é uma campeã com quase duzentas medalhas na arte do hipismo. Domina o esporte em São Paulo. Ao lado dela seu tio Rocha, um ás na vaquejada da qual Sara também já participa.

ABRAÇOS IMPRESSOS

OSMAN E GERALDO BENSON

Os abraços impressos vão para dois grandes artistas: Osman, que andava afastado dos palcos e agora está de volta e o grande violonista, Geraldo Benson. Vale a pena vê-los e ouvi-los.

  

Ouvidor Geral 31-12-2018

faixa presidencial

NINGUÉM CONHECE O NOVO

E o novo ano vem realmente novo para nós brasileiros uma vez que estaremos vivendo um novo comando na nação e de alguém absolutamente calouro na missão. Por mais que seja uma pessoa com 28 anos de vida legislativa só o conheceremos no comando da nação quando estiver carregando a enorme carga de ser presidente de todos os brasileiros. Ele chega com grandes propostas e o primeiro desafio é exatamente o de precisar administrar cisões uma vez que veio de uma campanha e de uma eleição absolutamente acirradas. É esse acirramento que precisa ficar pra trás entre todos os brasileiros que precisam pensar no destino deste grande país e apoiar com críticas, com oposições honestas e produtivas o homem que será o presidente de todos nós. O nome de nossa aposta precisa ser Brasil. É nele, Brasil, que precisamos acreditar, confiar e amar. Não se pode apostar no fracasso de um presidente só porque não esteve entre os preferidos de alguns. Ou de muitos. Agora, a cara da campanha tem que ficar pra trás. A face do Brasil é a que vale. Fosse outro candidato o ganhador e estaríamos colocando aqui a mesma teoria. O Brasil vive um período profundamente difícil e necessita de garra, de decência e de honestidade nos homens que o governarão. O respeito à constituição, aos nossos símbolos pátrios mas, sobretudo, o respeito que devemos nutrir uns com os outros. Somos todos brasileiros, filhos da mesma nação e dela e por ela é que precisamos viver e apostar. O mais será pura especulação. Vamos acreditar no novo porque o velho já está acabando. Viva 2019!

DESTACÔMETRO

O destaque, sem dúvida, neste princípio de 2019 vai para o Conselheiro do Tribunal de Contas, Otávio Lessa que por mais uma vez foi eleito por unanimidade presidente daquela instituição  a que estará à frente nos próximos dois anos com boas e produtivas idéias.

PÍLULAS DO OUVIDOR

Nesta eleição para o Tribunal de Contas os demais cargos foram ocupados da seguinte maneira: Vice-presidente – Rosa Albuquerque, Corregedora – Maria Cleide, Ouvidor Geral – Rodrigo Cavalcante e Diretor da Escola de Contas – Anselmo Brito.

A posse protocolar no Tribunal de Contas acontece nesta segunda-feira, 10 horas da manhã apenas para assinatura dos livros já que o novo Corpo Diretivo deverá estar devidamente atuante a partir de terça, dia 1o de fevereiro.

O presidente Bolsonaro e governadores dos estados tomam posse neste dia 1 de janeiro dando início a um novo ciclo na política e na administração brasileira. Muito jogo de cintura e muita conversa devem fazer parte das novas ações.

Os que estão na reeleição como é o caso do governador Renan Filho precisam se preocupar em não deixarem valer o credo popular que afirma que segundo governo é sempre o pior. Não é e não precisa ser.

A propósito de Alagoas neste ítem muita gente está com as barbas de molho esperando para ver quem continua e quem sobra no secretariado do segundo governo alagoano. As composições foram feitas e o governador vai respeitar.

Enquanto isso, o prefeito Ruy Palmeira está rindo a toa com os 70 milhões do empréstimo que vão entrar nos cofres da Prefeitura de Maceió. Vamos esperar para ver como vai ser a aplicação desses recursos porque o sucessor vai pagar a dívida.

Se for para infra-estrutura e sobretudo para saneamento básico estaremos daqui batendo palmas. A propósito disso, já que o Reginaldo e o Salgadinho estão mortos é bom que o prefeito ouça os que têm solução alternativa.   

Mas o prefeito deu uma dentro e de primeira categoria ao nomear a brilhante profissional do jornalismo que é Eliane Aquino para o cargo de Secretária Municipal de Comunicação. Eliane sabe das coisas.

O fato é que o ano de 2019 será de grandes desafios, os quadros mudaram em vários pontos do país, o desconhecido será a tônica do ano em vários estados e no governo federal e o Brasil torce para ser beneficiado com boas administrações.

SARA FORTES E ROCHA

Essa jovem menina de 16 anos, Sara Fortes (foto) é uma campeã com quase duzentas medalhas na arte do hipismo. Domina o esporte em São Paulo. Ao lado dela seu tio Rocha, um ás na vaquejada da qual Sara também já participa.

ABRAÇOS IMPRESSOS

OSMAN E GERALDO BENSON

Os abraços impressos vão para dois grandes artistas: Osman, que andava afastado dos palcos e agora está de volta e o grande violonista, Geraldo Benson. Vale a pena vê-los e ouvi-los.

  

…que a própria razão desconhece.

CACÁ 3

Parafraseando a famosa “O coração tem razões que a própria razão desconhece” ficamos de queixo caído ao sabermos que o grande administrador Carlos Antônio Gouveia – o Cacá – havia sido demitido da presidência do Detran-Al. É óbvio que a razão desconhece as razões que levaram o governador a demitir um servidor de alto nível que conseguiu nos últimos quatro anos mudar inteiramente a cara, o corpo e alma daquela repartição que sempre fora alvo das maiores críticas, de muitas e muitas irregularidades e que encontrou, primeiramente no desembargador Sapucaia e depois em Cacá a disposição de fazer valer personalidades de respeito, de competência e, sobretudo, decência. Num dos últimos atos que vivenciei com Cacá foi durante a confusão das “cinquentinha” e me chegou uma denúncia de que uma atendente estava recebendo mal os interessados no assunto. Falei com ele à noite e no dia seguinte ele tomava a providência de transferir os “cinquentinhas” para o salão nobre do Detran com direito à ar condicionado, água e cafezinho. Cacá é assim. Não deixa para amanhã o que pode fazer hoje. É rápido, inteligente no raciocínio e não se deixa levar por propostas que não se coadunem com a retidão do seu caráter. Não foi a toa que ele foi guindado a vice-presidente da Associação dos Detrans e que tão bem se houve no Conselho Estadual de Segurança. Mas, que venha outro com o mesmo caráter. O governador Renan filho deve ter seus motivos, quem sabe até uma nova missão para o nosso Cacá. Fica o registro para que não se deixe escapar na poeira dos palácios a memória viva de quem merece ser memorado. E feliz Natal, amigo!

Ouvidor Geral 10-12-2018

Riacho Salgadinho

                                         O REGINALDO MORREU

Aceite. Admita. O Reginaldo morreu. Não sou eu quem diz, mas uma série de técnicos em meio ambiente que reconhecem a morte do Reginaldo e do Salgadinho. Não há como recuperar um riacho morto na nascente sem a menor possibilidade de renascimento. Fizemos um “Almoçando com a Notícia” com uma série de técnicos liderados pelo competente consultor ambiental Alder Flores e seguido por gente do top de um Alfredo Breda do Sinduscon, Ermi Ferrari do IMA, Gustavo Carvalho da Secretaria de Meio Ambiente e Ismar Macário da Unit. Todos unânimes em seguir a teoria de que não há salvação. A solução está em se levar o esgotamento sanitário que por ali vem para o emissário submarino, cobrir o ex-rio e fazer um belo trabalho de reurbanização da área. Os dejetos levados para o emissário e, obviamente nada mais desaguando nas águas do mar. Um senhor projeto viável que viria a favorecer a população, a construção civil, ao meio ambiente e finalmente ao lindo mar da praia da avenida. E mais força ganha este projeto na medida em que também já está provado que a balneabilidade existe em toda a orla e apenas naquela foz ela se ausenta. O assunto “vale do Reginaldo” perdeu a força e parece que todos se convenceram de que não há solução. A bandeira está levantada e todos querem empunhá-la. Em frente, pois. Porque o Reginaldo morreu mas sua memória pode ressuscitar através do mais perfeito projeto de saneamento  e de reurbanização daquela área. Alô prefeito e alô governador.

 DESTACÔMETRO

HARON CAVALCANTE

O destaque da semana vai para o Capitão de Fragata Haron Cavalcante, o nosso Capitão dos Portos. Esta é a Semana da Marinha comemorada em todo o Brasil e aqui também começa a Operação Verão encetada pela Capitania em todo o estado.

 PÍLULAS DO OUVIDOR

A propósito de ir “al mare” é preciso entender que, assim como nas ruas, o piloto tem que estar habilitado com a carteira de “arraes amador” que o permite estar no comando de pequenas embarcações e “jet skys”. Vale por 10 anos.

Conseguir a carteira náutica envolve muito pouco com um exame rápido  e pequenas aulas práticas ao cabo dos quais ela será expedida e deixará o novo piloto muito mais tranquilo para gozar as delícias do mar. Ou das lagoas, claro!

Outro aspecto interessante e que mostra a similaridade com o motorista de carros é que também existe uma Lei Seca que impede que os pilotos manobrem suas embarcações ingerindo álcool. E o crime também é punido.

A chuva andou caindo no sertão, o que é muito bom. Só não precisava querer matar saudades com tanta ganância já que em Delmiro Gouveia, por exemplo, ela chegou como tempestade e cuspindo granizo por todos os lados.

No próximo sábado, dia 15, ainda que não seja um dia útil, vai ocorrer a eleição do novo corpo diretivo do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas. Concorrem à presidência a atual, Rosa Albuquerque  e  o Conselheiro Otávio Lessa.

Paralelamente serão preenchidos também por voto os cargos de Diretor da Escola de Contas, Ouvidor Geral, Corregedor Geral e, claro, vice-presidente. As coisas estão acirradas e, com um mundo novo no país a importância dos TCEs é óbvia.

Dois por cento dos contribuintes do Imposto de Renda caíram na malha fina da Receita Federal. Não quer dizer que todos estarão punidos ou errados. Acertar as contas com o leão é muito mais simples do que se imagina. Só não pode ignorar.

O Grupo de Teatro Cena Livre promoverá aula grátis de teatro para pessoas a partir de 15 anos com ou sem experiência e será ministrada pelos atores alagoanos Mauro Braga e Ana Sofia. 12 de dezembro, 19h no Espaço Cultural Linda Mascarenhas.

Segundo publicação do Noticias da TV, o Globo decidiu afastar Gloria Pires da TV durante dois anos. A emissora quer que a atriz, um dos principais nomes de seu elenco, chegue a 2020 com a imagem descansada. Será? 

CICERO E GERALDO

Recebemos no Bartpapo o ex-prefeito e deputado federal Cícero Almeida (foto) que deitou falação sobre seus mandatos e sobre as acusações que o indicam como se estivesse com o mandato cassado. É preciso ouvi-lo e entendê-lo bem.

ABRAÇOS IMPRESSOS

RAFAEL

Os abraços vão para o amigo Rafael Brito, secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo do Estado de Alagoas. Os nossos cumprimentos a todos os que fazem a pasta sob a sua batuta pelos números avançados que estão alcançando.

Ouvidor Geral 03-12-2018

PENSANDO DINHEIRO

                                              TUDO POR DINHEIRO

É bom? É. Move o mundo? Move. E como se diz no ditado popular “não traz felicidade mas ajuda pra caramba”! No entanto, nem tudo se faz com dinheiro e nem tudo na vida coloca o dinheiro na frente. Existem valores que não se depositam em bancos, que não produzem os juros que conhecemos, mas que rendem muito mais se bem aplicados no seio da sociedade. Os valores morais, por exemplo, aqueles que trouxemos de berço como a educação com as pessoas; o respeito aos semelhantes, o fazer algum tipo de ação que vise o bem dos que o cercam e, sobretudo a aplicação constante na crença múltipla, na certeza de que o diálogo traz benefícios, que o estudo o faz crescer, que o convívio sadio com as pessoas o beneficia extremamente e que o dinheiro…ah…o dinheiro… este poderá chegar com muito mais rapidez se os dogmas acima forem aceitos. Mas para obtê-lo é preciso um esforço bastante diferente dos que o querem fácil e às custas de atitudes vis, de desprezo pelo ser humano, de degradação de cargos e posições e de total desrespeito pela dignidade. O caminho correto chegando ou não ao dinheiro é acreditar em si próprio e usar seus valores como forma de riqueza que levará seu nome para outras gerações por mais humilde que ele seja. E a melhor maneira da vida é saber dividir o joio do trigo buscando metas em uma vida limpa e decente. Os jornais estão hoje repletos de importantes prisões, de vergonhas nunca imaginadas e de quedas vertiginosas de falsos mitos. Não quero ser um deles. Não vou seguir o tudo. Muito menos o “tudo por dinheiro”.

DESTACÔMETRO

MÃE NEIDE

                    O destaque da semana vai para Neide Oyá Oxum, a conhecida “alorixá” e “mãe de santo”, Mãe Neide. Ela que com seu restaurante Baobá lidera a Serra da Barriga e faz um enorme esforço para que os turistas estejam sempre presentes ao lugar sagrado de Zumbi dos Palmares.

 PILULAS DO OUVIDOR

Estamos no limite do pagamento da primeira parcela do 13o salário deste ano. Uma injeção de dinheiro que vai movimentar a economia e dar também mais prazer aos consumidores que podem comprar mais ou pagar dívidas. É bom!

Novembro Azul acabou e muitas campanhas foram realizadas para reforçar a necessidade de os homens acima dos 40 anos estarem fazendo o famoso exame de próstata que, se estiver cancerígeno mata e muito.

15 de dezembro vai marcar o dia em que o Tribunal de Contas de Alagoas terá eleição para escolher dentre os conselheiros o seu presidente, vice e etc. Já inscritas a chapa da atual presidente, Rosa Albuquerque e a de Otávio Lessa, ex-presidente.

Essa questão do indulto presidencial e que precisa ser bem esclarecida indulta gente que nem se poderia pensar em ver soltos num momento como o que atravessa o país. Os corruptos podem ficar livres e a desmoralização acesa.

Campanha a ser feita contra as letras dos médicos, de um modo geral. Garranchos que ininteligíveis por pacientes e por farmacêuticos podem ocasionar danos irreparáveis com gente tomando remédio que não foi receitado.

Apesar de não ser grande aficionado de torcidas por clubes de futebol tenho que reconhecer que o trabalho realizado pelo CSA para voltar, 31 anos depois à Série A do Brasileirão foi notável. Parabéns a todos e o desejo de vê-lo brilhar em 2019.     

Convidei o meu querido amigo, excelente cantor e compositor, o misto de baiano com alagoano, Igbonan Rocha para convidar os meus entrevistados do Bartpapo durante a última semana. Muito bom e como ele diz: “se for mais é festa”.

Ele próprio, Igbonan, foi meu entrevistado no Bartpapo junto com o instrumentista André Matheus. Mostraram claramente aos telespectadores porque dão as cartas em muitas e muitas apresentações musicais de estilo.

Uma das convidadas que mostrou sabedoria, inteligência e posicionamento diante do racismo ainda existente no Brasil foi a jornalista Valdice Gomes, diretora do Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô – que quer dizer liberdade.

CLÉBIO ARAUJO

O professor e ex-reitor da UNEAL, Cléber Araújo (foto) esteve também no Bartpapo e deu uma verdadeira aula sobre africanismo, escravidão e influência negra no território brasileiro. Brasil que é o país mais miscigenado do mundo.

ABRAÇOS IMPRESSOS

CORAL AFRO

E por falar em show encerrando os especiais que fizemos sobre a “Consciência negra” recebemos o maestro Jailson Natividade do Grupo Coral Afro-Ameríndio com parte do seu contingente. Um encerramento de primeira.

Ouvidor Geral 26-11-2018

A  NOSSA FÓRMULA DA EMPREGABILIDADE

                             Num país de grandes extensões territoriais como o Brasil e com uma demografia absolutamente variada dependendo da região, a empregabilidade torna-se cada vez mais difícil de ser administrada se os parâmetros atuais forem mantidos. Até porque nos mais de cinco mil municípios a grande maioria deles não tem atividade econômica suficiente para manter as famílias sem que haja a migração para centros maiores e mais produtivos. O que, sem dúvida alguma gera uma concentração que incha as cidades receptivas.

Quem assistiu aos debates durante a campanha presidencial verificou que nenhum dos candidatos apresentou fórmulas capazes de resolver o problema de desemprego, hoje chegando à casa dos 14 milhões, sem contar que existem pessoas totalmente inativas e que poderiam estar ativas contribuindo para uma mudança na economia do país.

Nossa fórmula assusta pela simplicidade porque busca no povo, de um modo geral, a produtividade que o Brasil precisa para mudar totalmente sua situação atual sem depender de investimentos externos ou de implantação de grandes indústrias que, diga-se de passagem, empregam muito pouco diante da necessidade da população brasileira.

Vamos à ela: Primeiro, o governo federal com a participação dos estados e dos municípios traçará um mapa vocacional de todo o país para que fiquem definidas as áreas mais factíveis de implantação. Após é criado um grande organismo nacional que será o responsável pelo estímulo, orientação, fiscalização e impulso do sistema cooperativista e associativista em todos os rincões do país proporcionando capacitação e qualificação para produção, aperfeiçoamento de produtos e serviços, além de em determinados casos toda a questão de distribuição e logística.

Este organismo a que nos referimos será assessorado pelos estados e municípios que estarão também envolvidos na maximização do projeto. Para que se tenha uma noção da grandiosidade e da rapidez de sua implantação o trabalho será feito com base no mapa vocacional que definirá para cada local que tipo ou tipos de negócios poderão ser desenvolvidos em coletividade. Com isso cria-se um imenso sistema que obviamente só poderia ser detalhado na elaboração de um também grande e objetivo plano de trabalho.

Na certeza de que todos os municípios do país poderão ser envolvidos e para os quais o projeto ganha um sonho, sem utopia, que é o da fixação das famílias aos seus lugares de origem.

Como observação final, independente de ser um plano nacional, o projeto pode também ser considerado para cada uma das administrações estaduais. Coragem e vontade política é o que falta.

DESTACÔMETRO

SANDRA ZIMPEL

O destaque vai para a educadora Sandra Zimpel que exerce a importante função de Coordenadora de Extensão do Cesmac. Sua competência ficou bem exposta quando falou por duas vezes no nosso Almoçando com a Notícia.

PÍLULAS DO OUVIDOR

Pode até ser que aconteça mas não acredito que o novo governo tenha a coragem de mexer na Petrobrás em termos de privatização ainda que parcial. Um orgulho do país tem mais é que ser totalmente recuperada e manter o “petróleo é nosso”.

Depois de Sérgio Moro a Lava Jato já cumpriu 17 dos 22 mandados de prisão previstos nos inquéritos abertos. Quem pensava que a coisa ia esfriar pegou uma juíza que não é de se desprezar e até muito pelo contrário.

O Rio de Janeiro é realmente uma cidade sitiada por traficantes e bandidos de todo o tipo. As ruas e avenidas, das mais importantes às mais pobres são sempre o trajeto dos bandidos em busca do dinheiro fácil. Cadê o exército?

Sem querer jogar ou apostar antes do tempo, mas temos que reconhecer que o ministério que vem sendo anunciado por Bolsonaro é formado por excelência técnica e os nomes comprovadamente podem compor uma equipe de peso.

Essa história de Black Friday, principalmente no Brasil é uma grande piada porque os preços praticados nos parecem muito manipulados com subidas imprevistas – kkkk – para descidas previstas. Um tremendo engodo, com exceções.

Nos Estados Unidos onde a fiscalização é bem maior e a seriedade também, a Black Friday de lá já prevê um consumo de 700 bilhões de dólares durante o evento. Isso é fantástico e sempre influencia na economia do país.

Mas por falar em Estados Unidos essa questão natural dos incêndios na região da Califórnia é um problema muito sério já que afeta moradores de todos os níveis. Se a coisa continuar assim a tendência das áreas nobres será de desertificação.

Os gestores federais, estaduais e municipais de saúde já têm disponível um novo local que centralizará diversas fontes de informações relevantes para o planejamento das ações no setor. Trata-se da plataforma DigiSUS Gestor.

Penedo será palco, mais uma vez, do maior evento de cinema de Alagoas. O Circuito Penedo de Cinema começa nesta segunda (26), com oficinas, palestras e exibições gratuitas de filmes. A programação segue até o dia 2 de dezembro. 

PAULO BEZERRA E RUTH FREITAS

Meus queridos amigos Paulo Bezerra e Ruth Freitas (foto). ele superintendente da Vigilância Sanitária de Alagoas e ela educadora e escritora estão aproveitando muito bem uma bela viagem pelos caminhos do Cristo. Jerusalém e outros mais.  

 ABRAÇOS IMPRESSOS

FRED E CLEO

Meu abraços vão para o meu filho Fred Teixeira da Câmara e Cléo, minha nora, pela bela curtição que fizeram pela Europa. Na foto em Roma. E a ele os parabéns por ter assumido a midia da Ampla, famosa agência de propaganda do Recife,