Categoria: Sem categoria

Ouvidor Geral 23-09-2019

                                        A INDEPENDÊNCIA DAS MULHERES

Não foi propriamente um grito de independência ou morte nem elas precisaram subir em cavalos, desembainhar espadas ou coisa parecida. Mas tem sido uma revolução social da maior importância o crescimento das mulheres na sociedade produtiva deste país. Além do mais, os depoimentos são uma constante com o reconhecimento de que elas são mais ativas, mais persistentes e, sobretudo, mais transparentes nas causas que enfrentam. Claro que, da mesma forma que sou contra cotas raciais e quaisquer outras diferenças oficiais, sou também contra a aplicação de leis que as coloquem em posição discriminatória perante o país ou até perante os homens. O que interessa de fato é que sejam reconhecidas definitivamente como absolutamente iguais civicamente. No entanto, aí fica o grande apelo dos homens, elas não podem e não devem perder a feminilidade, o romance, a lágrima certa na hora certa. Não podem deixar de lado o “glamour”, a atração e a vaidade que as fazem, aí sim, completamente diferentes de nós, homens. Precisamos delas no desenvolvimento do país, na luta pelas conquistas políticas e econômicas, mas o lado totalmente mulher precisa ser cada vez mais crescente para o bem de todos e felicidade geral da nação. E, assim, viva a independência das mulheres.

DESTACÔMETRO

DJALMA MELLO

O destaque vai para o assumido maratonista e corredor por convicção, Djalma Mello que, agora, dia 28 estará promovendo na Avenida da Paz mais uma Corrida Djalma Mello. Vale a pena conferir.

PÍLULAS DO OUVIDOR

Como tenho a oportunidade nos meus programas de televisão de apresentar talentos incríveis fico a me perguntar o que acontece com Alagoas que não dá o devido valor a seus valores como o faz a Bahia, por exemplo.

Por que não se promove mais a música alagoana e não se dá valor a quem tem provocando a chegada de nossos compositores, intérpretes, cantores e cantoras a outros rincões levando a bandeira do estado onde for possível?

Acho que é chegada a hora das autoridades de cultura em parceria com as de turismo entenderem que a música é uma grande fonte de divulgação dos lugares onde ela nasce. E, insisto, a Bahia está aí para dizer.

Não só a Bahia, mas Pernambuco e Paraíba, isto só falando em estados do nordeste brasileiro. Estados que valorizam seus artistas e os colocam na linha de frente a dizerem e repetirem porque se ufanam de serem pernambucanos, paraibanos e…

A propósito disto estive mexendo nos meus CDs e DVDs recebidos de tantos artistas de todo o Brasil e pude ver o quanto de alagoanos fazem parte de minha coleção. Gente da melhor categoria esquecida nas prateleiras de outros.

Nos últimos 90 dias, o Brasil registrou 3.909 casos confirmados de sarampo no país, aumento de 85% (570 casos) em relação ao último dado divulgado (12.09). Os dados estão no novo boletim epidemiológico do Ministério da Saúde.

O Pará passou a integrar a lista de 16 estados com transmissão ativa da doença, totalizando agora 17. O Ministério da Saúde liberou, nesta semana, um total de R$ 10,5 milhões para os estados com surto ativo da doença.

O senador Rodrigo Cunha se reuniu com o ministro da Educação, Abraham Weintraub, com parte da bancada de Alagoas e com a reitora da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Valéria Costa Correia. O encontro tratou dos contingenciamentos do governo à Ufal.

E o território das armas está aumentando. Da sede para todo o território rural da fazendas você já ode portar sua arma sem problema. O problema vai começar quando as armas começarem a derrubar as cercas.

SIQUEIRA E...

Quem sabe, sabe e dá show em todos os momentos. E momentos deliciosos viveram os telespectadores do Bartpapo na Band, último sábado, com a apresentação de dois grandes instrumentistas: Maestro Siqueira e Nelson Almeida (foto).

ABRAÇOS IMPRESSOS

ANTÔNIO FRAZÃO

Os abraços impressos da semana vão para o economista e escritor Antônio Frazão, que em função de seu livro”A Grande Confusão” deita falação sobre economia mundial com “reflexões panfletárias sobre ação governamental e teoria monetária.

Anúncios

Ouvidor Geral 16-09-2019

O “IMBROGLIO” ESTÁ FORMADO

Não existe uma centralização planejada de comunicação no governo federal de hoje. As coisas acontecem e as notícias se espalham sem que haja um planejamento até porque o próprio presidente, centralizador e rebelde, consciente ou inconscientemente, insufla as informações erradas já que ele próprio usa o twitter e as próprias entrevistas diretas com os repórteres sem uma avaliação profissional do que diz ou do que vai dizer. O resultado disto é a incoerência quando diz que vai fazer determinada coisa e mais tarde é obrigado a voltar atrás auto desdizendo. O erro é básico. Ninguém disse ao presidente que comunicação de governo é científica, tem que ser preparada e por mais que ele queira a informalidade, em momentos mais cruciantes ela não pode acontecer. Até porque faz com que os próprios ministros e auxiliares diretos percam a noção do que é para fazer, do que o chefe vai dizer e do que podem eles próprios dizerem sem gerarem tumultos e crises inadministráveis. Aí está como exemplo disto a demissão do Secretário da Receita Federal que teve como motivo ele ter falado em volta da CPMF. Mas quem disse a ele que não podia falar, que não podia opinar, que teria que ser um ‘pau mandado” em órgão tão importante da gestão nacional? Por tudo isto e mais muita coisa, a comunicação está perdida, sem rumo, sem saber o que fazer e a quem obedecer. Um verdadeiro “imbróglio” realmente está formado. Desfazer vai ser uma guerra interna sem precedentes.

DESTACÔMETRO

PLÍNIO LINS

O destaque vai para um eminente jornalista a quem admiro profundamente pela sua trajetória, por sua carreira brilhante e pela sinceridade dos seus propósitos: Plínio Lins.

PÍLULAS DO OUVIDOR

Amanhã, terça, 17 de setembro, tenho o prazer de agradecer a Deus por mais um ano de vida. São 81 bem vividos e ainda com muita garra e vontade de contribuir para o desenvolvimento e o bom relacionamento dos que me cercam. Obrigado.

Será que é bom administrar uma instituição pública com a eterna certeza da incerteza? Do se fica ou se sai de repente, da noite pro dia? Como alguém pode planejar os destinos de uma instituição com uma guilhotina na cabeça?

O governo Bolsonaro ou estilo Bolsonaro, sei lá, é exatamente assim. Quem trabalha com ele tem que saber que entra e sai do cargo por nada ou por tudo. Agora foi a vez do Secretário da Receita Federal. Quem será o próximo?

Vamos esperar para ver se com o nome de CPMF ou com o de ITF ou qualquer outro se vem o famoso imposto que derrubou o secretário, que já deu o que falar no passado e que ameaça a vida do povo brasileiro mais uma vez.

Porque assim tem sido neste governo. Um vai e volta constante nas decisões – ou serão indecisões? – deixando o leigo sem entender nada e os estudiosos tendo que estudar de novo as táticas e práticas de uma presidência. Ah…da república!

Se assim é no poder maior imaginem como ficam os governadores que, queiram ou não, na maioria das vezes precisam ser orientados pelas políticas federais e com elas completarem seus planejamentos estruturais. E aí?

Enquanto isso, os corredores estão cheios, os bastidores mais ainda e já se fala muito nas eleições do próximo ano que serão muito importantes porque pelos seus resultados passarão as de 2022 com presidente e governadores. Vamos esperar!

Hoje, emancipação política do Estado de Alagoas. Data em que se comemora a deixada de lado do Estado de Pernambuco desde 1817 quando Alagoas já se constituíra em capitania criada por Alvará naquela data.

Mas faço uma pergunta aos meus leitores: A não ser pelo esperado feriado que ocorre todo ano no dia de hoje, quantos alagoanos conhecem a história e sabem da luta para que fosse conseguida a emancipação política? Quantos?

JOÃO MARCELO 2

João Marcelo (foto) mais conhecido profissionalmente como Marcelo Câmara, “designer gráfico” de primeira linha, meu produtor na TVe meu caçula, hoje, 16 de setembro completando seus 28 anos com muito orgulho para o pai e a mãe.     

ABRAÇOS IMPRESSOS

LARISSA GLEISS E LUCAS

E os meus abraços impressos vão para esta cantora jovem e de excelente voz, Larissa Gleiss que esteve no Bartpapo, agora na Band, deixando por lá o deleite de sua voz tranquila e gostosa. Muito bem acompanhada pelo Lucas no violão.

Ouvidor Geral 09-09-2019

                                         O BRASIL AINDA É RESPEITADO

E esperemos que continue assim. Durante a realização do 42o Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação realizado nas dependências da Universidade Federal do Pará pudemos verificar isto nas mais diversas palestras que aconteceram com professores de diversos países da América do Sul. A visão de Brasil ainda é das melhores, mas no entanto há que se verificar que, em discussão sobre o papel do jornalismo na defesa de interesses democráticos ainda se imagina que a imprensa não pode realizar o seu verdadeiro papel com independência porque os jornalistas, de um modo geral, não são independentes, uma vez que na totalidade pertencem a grupos econômicos e ou políticos que ditam as normas conforme seus interesses. E foi, exatamente neste ponto que os estrangeiros começaram a valorizar o crescimento das Redes Sociais, dos jornais internéticos e das possibilidades independentes desses meios, quase que mostrando uma revolução dos e nos sistemas jornalísticos. Um dos exemplos foi dado por um professor espanhol que citou o jornal web El Confidencial como trator de uma independência a ser seguida por todo o mundo. A partir dessas discussões e de temas os mais diversos o Congresso foi desenvolvido com sucesso para os seus organizadores, a Intercom. Valeu a pena! Sobretudo por constatarmos o respeito que existe pelo jornalismo brasileiro.

DESTACÔMETRO

ANTÔNIO REMÍGIO

O destaque da semana vai para o Coordenador de Comunicação do Tribunal de Contas do Estado do Pará, Antônio Remígio, uma pessoa que nos passou competência e dinamismo invulgares. Vamos nos encontrando nos eventos da vida.

PÍLULAS DO OUVIDOR

Muito feliz com a repercussão do Convênio celebrado entre o TCE-AL e ATRICON no sentido de colocarmos a nossa TV Cidadã no universo global dos tribunais de contas de todo o país através do sistema “streaming”.

Os problemas e os “cases” de todo o país estarão sendo permutados entre os tribunais com total transparência para o público, uma vez que, com a internet o acesso a TV Cidadã se fará com tranquilidade.

Os casos de incêndios nas matas amazônicas são tratados com tristeza pelo povo do norte porque sentem na pele que podiam ter feito muito mais para evitar as queimadas, mas que politicamente o gesso impede.

A tuberculose é considerada uma das 10 principais causas de morte no mundo. No Brasil são registradas por ano cerca de 4,5 mil mortes pela doença. Apesar de ter cura, o abandono do tratamento é o principal motivo para a tuberculose ainda continuar fazendo vítimas fatais.

O tratamento é gratuito, ofertado no Sistema Único de Saúde (SUS) e dura, em média, seis meses. Apesar da melhora dos sintomas já nas primeiras semanas após início, a cura só é garantida ao final do esquema terapêutico.

Seguem abertas as inscrições para a 16ª Mostra Alagoana de Dança. O edital, lançado pela Secult visa promover e estimular a dança em seus diversos estilos. Ao todo, 40 grupos serão selecionados para participar do evento. Inscrições gratuitas até o dia 10 de setembro.

Após interferência do senador Rodrigo Cunha, foi instalada finalmente nesta quarta-feira a comissão especial do projeto de lei que buscará remédios para o superendividamento (PL 3515/2015).

O assunto estava parado há mais de dois anos na Câmara e voltou a andar graças a um pedido do senador alagoano ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia.Pelo jeito Rodrigo está sempre de olho aberto.

A indicação de Augusto Aras para a Procuradoria-Geral da República (PGR) foi bem recebida no Supremo Tribunal e no entanto foge a todas as regras anteriores uma vez que o presidente não seguiu as indicações da lista tríplice.

VER O PESO

Aproveitando horários de folga entre visitas ao TCE-PA e o 42o Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, Valtenor e eu (foto) dando uma relaxada no famoso Mercado Ver-o-Peso, uma atração turística e cultural de Belém do Pará.

ABRAÇOS IMPRESSOS

foto tce prá 2

Os abraços impressos vão para os Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado do Pará que nos receberam, a mim e a Valtenor Leôncio, com muita simpatia e muita disposição para nos inteirar dos movimentos daquela instituição.

Ouvidor Geral 02-09-2019

                          POR QUE AS PESSOAS DEVEM SER CANDIDATAS?

A primeira questão é se devem. E aí a resposta é tranqüila quando se tratar de poder e dever exercer a cidadania em toda sua plenitude. Então, se o preparo democrático estiver presente naquela pessoa, ela deve sim, aproveitá-lo para colocar o  direito de defesa da sua comunidade num lugar de destaque e que o permita levar suas idéias para a realidade da discussão e da realização. A segunda questão deve-se ao fato de que a democracia permite a alternância no poder e que cabe ao povo usá-la, sobretudo se este poder não estiver sendo bem exercido por quem já está lá. A pessoa que sentir-se preparada para defender o povo, para mostrar a este mesmo povo que tem capacidade para exercer o cargo, deve sim, candidatar-se e brigar por uma eleição saudável e promissora. E aí, as questões sucedem-se. Uma delas é a do exercício do cargo, se for eleito. É preciso brigar com e pela instituição para mudar princípios e ações que já se tornaram comuns e em outros que moralizem o cargo e as funções inerentes a ele em e sob todos os aspectos. A coragem de se fazer confiar será o grande trunfo para uma vitória. Mas, na verdade, a coisificação das eleições foi tão grande nos últimos tempos que o verdadeiro homem de bem – ou mulher, claro – não quer expor seu nome a uma possível lama. E é exatamente aí que o buraco aumenta, os sujos tomam para si a missão de governar e legislar em terreno fértil para que o anti-desenvolvimento se faça presente e para que a democracia dê lugar a uma ditadura de métodos e de princípios. Melhor que o povo se mexa e ouça melhor os possíveis candidatos já de 2020. E por que não?

DESTACÔMETRO

RICARDO SCHNEIDER

O destaque vai para o procurador do Ministério Público de Contas, Ricardo Schneider que, além de gente boa é um senhor profissional de sua área contribuindo muito para uma gestão profícua naquele MPC. Próximo sábado estará no Bartpapo da Band, 9 da manhã.

PÍLULAS DO OUVIDOR

A TV Cidadã do Tribunal de Contas, canal aberto 35.2, está lavrando um tento com os “streamings” colocados em vários sites e agora negociados para entrar em todo o Brasil nos sites dos TCs do Oiapoque ao Chuí.

O projeto resulta de convênio do TCE-AL com a ATRICON que é a Associação dos Membros de Tribunais de Contas assinado em São Paulo quando estivemos na reunião dos presidentes de Tribunais de Contas de todo o Brasil.

Com o indispensável apoio do presidente Otávio Lessa, como não poderia deixar de ser, ele e este colunista na qualidade de Diretor de Comunicação, juntos apresentamos o projeto que foi aprovado pela unanimidade dos presidentes o que passa a representar uma nacionalização da TV Cidadã.

Fala-se tanto e afinal o que é o sarampo? O sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus (Morbilivirus), que pode ser fatal, principalmente para crianças menores de cinco anos e pessoas desnutridas e imuno deprimidas.

A vacina (tríplice viral, tetra viral e dupla viral) é a única medida preventiva eficaz contra o sarampo. Os três tipos de vacinas previnem, entre ouras doenças, o sarampo e todas são ofertadas no Sistema Único de Saúde (SUS).

O II Torneio de Xadrez da Biblioteca Pública Estadual Graciliano Ramos será realizado nesta quarta-feira, 4/09. A iniciativa é promovida pelo Governo do Estado, por meio da Secult, em parceria com a Federação de Xadrez de Alagoas.

E continua a discussão sobre as queimadas na floresta amazônica e o bate-boca sem motivo entre os presidentes do Brasil e da França. Um duelo quase que sem tréguas e que não leva a nada. Só a desgastes para os dois países.

Esta semana inteira estarei em Belém do Pará para um Congresso Nacional de Comunicação e, sem dúvida, no foco dos acontecimentos e das discussões sobre a questão dos incêndios e desmatamentos. De lá mando notícias e comentários.

E a propósito, vai me acompanhando nesta viagem o meu diretor-Adjunto Valtenor Leôncio, um excepcional profissional e um ser humano de categoria o que representa ser um braço direito em nossa administração no TCE-AL.

PAULO BEZERRA

Paulo Bezerra (foto), o homem da Vigilância Sanitária, agora está fazendo preleções sobre determinados alimentos, como o leite, por exemplo. Mostrando as virtudes e os problemas caso não seja devidamente manuseado e consumido.

ABRAÇOS IMPRESSOS

CAMILA NASCIMENTO

Os abraços vão para a Camila Nascimento, analista de políticas públicas do SEBRAE e que sabe tudo sobre o MEI que este mês completa 10 anos de existência. Dará no Bartpapo uma aula completa de MEI. Próximo sábado, 9 horas, na BAND.

Ouvidor Geral – 26-08-2019

                                   BILHÕES EM DÓLARES E REAIS NO LIXO

Um lixo que fez a fortuna de muita gente que é o próprio lixo. Um lixo que deixou de acudir a muitos que poderiam ter saído de outro lixo, o da humildade, o da carência, o da pobreza para não dizer miséria. Os milhões em dólares e em reais que escoaram-se dos cofres públicos pelas mãos e pelos planos inescrupulosos dos Ali Babás do regime poderiam ter salvo vidas, poderiam ter tirado homens e mulheres das ruas, poderiam ter sido aplicados na educação de nossos meninos, poderiam ter colaborado para a construção de um Brasil melhor, mas não! Foram jogados em mãos erradas que se locupletaram do que não lhes pertencia e ajudaram este país a se afogar também na incompetência dos ladrões que nem souberam administrá-lo. Sempre fácil ver-se o que está acontecendo com eles, muito pouco aliás, quando na verdade o que não deve ser fácil é a avaliação do que não foi feito. Contabilizar os bilhões é matéria exata, mas contabilizar os prejuízos sociais é humanística e da mesma maneira que vimos os nazistas serem condenados pela eliminação de incontáveis vidas também precisamos avaliar quantas vidas foram relegadas a um segundo plano pela desonestidade, pela ineficácia, pela indecência e pela desumanidade dos traidores da pátria e de seus semelhantes. Vamos dormir hoje com esse pensamento e vamos buscar pessoas de bem que nos ajudem a todos a renovar princípios e convenções para que esse país consiga ressurgir das cinzas colocando nelas os nefastos ladrões dos bilhões de dólares e reais do povo brasileiro. Que absolutamente não é e não será lixo. E que nem se pense em acabar com as Lava-Jatos da vida.

DESTACÔMETRO

BRUNO GOES

O destaque da semana vai para um jovem que conheci pequeno e que cresceu no mundo dos negócios fazendo coisas boas que até Deus duvida. Bruno Goes está aí no mercado imobiliário de projetos especiais.

PÍLULAS DO OUVIDOR

E não é que o famoso Coronel Cavalcante está voltando para a cadeia por conta do ato que matou o Cabo Gonçalves, crime do qual ele já havia sido absolvido! Mas, como dizem que a justiça tarda mas não falha…sei lá!

Absurda também a maneira como o governo federal está levando essa questão das queimadas na floresta Amazônica. Acusando ONGs pela boca do próprio presidente e sem provas. Mas resolver a questão que seria bom, nada!

Até me parece que toda a encenação que está sendo feita pelo presidente Bolsonaro tem a ver com a retirada de toda aquela verba que era enviada pela Noruega e pela Alemanha. Afinal, perder uma ajuda importante e ficar quieto, fica ruim,  né?

A região Sudeste do Brasil viu o céu escurecido em plena tarde na última segunda-feira (19). Isso teve a contribuição dos resíduos de fumaças oriundas de queimadas no Norte e Centro-Oeste do país, podendo gerar graves problemas de saúde aos brasileiros.

Das 194 iniciativas inscritas no Prêmio Inova SUS 2019, 94 seguem para análise da equipe avaliadora. O resultado das inscrições homologadas traz os trabalhos inscritos por Secretarias Municipais e Estaduais de todo o Brasil que atenderam aos requisitos estabelecidos no Edital.

Tem gente levando porrada por não ter respeito pelo ser humano, por achar que humilhar as pessoas é um atributo de uma suposta força de um poder temporal. Esse tipo de gente vai acabar se encontrando ainda que assim, na porrada verbal.

 “Você já se perguntou por que 99,9% das pessoas não conseguem alcançar suas metas? Porque elas ficam presas em hábitos antigos. Quando você vive o dia a dia, sem modificar sua rotina, é impossível que suas metas se tornem realidade”.

E as privatizações vão começar. Não sei porque as decisões estão me parecendo de uma imaturidade profunda com as decisões por esta ou aquela empresa sem estudos mais profundos de viabilidade na privatização. Vamos ver.

Pense numa coisa que me empolga é o cooperativismo. Por isso admiro e muito a turma de jornalistas e gráficos que, um dia, não deixaram o importante jornal Tribuna fechar fundando uma cooperativa e mantendo acesa a chama até hoje.  

JOSÉ GABRIEL

José Paulo Gabriel, o presidente da JOGRAG (foto), este o nome da cooperativa com mais de cem associados esteve no Bartpapo e explicou direitinho como funciona a Tribuna Independente sob as regras do cooperativismo. Lindo demais”

ABRAÇOS IMPRESSOS

cacá gouveia

                     Os abraços de hoje vão pra o ex-dinâmico presidente do Detran-AL, Cacá Gouveia que hoje está à frente do Conselho Estadual de Segurança e do seu escritório de advocacia fazendo jus à sua fama de trabalhador pelo estado de Alagoas.

 

 

Ouvidor Geral 19-08-2019

              ALGUNS BRASILEIROS NÃO PODEM RECLAMAR DE NADA.

O brasileiro, nem todo, saqueia cargas de veículos acidentados nas estradas, estaciona nas calçadas, muitas vezes debaixo de placas proibitivas, suborna ou tenta subornar quando é pego cometendo infração, troca voto por qualquer coisa: areia, cimento, tijolo, dentadura, fala no celular enquanto dirige,trafega pela direita nos acostamentos num congestionamento, para em filas duplas, triplas em frente às escolas, viola a lei do silêncio, dirige após consumir bebida alcoólica, fura filas nos bancos, utilizando-se das mais esfarrapadas desculpas, espalha mesas, churrasqueira nas calçadas, pega atestados médicos sem estar doente, só para faltar ao trabalho, faz ”gato” de luz, de água e de TV a cabo, registra imóveis no cartório num valor abaixo do comprado, muitas vezes irrisórios, só para pagar menos impostos, compra recibo para abater na declaração do imposto de renda para pagar menos imposto, muda a cor da pele para ingressar na universidade através do sistema de cotas, quando viaja a serviço pela empresa, se o almoço custou 10 pede nota fiscal de 20, comercializa objetos doados nessas campanhas de catástrofes, estaciona em vagas exclusivas para idosos e deficientes, adultera o velocímetro do carro para vendê-lo como se fosse pouco rodado, compra produtos piratas com a plena consciência de que são piratas, diminui a idade do filho para que este passe por baixo da roleta do ônibus, sem pagar passagem, emplaca o carro fora do seu domicílio para pagar menos IPVA, leva das empresas onde trabalha pequenos objetos como clipes, envelopes, canetas, lápis… sem falar que usam a Xerox para coisas particulares. Como se isso não fosse roubo, comercializa os vales-transporte e vales-refeição que recebe das empresas onde trabalha, falsifica tudo, tudo mesmo menos o que ainda não foi inventado, quando volta do exterior, nunca diz a verdade quando o fiscal aduaneiro pergunta o que traz na bagagem, quando encontra algum objeto perdido, na maioria das vezes não devolve,  joga lixo pela janela do carro, fica a maior parte do tempo de trabalho na internet, raramente dá um dia honesto de trabalho, assiste Big Brother como se fosse cultura…e finalmente, assiste novelas e fica torcendo pelo vilão, pelo adúltero, pelo cafajeste,  pela destruição da família. E VOCÊ PODE RECLAMAR? Tomara que possa!

DESTACÔMETRO

DANIEL SALGUEIRO

Volta e meia faço questão de colocar no Destacômetro o meu amigo e competentíssimo Daniel Salgueiro, advogado tributarista de primeira linha e que já deve estar analisando a reforma tributária que vem por aí. Aguarde papo, Daniel.

PÍLULAS DO OUVIDOR

Depois que a Reforma da Previdência terminar seu périplo legislativo começa outra briga indiscutivelmente necessária que é a Reforma Tributária, aliás um assunto que está com anos de atraso para entrar nas discussões. Agora chegou.

Na verdade, precisamos simplificar a vida do brasileiro, partir para uma desburocratização dos impostos, para o imposto único, quem sabe, como sói acontecer nos países mais desenvolvidos do mundo.

Se queremos ser nação e não um país sem sentido e sem propósito precisamos acompanhar os avanços sociais, tecnológicos, científicos, em todos os ângulos da modernidade ainda que estejamos com muito atraso no tempo e no espaço.

O problema é para que isto aconteça as diversas partes devem se combinar entre si. Não adianta falar sozinho em algumas questões. O diálogo é a chave, as discussões têm que existir  mas as supostas divergências partidárias perdem a vez.

E é exatamente neste ponto que a “vaca vai pro brejo” porque cada um tem que puxar a sardinha pro seu anzol e mostrar que deu pitaco, ganhou na porrada, mas ganhou ainda que seja com prejuízo do povo brasileiro.

A deputada Tereza Nelma será uma das coordenadoras da Frente Parlamentar de Enfrentamento às IST, HIV/Aids e Hepatites Virais, da Câmara dos Deputados com a missão de desenvolver ações para a redução de incidência das doenças.

Alertar os profissionais de saúde em relação à proteção e aos cuidados para evitar a propagação do sarampo nas unidades de saúde do país é o objetivo de um conjunto de recomendações do Ministério da Saúde às Secretarias de Saúde.

Desde a última sexta-feira, Bolsonaro determinou a suspensão do uso de radares de fiscalização de velocidade móveis em rodovias federais sob o pretexto de que é mais um caça-níqueis. Pode ser que tenha razão. Vamos esperar e conferir.     

Estive em João Pessoa onde fui tratar de assuntos relativos ao Tribunal de Contas de Alagoas com o velho amigo, Fábio Nogueira, de cujo pai, Geraldo Nogueira, fui muito amigo nos tempos em que Ronaldo Cunha Lima era o prefeito de Campina Grande.

FÁBIO NOGUEIRA

Fábio Nogueira (foto) é o presidente da ATRICON – Associação dos Tribunais de Contas do Brasil. Com ele encetamos um belo papo e bons planos envolvendo a inter comunicação dos TCEs com a ferramenta TV Cidadã. Vem coisa por aí.  

ABRAÇOS IMPRESSOS

LUCINHA PLENÁRIO 2

Meus abraços, por falar em Tribunal de Contas vão para uma grande servidora e excelente amiga, Lúcia Batista que é a coordenadora do plenário do TCE-AL. Todos gostam e a admiram muito.

Ouvidor Geral 29-07-2019

                                       NO BRASIL EXISTE IDEOLOGIA POLÍTICA?

O país tem mais de trinta partidos e aí vem a grande pergunta: como é que podem existir tantas ideologias, tantas razões de ser para que partidos sejam fundados, a não ser que sejam grandes negócios, tanto políticos, como financeiros? E, por que não? O caminho que está sendo mal seguido deve ser este. Uma estrada que não é percorrida pelo povo e que simplesmente faz com o que o povo siga comprometimentos dos quais não compartilha e não sabe compartilhar. Houve tempo em que o Brasil tinha o comunismo, o integralismo, o trabalhismo, o socialismo. Algumas ideologias, discutíveis ou não, mas que traçavam fronteiras nítidas entre os poucos partidos da época. Hoje não se sabe nada, não se encontram fundamentos ideológicos e até mesmo proposições, com raras e honrosas exceções. Como tentar, então, fazer com que a população aprenda a votar, busque entender a complexidade política e saiba escolher entre tantos joios e trigos que existem por aí? Difícil, muito difícil, porque a identidade política do país ainda não foi configurada e as gerações mais recentes ainda buscam por essa identidade como se perdidos ainda estivessem nas estradas, “sujas” ou não. Vamos crescer, vamos somar, vamos encontrar os caminhos políticos deste país. É o que desejamos para esta e para as próximas gerações.

 DESTACÔMETRO

ELIANA CAVALCANTE

O destaque da semana vai para a grande bailarina e escritora Eliana Cavalcante que, nesta última qualidade é uma das imortais da Academia Alagoana de Letras. A instituição de cultura que celebra em novembro cem anos de fundação.

PÍLULAS DO OUVIDOR

As últimas eleições presidenciais demonstraram o que dissemos no artigo principal desta coluna quando houve uma grande radicalização em torno de dois candidatos mas não em torno de ideologias firmadas como tal.

Foram discussões dramáticas em cima de personagens e de um partido não por posições ideológicas, mas por um problema político que envolvia um ex-presidente preso. Uma briga falsa entre honestidade e desonestidade.

A presidente do Conselho Regional de Administração de Alagoas, Jaciara Correia  e um membro do Conselho Federal de Administração (CFA), Ediberto Omena, visitaram o presidente do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas.

A visita a Otávio Lessa teve como objetivo comunicar a realização de um Workshop de Gestão Pública, quando será apresentada a importante ferramenta “Índice de Governança Municipal (IGM-CFA)”, nos dias 2 e 3 de setembro.

Final deste primeiro semestre do mandato de senador e Rodrigo Cunha tem percorre diversos municípios de Alagoas vendo de perto os problemas que afetam as cidades alagoanas, e ouvindo a população sobre as demandas mais urgentes.

Desde a última segunda-feira, o senador Rodrigo já visitou seis cidades: União dos Palmares, Murici, Rio Largo, São Miguel dos Campos, São Luís do Quitunde e Maragogi fortalecendo a relação com os moradores daquelas cidades.

A obesidade volta a crescer no Brasil, é o que aponta a Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Sobre esse índice, houve aumento de 67,8% nos últimos treze anos, saindo de 11,8% em 2006 para 19,8% em 2018.

17,9% da população adulta no Brasil fazem uso abusivo de bebida alcoólica. As mulheres apresentaram maior crescimento em relação aos homens no período de 2006 a 2018. Por que será que elas bebem mais? Boa pergunta.

Segundo o Mastercard no Global Destination Cities Index, o Brasil ocupa o 17º lugar, estando entre os 20 destinos que mais impulsionam o turismo no mundo. O país vem logo atrás da Argentina, únicos mercados sul-americanos na lista. 

ROSTAND E DIÓGENES

Minhas homenagens a esses dois “imortais” também membros da Academia Alagoana de Letras, Rostand Lanverly, seu presidente (foto) e o mais novo em idade daquela Academia, Diógenes Tenório Jr que nela adentrou aos 32 anos.

ABRAÇOS IMPRESSOS

JM E ALESSANDRA

Meus abraços impressos vão para os meus dois caçulas: João Marcelo, grande figura na minha vida e Alessandra, uma filha muito querida. Na foto um momento de congraçamento dos dois que moram em estados diferentes mas se amam sempre.

Ouvidor Geral 22-07-2019

                                            COTA É DISCRIMINAÇÃO. OU NÃO?

Particularmente acho que essa questão tão polêmica de cotas e que começou com as dos negros no ingresso a universidade, virou moda e se quer cotas para tudo e para todos o que acho  completamente errada. Começa pelo fato de que ao estabelecer cotas para a raça negra num país altamente miscigenado você não consegue definir quem é e quem não é negro. Por outro lado, o que é mais importante, acirra os ânimos no que diz respeito ao problema racial criando muito mais discriminação do que se pensa. Não vejo porque haver diferenças raciais até porque elas nunca deveriam ter existido. No entanto, se falarmos em pobreza, se falarmos em alunos carentes e mal preparados pelo ensino fundamental e médio públicos, aí sim, facilidades para o ingresso deles no curso superior devem ser criadas, no sentido de dar a eles a possibilidade de estudos em cursinhos iguais aos de todos os outros candidatos e até de se considerar que esses cursinhos sejam realmente uma pré-matrícula na universidade mas nunca com a criação da estúpida cota que denigre, que discrimina e que cria situações como as que já vimos com um candidato com nota bastante superior ficar fora por conta de cotista com nota inferior. Há que se pensar. Cota é ou não é discriminatória?

DESTACÔMETRO

ROSA TENÓRIO

O destaque vai para uma técnica de primeiríssima grandeza. Rosa Tenório, engenheira, já ocupou cargos de alta relevância em controle de gestão pública e agora é a Secretária de Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente de Maceió. Ganhou o município.

PÍLULAS DO OUVIDOR

E a bomba está para explodir pelos lados da diplomacia brasileira, uma vez que os de carreira e muitos outros não querem admitir que o deputado Eduardo Bolsonaro seja o nosso embaixador nos Estados Unidos.

Haveremos de convir que a entrada de futuros diplomatas no Itamaraty se constitui em um processo dos mais difíceis que aliás não poderia deixar de ser pela grande complexidade da diplomacia.

O fato de Bolsonaro ser amigo do Trump ou de seu filho falar inglês – aliás dizem que não é dos melhores – não credencia o deputado a ocupar a mais importante embaixada do Brasil que é a dos Estados Unidos.

Mas como vivemos um momento de certezas e incertezas, de vai pra frente e vem pra trás não sabemos como vai terminar essa novela que não está respaldada em nenhuma lei que permita tal nomeação.

E isto, em função do claro nepotismo e que está ainda mais explícito na constituição em súmulas do Supremo Tribunal Federal que estabelece de maneira simples o que é e o que não é nepotismo. Neste caso, é!

Conhecer a realidade da saúde de um país é o primeiro passo para entender as necessidades de sua população e, dessa forma, possibilitar a elaboração de ações e programas em prol de mais saúde e qualidade de vida.

Assim, para subsidiar o Ministério da Saúde com informações que possibilitem a formulação e/ou o aperfeiçoamento de políticas públicas eficientes, mais de 108 mil brasileiros receberão a visita de pesquisadores do IBGE.

Conscientes de que seu consumidor tem se tornado cada vez mais exigente, tanto em relação à qualidade quanto ao uso de métodos sustentáveis de produção, empresários alagoanos do setor ceramista participaram do 7º Seminário do Setor Cerâmico.

Realizado pela Federação das Indústrias de Alagoas (Fiea), por meio do Sindicato da Indústria de Produtos Cerâmicos (Sindcer/AL), o evento reuniu, cerca de 40 empresários e seus colaboradores.

GEOBERTO ESPÍRITO SANTO

Sempre é bom estar falando de energia, de novas formas de economia, das inovações que estão surgindo no setor e ninguém mais do que Geoberto Espírito Santo (foto) para encarar os desafios energéticos da atualidade.

ABRAÇOS IMPRESSOS

HUGO TAQUES

Os abraços vão para um senhor profissional da fotografia e do jornalismo, Hugo Taques. Uma figura fantástica que há quatorze anos chegou de Cuiabá, instalou-se em Maceió e adotou a terra que também o recebeu de braços abertos.

                                                     EU VI BRASÍLIA EM 1959

No ano de 1959 as obras de Brasília estavam em plena efervescência. Juscelino e seu governo não pensavam noutra coisa senão na inauguração da nova capital que deveria ocorrer no ano seguinte. Eu tinha exatamente 21 anos e vibrava com aquele presidente que estava fazendo uma revolução em nosso país. Apareceu uma oportunidade ímpar, via meu pai, para que eu conhecesse a nova cidade antes de inaugurar. Não me fiz de rogado e num avião do Loyd Aéreo Brasileiro saí pela manhã e ao sobrevoar a nova cidade o susto já foi grande. O maior canteiro de obras que já havia visto; o maior conglomerado de máquinas e operários; o maior, o maior, tudo o maior. E, então, numa comitiva fomos conhecer os prédios públicos que estavam sendo construídos, alguns já prontos como o Alvorada e o Planalto. Fiquei entusiasmado e absolutamente admirador de duas figuras incríveis: Lúcio Costa, o urbanista de Brasília que um dia tive a honra de conhecer e Oscar Niemeyer que, infelizmente, nunca pude cumprimentar em minha vida apesar de durante um longo tempo ter frequentado alguns dos mesmos ambientes e personalidades que ele. Que pena! Mas importante é estar sempre voltando à Brasília, como o fiz esta semana em assuntos de Alagoas e do Tribunal de Contas e constatar sempre que lá estou que a obra de JK realmente é imortal e crescente.

ANGELA BRANDÃO SENADO

DESTACÔMETRO

                O destaque vai para a jornalista Ângela Brandão, Diretora de Comunicação do Senado Federal, com quem estivemos conversando em Brasília e nos deixou encantados com sua agilidade mental e competência. Grande parceira de Alagoas.

PÍLULAS DO OUVIDOR

Brasília já beira os 3 milhões de habitantes e vê ao seu redor crescerem cidades satélites impressionantes, como é o caso de Águas Claras com seus prédios grandes e com uma população cada vez maior.

Estive lá agora, exatamente no momento em que a Câmara Federal votava a PEC da Previdência, um assunto altamente polêmico e que naturalmente não irá agradar a gregos e troianos. Se conseguir agradar aos brasileiros já será bom.

Minha conversa com o Celso Cavalcante que é o diretor-geral da Rádio Senado foi de suma importância para aplicarmos aqui um pouco do sucesso daquela emissora bem planejada e bem executada.

Sua parte musical é excelente e vai preenchendo os espaços entre as notícias e o plenário com sutileza, com bom gosto na escolha das músicas que fogem do banal e se coloca entre o que há de melhor no Brasil.

A nossa participação na Rádio Senado também terá uma seleção musical de autores locais, além dos noticiários e a marca “Cidadã” que já denomina a televisão no canal 35.2. Durante nossos horários nos apresentaremos como Rádio Senado Cidadã.

Muito bom também foi o encontro com a Diretora de Comunicação do Senado, Ângela Brandão com quem tratamos de assuntos relevantes para o convênio existente entre o TCE-AL e o Senado. Boas novidades podem vir por aí.

Tudo isso se deve à enorme visão de Otávio Lessa, o presidente do Tribunal de Contas de Alagoas que, desde sua primeira gestão e até agora nos incentiva cada vez mais a desenvolvermos rádio e televisão com profissionalismo e garra.

E é claro que rádio e televisão não são atividades fins do Tribunal mas são uma enorme arma para que possamos fazer o trabalho de comunicação mostrando à sociedade o trabalho desenvolvido pelo TCE-Al em seus mais diversos ângulos.

Por outro lado, por se tratarem de emissoras abertas, tanto a TV quanto a rádio o alcance aos que não têm operadoras fechadas passa a ser muito maior permitindo que essa aproximação aconteça de maneira muito mais objetiva.

RODRIGO CUNHA   

Tivemos uma audiência com o Senador Rodrigo Cunha (foto) e a oportunidade de ver sua dinâmica no Senado e o reconhecimento que já lhe é dado. Conhecemos também suas assessoras de comunicação, Catarina e Juliana, ambas de primeiro nível.

ABRAÇOS IMPRESSOS

CELSO CAVALCANTE 2

Os abraços vão para o diretor-geral da Rádio Senado, Celso Cavalcante com quem trocamos idéias sobre a atuação da Rádio em Alagoas, já que é nossa parceira e com ela através da frequência 105.5 estamos ligados com o Brasil. Em breve falaremos de nossa programação local.

Ouvidor Geral – 01- 07- 2019

É MENTIRA TERTA?

Fico me perguntando até que ponto as famosas “delações premiadas” fazem com que os delatores falem a verdade tão somente a verdade na esperança de obterem penas menores ou serem favorecidos de qualquer outra forma.

Os “ditos cujos” criminosos confessos podem até fazer com que as investigações sejam mais aceleradas, mas, no entanto, a figura criada para este aceleramento pode ser, a meu ver, profundamente prejudicial e até mesmo cínica no contexto investigatório porque dá margem ao “premiado” de criar acusações que também minimizem sua atuação no crime enfocado.

A função da Polícia Federal, do MPF e outros órgãos é a de investigar e levar a indiciamentos ou não do acusado. Mas, no momento em que ele passa de investigado a testemunha ou a acusador tenho minhas dúvidas entre verdades e mentiras que venham a fazer parte dos longos processos como é o caso do Lava Jato.

E aí, as autoridades que estão à frente oficial das investigações devem se perguntar muito: “É mentira, Terta”?

 DESTACÔMETRO

ALAN BASTOS

O destaque vai para um músico e cantor de grande projeção no nosso cenário artístico e que vem mostrando sua arte em Alagoas há mais de vinte anos plantando o sucesso: Alan Bastos.

PÍLULAS DO OUVIDOR

            As “meninas” da seleção brasileira que pretendeu brilhar na França mas foi barrada pela anfitriã nas suas pretensões precisam de muito mais incentivo no Brasil. E a torcida provou que gostou de ver o feminino nos campos.

Enquanto isso vamos ver o que a masculina vai fazer nos próximos encontros que estão sendo realizados no Brasil pela disputa da Copa América. Já passamos bem e na terça vamos enfrentar a  Argentina. Osso duro de roer, mas vamos lá!

Estava escrevendo esta coluna e olhando para as paredes onde estão penduradas importantes fases de minha vida com diplomas, comendas, títulos de cidadão alagoano e maceioense e dizendo a mim mesmo como a vida tem valido.

Tem valido com minha família, com meus inúmeros amigos, com os companheiros de trabalho; tem valido pelas lutas, pelas realizações; tem valido sobretudo pela consciência limpa e a sensação de estar cumprindo o meu dever de cidadão.

O governo em boa hora recuou até porque ia perder. A população não terá mais as facilidades que desejavam os que estão no poder federal para que ela fosse armada. Não vejo porque achar que quem está armado se defende melhor.

Passados os festejos juninos vamos ver que municípios seguraram as recomendações de minorarem os festejos para não gastarem em detrimento das necessidades do povo nos itens saúde e educação. O TCE-AL estará atento.

E a greve dos jornalistas, mais do que justa está colocando uma pá de cal em quem pretendia diminuir salários da categoria. Façam acordos, conversem, cheguem a um denominador comum mas tirar dos salários não cabe mais.

Os jornais televisivos absolutamente capengas sem os profissionais de proa acabaram por prejudicar os telespectadores que tiveram que se adaptar a ouvir notícias dos estados vizinhos. Prova da importância dos bons profissionais.

De quantos recuos vive um governo? Recuar é saudável porque pode até demonstrar humildade, mas quando começa a demonstrar insegurança nas ações torna-se, sem dúvida, preocupante.

ALMOÇANDO  

Em sua nova versão para a BAND, o Bartpapo tem uma vez por mês um especial “Almoçando com a Notícia” que agora é gravado na nova Casa do Pìrão Boteco. Na foto, flagrante do que foi ao ar no sábado sob o tema Meio Ambiente.

ABRAÇOS IMPRESSOS

DIDHA LIRA

Os abraços impressos vão para o querido amigo e cantor Didha Lyra que, como se vê na foto esteve no Bartpapo no primeiro programa em 1997 na TV Alagoas e depois na TV Pajuçara em 2001 permanecendo até hoje como um dos meus bons convidados.