Categoria: Sem categoria

OUVIDOR GERAL 27-05-2019

                                               MUDANÇA DE HÁBITOS

Queira ou não o brasileiro desde janeiro deste ano está sendo levado a mudanças de hábitos a que não estava muito acostumado. Por influência da política que vem, ela própria, sofrendo mutações não só no Executivo, mas também no Legislativo e no Judiciário, o que está ocorrendo no país é uma revolução surda mas que de muda não tem nada. O próprio presidente fala o que quer, o que deve e o que não deve, volta atrás, chama o povo de idiota e vai tocando uma maneira de governar que não é muito condizente com práticas clássicas. O Judiciário entra em assuntos que prematuramente não são dele e o Legislativo deita e rola para negociar seus interesses com assuntos da mais alta gravidade como é o caso da Reforma da Previdência. O povo ainda eleitoralmente dividido planta pé nas suas convicções e deixa as coisas rolarem nas ruas com manifestações as mais diversas. As armas estão por vir e Deus nos guarde de muita perturbação para um povo que não está acostumado a andar armado por aí. De xingamentos no trânsito a tiros por qualquer motivo, tudo pode acontecer. Esperemos que não, mas não estamos gostando nada dessa maneira de se mudar os hábitos de um povo instigado que está pela ainda rolante corrupção, pela inconfiabilidade nas autoridades constituídas e em si próprio.

DESTACÔMETRO

JAMES FARLEY

O destaque vai para James Farley, o presidente da Associação Brasileira de Enfermagem em Alagoas pelas discussões que vem levando a cabo com o intuito de melhorar cada vez mais a atuação de enfermeiros e enfermeiras em todos os níveis.

PÍLULAS DO OUVIDOR

A perturbação nas ruas nos parece cíclica. Países como a França estão também sujeitos a balbúrdias constantes nas ruas de Paris. E as manifestações são bem mais violentas com necessidade de intervenção policial extrema.

O hábito dessas manifestações mais acirradas se espalha pelo mundo todo levando perturbação da ordem e do bem estar às populações e penalizando normalmente quem nada ou pouco tem a ver com os motivos de tais movimentos

A equipe Robocamb, formada por alunos da Escola Sesi Cambona, viaja na próxima terça-feira, 28, para o Uruguai, onde disputará o Aberto Internacional de Robótica promovido pela organização estadunidense First Lego League (FLL).

Acidentes de trânsito provocaram a morte de 35,3 mil pessoas, em 2017. É o que mostram os dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade. Um detalhe chama a atenção: a maior parte das vítimas fatais é do sexo masculino e jovens em idade produtiva, entre 20 a 39 anos (36,75%).

O Governo de Alagoas apóia o Movimento LGBT de Alagoas, através do Grupo Gay Maceió, que este ano realiza a 8ª Marcha LBGTI+ de Maceió com o tema Stonewall” que fortalece o ativismo de luta na conquista de direitos”.

Já 151 Unidades de Saúde da Família em 12 estados do país solicitaram adesão ao programa Saúde na Hora, que amplia os recursos mensais a municípios que estenderem o horário de funcionamento de suas unidades de saúde para o período da noite.

O Tribunal de Contas recebe na próxima semana a visita do Ministro João Augusto Nardes do TCU  e do Conselheiro César Miola do TCE do Rio Grande do Sul. Ambos farão palestras no Centro de Convenções no dia 31, sexta-feira.

Os temas abordados de alta relevância serão a “Governança na Educação” pelo Min. Nardes  e  “Controle Externo e a Concretização do Plano Nacional de Educação. O projeto do TCE-Al leva o nome de “TCE na Educação”.

A ação reflete o dinamismo do presidente do Tribunal de Contas de Alagoas, Otávio Lessa absolutamente ligado à capacitação e qualificação de jurisdicionados e, por isso, não deixando passar oportunidades como essa.

AUREA ANDRADE

O SEBRAE, sempre o Sebrae, comemorando a Semana do MEI – o micro empreendedor individual e colocando em um Bartpapo conosco a competente Áurea Andrade (foto) que expôs todas as possibilidades para o MEI.

ABRAÇOS IMPRESSOS

SUELY QUINTELA

Os abraços impressos vão para Suely Quintela, vice-presidente da Cruz Vermelha em Alagoas e que, entusiasmada como sempre defendeu com unhas e dentes as grandes missões daquela instituição.

 

 

Anúncios

Ouvidor Geral 01-04-2019

                                       BRIGA DE CACHORRO GRANDE
A expressão é popular e vale aqui quando queremos comentar uma briga em que pouca gente pode se meter. Mais ou menos como a de marido e mulher onde ninguém mete a colher, quem é besta de se meter entre dois cachorrões? Só se for para sair mordido. E aí, de um lado o presidente da República provocava e do outro o presidente da Câmara retrucava e em alto e bom som dizia que Bolsonaro estava brincando de ser presidente do Brasil. Ora, meus amigos, por pior que esteja a relação entre esses dois poderes – será que está? – insultos trocados entre seus presidentes não vão levar a nada. Numa hora em que a Reforma da Previdência já se sabe que é urgente e necessária para o Brasil, o executivo tem que manter a melhor das relações com o Legislativo e por outro lado, o respeito à figura do presidente, seja quem for não pode ser deixada de lado. Talvez, levado pelo sentimento de que avançara demais na “brincadeirinha”, Maia recuou dizendo que a briga estava acabada e que dali para a frente iria trabalhar em prol das reformas que o Brasil precisa. Então, tanto Bolsonaro que provoca “twiteristicamente” quanto Maia que escancara na mídia aberta, ambos têm que pensar que os brasileiros não estão mais dispostos a presenciarem perdas de tempo, principalmente por brigas de “cachorro grande” onde eles, brasileiros, só podem se meter em época de eleições. E normalmente saem mordidos.

DESTACÔMETRO

MOACIR OLIVEIRA

O destaque da semana vai para o Superintendente da Controladoria Geral da União em Alagoas, Moacir Oliveira que com competência e criatividade desempenha o seu papel no novo governo.

PÍLULAS DO OUVIDOR

Durante o Almoçando com a Notícia desta semana, na TV Mar a discussão contou com a presença de vários diretores da ADEMI e do SINDUSCON e dentre os assuntos já tradicionais do mercado o Bairro do Pinheiro teve vez e voz.

 O tema Pinheiro já está tomando conta de todo o Brasil e já se começa a discutir fora do país, uma vez que o fenômeno até agora não devidamente esclarecido leva as pessoas a uma espécie de apavoramento ou pânico.

 É preciso se observar que os prejuízos atingem todos os lados e todas as pessoas. Dos proprietários de imóveis aos comerciantes e aos titulares de construtoras que também estão atingidos pelas consequências desse desastre.

A adoção de novos hábitos e cuidados por pacientes e profissionais de saúde em UTIs de 119 hospitais públicos do país reduziu a ocorrência de infecções hospitalares evitadando 1.715 infecções da corrente sanguínea, urinárias e pneumonia. 

E aí entram as construtoras que podem estar sendo culpabilizadas sobretudo na demanda para ressarcimento dos compradores, mas que estão sendo tão vítimas quanto os residentes.

É onde tem que entrar os bancos financiadores como é o caso da Caixa Econômica Federal e que devem ter vendido os imóveis com seguros que devem contemplar inclusive os fenômenos naturais.

Quanto aos habitantes, de um modo geral é preciso um misto de paciência e pressa para se situar dentro do problema, buscando logo todas as situações, de emergência ou não, para não serem pegos com as calças na mão.

O gás natural alcança mais um marco em Maceió. Foi inaugurado o primeiro gerador de energia a gás natural em um posto de combustível na capital alagoana.  O Posto Pichilau é o primeiro e virão muitos outros por aí.

O projeto “Acusticoco”, desenvolvido por alunos e professores da Escola Sesi Cambona, conquistou o Prêmio ABRIC (Associação Brasileira de Incentivo à Ciência) de Excelência em Iniciação Científica

FÁBIO LINS

Fábio Lins (foto) teve uma idéia literária brilhante com a edição do seu livro “Atrevidos Caetés”. Um coletânea de encontros entre alagoanos conhecidos e figuras importantes do Brasil e do mundo. Vale a pena ler.

ABRAÇOS IMPRESSOS

ADEMI E SINDUSCON

Os abraços impressos vão para os que fazem e o fazem bem feito as instituições ADEMI e SINDUSCON, ambas voltadas para o mercado imobiliário. Gente de primeira que abrilhantou o Almoçando com a Notícia  deste fim de semana acontecido no Café Manollo.

Ouvidor Geral 18-02-2019

                                            DEUS SALVE O PINHEIRO.

Não é por falta de aviso por todos os lados. O Pinheiro também a exemplo de outras pode ser uma tragédia prevista e avisada. Tem todas as características de que algo muito grande ainda não foi desvendado. Os afundamentos, as rachaduras nos prédios e todos os sintomas de grave doença estão detectados. Análises continuam sendo feitas e remédios ainda não estão disponíveis para este grande mal. A população dali sofre e muito por vários fatores que vão do emocional, do medo instalado, até o material com a perda de sonhos em cal e pedra e que podem desmoronar quando menos se esperar. A pressa às vezes, como diz o ditado, é inimiga da perfeição, mas em determinados casos como é o do Pinheiro a pressa pode ser a salvação para muitas famílias. Evacuar é preciso? Que se faça. No entanto a responsabilidade de se buscar soluções ou condenações está com as autoridades em todos os níveis que têm a obrigação de correr com o processo de entendimento e deliberar com muita rapidez antes que seja tarde demais. Não quero com minhas palavras apavorar ninguém mas pelo menos documentar a minha ansiedade como a de tantos outros por não querermos presenciar a mais um desastre em nosso país que possa vir a ceifar mais vidas. O Pinheiro clama por solução a passo de lebre e não de tartaruga.

DESTACÔMETRO

MARLON ROSSI 2

O destaque de hoje vai para um grande humorista e imitador. Alagoano, já foi eleito como o maior imitador do Brasil em programa da Rede Record. Merece todos os nossos aplausos, Marlon Rossi.

 PÍLULAS DO OUVIDOR

Começou o que ninguém deseja a não ser os que não querem paz em nosso país. Os desentendimentos na alta cúpula do governo entre presidente e um ministro que acaba saindo e deixando um rastro de incertezas para seus pares foi o começo.

Pior é que a crise foi provocada pelo filho do presidente, Carlos Bolsonaro, que ao invés de estar em seu lugar na Câmara de Vereadores do Rio fica no Palácio do Planalto plantando ou desvendando os seus mistérios.

E a hora é de grande importância para os que desejam aprovar a nova Lei da Previdência e que em breve estará sendo votada no Congresso Nacional. Seus membros precisam estar afinados com a proposta para que seja aprovada.

E vamos e venhamos que, para início de governo essa reforma é de suma importância assim como a de criminalização que já está também devidamente colocada pelo Ministro da Justiça, Sérgio Moro.

Portanto, pai-presidente, coloque os meninos nos seus devidos lugares como disse o General Mourão para que o país acredite que o governo desse presidente não será de administração familiar, porque ao contrário não será nada bom.

Esta semana o amigo Sidrack Ferreira que conduz a parte técnica da TV Cidadã do Tribunal de Contas de Alagoas colocou no ar ao vivo pelas Redes Sociais do Governo e nas do TCE, o evento realizado no Rio de Janeiro sobre Alagoas.

O evento que teve o nome de Alagoas, caminhos para o futuro contou com a presença do governador Renan Filho, do presidente do Tribunal de Contas, Otávio Lessa, do Secretário da Fazenda, George Santoro e outras autoridades.

Durante duas horas seguidas os   internautas puderam acompanhar as palestras que ocorreram com especialistas da Fundação Getúlio Vargas, sem dúvida um carimbo de qualidade colocado na idéia do Seminário.   

Gestores públicos têm até o final deste mês para indicar o interesse em participar do Programa Saúde na Escola. O prazo foi prorrogado para o dia 28/2. Ao participar do PSE os municípios recebem incentivos financeiros do Governo Federal.

GEORGE SANTORO

O estado de Alagoas já deve muito a esse meu conterrâneo, o carioca George Santoro (foto), Secretário de Estado da Fazenda e que conseguiu nos últimos quatro anos estabelecer um equilíbrio fiscal de fazer inveja a outros estados. Um grande braço para o governador.

ABRAÇOS IMPRESSOS

GUSTAVO MORENO

Os abraços impressos vão para um excelente publicitário que é Gustavo Moreno, um dos titulares da Labox Propaganda. De mente aberta e hiper ativo, Gustavo vem pensando à frente em relação à moderna comunicação.

 

Ouvidor Geral 11-02-2019

サッカー

A TRISTEZA VEM DOS PÉS

É verdade. De pés que já estavam trilhando o caminho do sucesso em campos do Flamengo e, claro, com a perspectiva de brilharem em outras plagas. Pés que pertenciam a dez meninos que foram tragicamente tragados pelo fogo e exatamente no lugar que os estavam projetando para um futuro brilhante. O Brasil e o mundo acordaram com essa triste notícia de que pegara fogo rápido o alojamento onde estavam e mal dando tempo para que uma parte saísse e a outra ali ficasse sendo consumida por chamas que queimaram corpos e esperanças. É claro que estamos todos consternados mas ao meio de tanto abalo é preciso também saber até que ponto o lugar era seguro para abrigar gente, como estavam as licenças porque infelizmente o Brasil tem o péssimo costume de ver acontecer para depois, aí sim, prevenir e tomar medidas que deveriam ter sido tomadas antes. O que se sabe é que o lugar estava previsto e autorizado para servir de garagem e o vemos sendo dormitório de jovens atletas? É preciso que  tudo isto seja averiguado muito a fundo e que as medidas cabíveis sejam adotadas para, mais uma vez, remediar o que não deveria começar doente. Ficam daqui também nossos pêsames a todos que perderam seus craques, seus filhos queridos e o desejo de que Deus os acolha e forme no céu um grande e inesquecível time.

DESTACÔMETRO

M.HELENA LESSA

O destaque vai para uma guerreira que sempre está lutando em favor de pessoas que dela necessitam. Já presidiu o Soprobem, a Cruz Vermelha e agora está à frente da Rede Feminina de Combate ao Câncer onde faz uma belíssima administração.

 PÍLULAS DO OUVIDOR

O tempo passa e continuam os resgates de corpos em Brumadinho. Tarefa penosa e muito difícil para os que trabalham nela e para os parentes e amigos dos ainda não encontrados e que sempre nutrem uma esperança por mais remota que seja.

E, agora, de repente como já comentamos todas as barragens começam a ser vistas e revistas como se todas fossem cair subitamente. Está certo fazer as revisões mas por que isto não era um costume e que evitaria grandes desastres?

Em outro local, no chamado “quadrilátero ferrítico” fizeram um assombro fazendo as sirenes tocarem, evacuaram toda a cidade, apavoraram a tudo e a todos, mas se havia risco fizeram certo. Não dá para esperar a lama chegar.

O fato é que também chegaram à conclusão ou estão chegando de que este sistema de barragem “ao montante” é de grande risco e não funciona como deveria. Agora então pensam em como acabar com elas e partir para outro sistema. Em frente!

Debater soluções aos anseios e temores das pessoas com deficiência e doenças crônicas, principalmente no que tange as mudanças legislativas foi um dos temas abordados pela deputada Tereza Nelma, reunindo federações, instituições e associações alagoanas.

A propósito, a deputada participou da reinstalação da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo (FrenTur), formada por senadores e deputados federais.A tucana vai compor o colegiado coordenando a área do turismo acessível.

O senador Rodrigo Cunha entrou no assunto dos moradores do Pinheiro no seu primeiro dia de mandato entrando em contato com o presidente da Caixa Seguradora para orientar os moradores no segmento seguro de seus imóveis.

Equipes do Serviço Geológico do Brasil e da Defesa Civil Municipal darão início a uma nova etapa de análise geofísica do subsolo. Eles investigarão até mil e quinhentos metros abaixo da terra, ultrapassando a camada de sal. No Pinheiro.

É incrível mas é verdade e é melhor se beliscar para acordar se for um sonho, mas o preço da gasolina em Maceió tem descido consideravelmente nos últimos dois meses sendo que esta semana o preço chegou a R$3,69 em algumas bombas.

MARCOS TCHOLA

É tempo de carnaval e Marcos Rodrigues, o conhecido radialista Tchola (foto) vibrou  no baile VIP Original com sua esposa. Marcos é um dos mais lúcidos radialistas que temos em Maceió fazendo sempre um belíssimo trabalho por onde passa.

ABRAÇOS IMPRESSOS

MINEIRINHO

Os abraços impressos vão para um artista de primeira linha, alagoano, que foi parar nas áreas artísticas de maior alcance entre Rio e São Paulo e agora está de volta à terrinha onde vai reeditar a sua Escola de Dança. Estou falando de Mineirinho de Maceió.

 

Ouvidor Geral 04-02-2019

                                      O BIG BROTHER DOS POLÍTICOS

Imaginem um “reality show” onde os escolhidos para o confinamento seriam políticos. Melhor ainda, não haveriam escolhidos e os lugares seriam todos os frequentados por eles. Imaginem as câmeras funcionando e o Brasil inteiro ligado nas conversas, nos acordos, nas tramas, nos projetos – dentre eles os bons – que ajudam este país a crescer ou a diminuir dependendo dos interesses. Imaginem, bastando ligar as TVs, sabermos imediatamente que estaria havendo um plano para um grande mensalão ou que este ou aquele projeto, para ser aprovado, prometia mundos e fundos a altos e baixos cleros. Imaginem as conversas de bastidores nos restaurantes mais “chics” ou nos botecos mais simples dos interiores onde prefeitos negociam emendas e outras coisas mais, dentre elas os superfaturamentos e as mutretas licitatórias. Imaginem um “reality” em que pudéssemos ver com clareza as boas notas de real ou de dólar passando de mãos em mãos e os fiéis portadores treinados por circenses especializados em fazerem as ditas cujas sumirem pelas cuecas. Mas o país perderia a graça se fosse ao ar tal programa. O que iria fazer a Polícia Federal? O que iria fazer a Lava Jato? O que iriam fazer os “experts” em inteligência, os que, quando querem, chegam ao fundo do poço? E aí, sim, restaria ao país promover uma enorme reforma política, uma revolução de métodos e sistemas e uma enorme confiança numa nova geração que vem aí. Mas, não se preocupem os atores em questão porque, certamente, não haverá nenhum “Big Brother dos Políticos”.

DESTACÔMETRO

LUCIANA CAETANO

O destaque da semana vai para a competente economista Luciana Caetano que muito além da contemplação econômica faz uma profunda análise e crítica da economia, não só da brasileira, mas também da mundial.

PÍLULAS DO OUVIDOR

A situação em Brumadinho continua muito ruim já que o resgate dos 248 corpos que ainda estão soterrados está cada vez mais distante pela complexidade em que se tornou o terreno que os sepultou. Muito triste para a família e para todos.

A Vale resolveu acabar com todas as barragens de usinas parecidas com as de Brumadinho já como prevenção depois da lama derramada. No entanto existem muitas outras no Brasil que não pertencem à Vale. Como é que ficam?

O país está tumultuado com outras coisas que envolvem a política brasileira. Uma delas é a grande renovação no Congresso Nacional e que acaba de reeleger com maioria absoluta o atual presidente, Rodrigo Maia.

No caso do Senado, o tumulto foi maior com a enorme dúvida sobre quem deveria presidir interinamente a sessão e depois com a votação para que a de presidente fosse secreta. Acabou que ela foi suspensa ficando a decisão para o sábado

Durante a madrugada, o presidente Dias Tofolli do Supremo Tribunal Federal revogou a votação que mandava que a eleição fosse aberta e resolveu manter o regimento com a votação secreta.  

E no sábado, com a sessão presidida pelo decano, Senador José Maranhão, deu-se o que ninguém esperava com a revoltada renúncia de Renan Calheiros que atribuiu sua atitude à falta de democracia na eleição daquela casa.

E aconteceu então a eleição do jovem senador Davi Alcolumbre foi eleito com 42 votos em primeiro turno. O candidato, pertence ao baixo clero, era absolutamente desconhecido mas tinha o apoio do ministro Onix Lorenzoni. Será que foi isso?

O Governo Federal lançou o serviço digital para emissão do Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CVIP). Vai representar celeridade dos processos e redução de custos para o Estado e principalmente para os cidadãos.

Na sessão da AL presidida pelo deputado Francisco Tenório, foi eleita por unanimidade de votos dos 26 parlamentares presentes, a nova mesa diretora tendo o deputado Marcelo Vitor na presidência para o biênio 2019-2021. 

DIDHA LIRA

Pense num artista com A maiúsculo e você encontra a figura de Didha Lira (foto), compositor, cantor e artista plástico tudo em grandeza A. Didha fez um Bartpapo conosco que vai merecer reprise pela excelência de sua apresentação.

ABRAÇOS IMPRESSOS

DANIEL SALGUEIRO

Meus abraços impressos vão para o advogado tributarista, Daniel Salgueiro, um dos mais respeitados em nossa Alagoas e até alhures. Daniel faz uma análise perfeita de um provável reforma previdenciária e que faz com que todos entendamos a complexidade do tema.

Ouvidor Geral 28-01-2019

brumadinho

                                            A TRAGÉDIA AVISADA

É claro que sim!. A tragédia está avisada em todas as barragens do gênero desde que aconteceu a de Mariana. E pelo andar das tentativas de resgate essa agora, de Brumadinho, deve ser muito pior em número de vítimas. O Brasil continua com a velha mania de acreditar que o pior nunca vai acontecer e deixa sempre para depois do leite derramado as soluções ou prevenções para o problema. Aí se diz que a barragem que se rompeu estava inativa há três anos para receber rejeitos e que por isso era de baixo risco. Ora, baixo ou grande risco, risco é risco! Tem que ser analisado, tem que ser previsto principalmente quando à exposição estão vidas humanas que no caso presente parece já estar perto de quatrocentos ou quinhentos ditos desaparecidos. Hão sempre dizer que acidente não se pode prever. Acho que pode. Prevenimos acidentes no trânsito, prevenimos em nossas casas, prevenimos onde podemos e por que o governo não pode cuidar de exigir o máximo de atenção ao tema. Exigindo disciplinamento em cada área e cuidando para que essas grandes empresas tentem ao máximo evitar tragédias em suas atividades. As naturais não se pode prever e até podem, mas as que dependem das obras do homem, essas sim, têm que ser fiscalizadas e preservadas. De barragem em barragem lá se vão nossos semelhantes. Vamos pensar, por favor!

DESTACÔMETRO

alberto cabÚs

O destaque vai para o amigo Alberto Cabús, vice-presidente da Federação das Indústrias e presidente do Grupo Fika Frio pela sua constante atuação em todas áreas fazendo sempre valer os seus valores morais.

PÍLULAS DO OUVIDOR

Meus sinceros sentimentos e meu abraço à Gigi Aciolly, Isabelly e Bruna pelo falecimento do amigo Vasconcellos De Matteo que ocorreu na última sexta-feira após um período de intensa enfermidade. Vasconcellos foi um grande homem do jornalismo e da publicidade.

O Tribunal de Justiça de Alagoas, através de seu presidente Tutmés Airan ofereceu ao presidente do Tribunal de Contas, Otávio Lessa, o seu sistema de controle de processos o que demonstra perfeita harmonia entre as instituições.

Bom deixar claro que isto representará uma enorme economia para o TCE-AL, não só com o propósito do projeto de eliminar papéis e diminuir a burocracia como da ausência de custo nesta cessão que será feita pelo TJ.

A propósito de TCE-AL e já na condição de Diretor de Comunicação estamos preparando um programa para a TV Cidadã que vai se denominar “O povo e o Tribunal” para aproximar aquela instituição da sociedade de um modo geral.

Os médicos brasileiros formados no exterior e estrangeiros aptos a participarem do programa Mais Médicos têm nova data para selecionar os municípios que ainda possuem vagas abertas. Os dias 7 e 8 de fevereiro.

A Escola Sesi Cambona já foi premiada. Com o projeto EcoSururu, que consiste na produção de telhas a partir das cascas de sururu descartadas pela comunidade ribeirinha do entorno da Lagoa Mundaú.

E  com embalagens pet, a unidade escolar do Sesi conquistou o prêmio Inovação em Economia Circular, na categoria Iniciativa Privada, organizado pelo Projeto Maceió Mais Inclusiva.

“Não adianta deixar nada por escrito. No momento em que for comprovada a morte encefálica e o familiar não autorizar, os médicos não podem fazer nada. É preciso acatar a decisão”. Triste, com tanta gente precisando de órgãos para viver.

Ou o Ceará acaba com os bandidos ou os bandidos acabam com o Ceará. Que tipo de solução estão procurando por lá, não sei. Apenas que não se pode permitir que os bandidos deem as cartas. 

notÁveis

Mais uma vez fui honrado por Carlito Lima (foto) e pelo público votante para receber o Prêmio Notáveis da Cultura Alagoana e desta vez com a escolha do Bartpapo como o melhor programa de entrevistas da televisão. Obrigado a todos.

ABRAÇOS IMPRESSOS

alfredo breda 2

Os abraços impressos vão para Alfredo Breda, presidente do SINDUSCON e que vem comandando um belo trabalho de recuperação da construção civil no estado de Alagoas.

 

A próxima vítima

Geoberto Espírito Santo
Personal Energy da GES Consultoria, Engenharia e Serviços

(Artigo publicado em 18/11/1995, encontrado na página 289 do livro ESPÍRITO CIDADÃO)
“Quando o povo começa a raciocinar, é porque já está tudo perdido” VOLTAIRE

A imprensa alagoana tem trazido ultimamente uma série de matérias
envolvendo a Companhia Energética de Alagoas (CEAL). Coincidentemente, tais
fatos sempre ocorrem nas proximidades das negociações dos Acordos Coletivos de
Trabalho, além de pequenos comentários avulsos, sem definição de responsabilidade,
geralmente colocados com intenções subliminares. Para nós, educadores e analistas
dos caminhos da energia, as informações e fofocas têm sido de fundamental
importância para o trabalho universitário e para o processo de cidadania que somos
obrigados a participar. Na condição de sermos um pouco mais curiosos sobre o
assunto que a média da sociedade como um todo, o material da imprensa tem sido
farto para a análise dos vários ângulos da questão energética e seus enlaces entre o
físico e o antropológico, entre o social e o político, entre o técnico e o sistema de
poder que a permeia. Uma das maneiras de devolvermos à sociedade o investimento
que ela fez na nossa formação é a avaliação racional da questão para que os
consumidores, razão da existência das empresas, possam concluir sobre os custos e os
serviços que lhes são prestados.
A CEAL apresenta mensalmente uma despesa maior que a receita líquida de
R$ 8 milhões. Se a folha de pessoal é 53% da receita e a energia comprada à CHESF
representa 40%, não é possível administrá-la, sem déficit, com os R$ 560 mil
restantes. Se a CEAL vale hoje R$ 160 milhões e deve R$ 208 milhões, está com o
passivo à descoberto e, contabilmente, não pertence mais aos seus atuais acionistas.
Sendo a Eletrobrás, incluindo CHESF, credores de R$ 135 milhões, considerando a
nova política do Governo Federal de não mais transferir o custo da ineficiência para
as tarifas e a orientação da união em não aumentar a sua participação acionária nas
empresas, podemos citar algumas opções para a CEAL.
A primeira, com o Governo de Alagoas honrando o débito. Essa hipótese nos
parece muito difícil pela situação do Estado, sem recursos até para pagar salários em
dia. Além do mais já fez um encontro de contas da ordem de R$ 88 milhões,
abatendo seus débitos passados com valores do ICMS outrora retidos pela CEAL. A
segunda opção seria se a Eletrobrás e a CHESF assumissem as dividas como
participação acionária. Neste caso, se o Governo privatizar a CHESF, por tabela leva
também a CEAL. A terceira opção, via empréstimo bancário, é preciso que o
banqueiro deseje ser dono de uma concessionária de eletricidade porque os balancetes
contábeis não recomendam a operação depois de 8 anos de prejuízos contínuos.
A quarta alternativa seria não pagar à CHESF, o que acarretaria bloqueio de
contas, não pagamento dos salários, greve, interrupção do faturamento e intervenção.
A quinta hipótese é a intervenção pura e simples do Poder Concedente, sob
argumento da CEAL não ter conseguido o equilíbrio econômico-financeiro
necessário para a prestação de um serviço satisfatório. Intervém, saneia e privatiza. A

sexta alternativa é o Estado de Alagoas vender parte das ações para empresários, com
o Grupo Eletrobrás assumindo a maior participação acionária. A CEAL teria ainda
maioria estatal até que a holding do setor elétrico também venda suas ações para a
iniciativa privada. A sétima hipótese é a privatização direta pelo Governo de Alagoas,
vendendo suas ações. Ao que nos parece, a última alternativa é reduzir custos de
pessoal e despesas gerais, aumentar o faturamento e demonstrar capacidade de
pagamento da dívida em 23 anos, se os credores aceitarem esse tempo elástico.
Como uma empresa que detinha um monopólio, consumo compulsório,
comprava um produto a R$ 20 por MWh e vendia por R$ 66 chegou a esta situação é
a pergunta que fica para grandes debates que podem ser promovidos pela UFAL.
Enquanto isso, os verdadeiros responsáveis passeiam impunemente pelas ruas, são até
administrativamente promovidos e enaltecidos nos mais diversos fóruns e na mídia.

PS. Posta à venda, ninguém quis comprar a CEAL e assim foi federalizada em 1998,
passando a se chamar Eletrobras Distribuição Alagoas. Desde esse ano até hoje, a
Eletrobras aportou R$ 2,6 bi. Nos últimos cinco anos endividou-se R$ 210 mi/ano.
Em junho 2015 perdeu a concessão e voltou a ser chamada de CEAL, ficando como
uma prestadora de serviço até que fosse privatizada. Em 2017, registrou perdas totais
(técnicas+comerciais) de 23,31% e foi a penúltima no ranking da continuidade do
serviço, num total de 33 distribuidoras acompanhadas pela ANEEL. Vários embates
político-ideológico-jurídicos evitaram anteriormente a sua privatização e pela
legislação atual seria liquidada em 31 de dezembro de 2018. Foi finalmente
arrematada pela Equatorial Energia em 28 de dezembro de 2018, na B3, Bolsa de
Valores de São Paulo, por um valor simbólico de R$ 50 mil, nas seguintes condições:
Patrimônio Líquido Negativo = R$ 546 milhões (valor do aporte de capital feito)
Prejuízo acumulado nos últimos 5 anos = R$ 1,2 bilhões
Número de clientes = 1.117.108
Mercado = 3.307.138 MWh
Número de empregados = 1.200
Salário médio = R$ 9.308,00
Passivo de Longo Prazo = R$ 1,88 bilhão
Investimento a ser feito nos próximos 5 anos = R$ 837 milhões
Flexibilização tarifária (índice custos operacionais, perdas técnicas e empréstimos da
Reserva Global de Reversão) = 45,47%
Índice combinado da flexibilização tarifária e outorga = Zero, sem deságio
Reflexo final na redução tarifária = 4,7%

 

Ouvidor Geral 31-12-2018

faixa presidencial

NINGUÉM CONHECE O NOVO

E o novo ano vem realmente novo para nós brasileiros uma vez que estaremos vivendo um novo comando na nação e de alguém absolutamente calouro na missão. Por mais que seja uma pessoa com 28 anos de vida legislativa só o conheceremos no comando da nação quando estiver carregando a enorme carga de ser presidente de todos os brasileiros. Ele chega com grandes propostas e o primeiro desafio é exatamente o de precisar administrar cisões uma vez que veio de uma campanha e de uma eleição absolutamente acirradas. É esse acirramento que precisa ficar pra trás entre todos os brasileiros que precisam pensar no destino deste grande país e apoiar com críticas, com oposições honestas e produtivas o homem que será o presidente de todos nós. O nome de nossa aposta precisa ser Brasil. É nele, Brasil, que precisamos acreditar, confiar e amar. Não se pode apostar no fracasso de um presidente só porque não esteve entre os preferidos de alguns. Ou de muitos. Agora, a cara da campanha tem que ficar pra trás. A face do Brasil é a que vale. Fosse outro candidato o ganhador e estaríamos colocando aqui a mesma teoria. O Brasil vive um período profundamente difícil e necessita de garra, de decência e de honestidade nos homens que o governarão. O respeito à constituição, aos nossos símbolos pátrios mas, sobretudo, o respeito que devemos nutrir uns com os outros. Somos todos brasileiros, filhos da mesma nação e dela e por ela é que precisamos viver e apostar. O mais será pura especulação. Vamos acreditar no novo porque o velho já está acabando. Viva 2019!

DESTACÔMETRO

OTÁVIO LESSA 4.jpg

O destaque, sem dúvida, neste princípio de 2019 vai para o Conselheiro do Tribunal de Contas, Otávio Lessa que por mais uma vez foi eleito por unanimidade presidente daquela instituição  a que estará à frente nos próximos dois anos com boas e produtivas idéias.

PÍLULAS DO OUVIDOR

Nesta eleição para o Tribunal de Contas os demais cargos foram ocupados da seguinte maneira: Vice-presidente – Rosa Albuquerque, Corregedora – Maria Cleide, Ouvidor Geral – Rodrigo Cavalcante e Diretor da Escola de Contas – Anselmo Brito.

A posse protocolar no Tribunal de Contas acontece nesta segunda-feira, 10 horas da manhã apenas para assinatura dos livros já que o novo Corpo Diretivo deverá estar devidamente atuante a partir de terça, dia 1o de fevereiro.

O presidente Bolsonaro e governadores dos estados tomam posse neste dia 1 de janeiro dando início a um novo ciclo na política e na administração brasileira. Muito jogo de cintura e muita conversa devem fazer parte das novas ações.

Os que estão na reeleição como é o caso do governador Renan Filho precisam se preocupar em não deixarem valer o credo popular que afirma que segundo governo é sempre o pior. Não é e não precisa ser.

A propósito de Alagoas neste ítem muita gente está com as barbas de molho esperando para ver quem continua e quem sobra no secretariado do segundo governo alagoano. As composições foram feitas e o governador vai respeitar.

Enquanto isso, o prefeito Ruy Palmeira está rindo a toa com os 70 milhões do empréstimo que vão entrar nos cofres da Prefeitura de Maceió. Vamos esperar para ver como vai ser a aplicação desses recursos porque o sucessor vai pagar a dívida.

Se for para infra-estrutura e sobretudo para saneamento básico estaremos daqui batendo palmas. A propósito disso, já que o Reginaldo e o Salgadinho estão mortos é bom que o prefeito ouça os que têm solução alternativa.   

Mas o prefeito deu uma dentro e de primeira categoria ao nomear a brilhante profissional do jornalismo que é Eliane Aquino para o cargo de Secretária Municipal de Comunicação. Eliane sabe das coisas.

O fato é que o ano de 2019 será de grandes desafios, os quadros mudaram em vários pontos do país, o desconhecido será a tônica do ano em vários estados e no governo federal e o Brasil torce para ser beneficiado com boas administrações.

SARA FORTES E ROCHA

Essa jovem menina de 16 anos, Sara Fortes (foto) é uma campeã com quase duzentas medalhas na arte do hipismo. Domina o esporte em São Paulo. Ao lado dela seu tio Rocha, um ás na vaquejada da qual Sara também já participa.

ABRAÇOS IMPRESSOS

OSMAN E GERALDO BENSON

Os abraços impressos vão para dois grandes artistas: Osman, que andava afastado dos palcos e agora está de volta e o grande violonista, Geraldo Benson. Vale a pena vê-los e ouvi-los.

  

Ouvidor Geral 31-12-2018

faixa presidencial

NINGUÉM CONHECE O NOVO

E o novo ano vem realmente novo para nós brasileiros uma vez que estaremos vivendo um novo comando na nação e de alguém absolutamente calouro na missão. Por mais que seja uma pessoa com 28 anos de vida legislativa só o conheceremos no comando da nação quando estiver carregando a enorme carga de ser presidente de todos os brasileiros. Ele chega com grandes propostas e o primeiro desafio é exatamente o de precisar administrar cisões uma vez que veio de uma campanha e de uma eleição absolutamente acirradas. É esse acirramento que precisa ficar pra trás entre todos os brasileiros que precisam pensar no destino deste grande país e apoiar com críticas, com oposições honestas e produtivas o homem que será o presidente de todos nós. O nome de nossa aposta precisa ser Brasil. É nele, Brasil, que precisamos acreditar, confiar e amar. Não se pode apostar no fracasso de um presidente só porque não esteve entre os preferidos de alguns. Ou de muitos. Agora, a cara da campanha tem que ficar pra trás. A face do Brasil é a que vale. Fosse outro candidato o ganhador e estaríamos colocando aqui a mesma teoria. O Brasil vive um período profundamente difícil e necessita de garra, de decência e de honestidade nos homens que o governarão. O respeito à constituição, aos nossos símbolos pátrios mas, sobretudo, o respeito que devemos nutrir uns com os outros. Somos todos brasileiros, filhos da mesma nação e dela e por ela é que precisamos viver e apostar. O mais será pura especulação. Vamos acreditar no novo porque o velho já está acabando. Viva 2019!

DESTACÔMETRO

O destaque, sem dúvida, neste princípio de 2019 vai para o Conselheiro do Tribunal de Contas, Otávio Lessa que por mais uma vez foi eleito por unanimidade presidente daquela instituição  a que estará à frente nos próximos dois anos com boas e produtivas idéias.

PÍLULAS DO OUVIDOR

Nesta eleição para o Tribunal de Contas os demais cargos foram ocupados da seguinte maneira: Vice-presidente – Rosa Albuquerque, Corregedora – Maria Cleide, Ouvidor Geral – Rodrigo Cavalcante e Diretor da Escola de Contas – Anselmo Brito.

A posse protocolar no Tribunal de Contas acontece nesta segunda-feira, 10 horas da manhã apenas para assinatura dos livros já que o novo Corpo Diretivo deverá estar devidamente atuante a partir de terça, dia 1o de fevereiro.

O presidente Bolsonaro e governadores dos estados tomam posse neste dia 1 de janeiro dando início a um novo ciclo na política e na administração brasileira. Muito jogo de cintura e muita conversa devem fazer parte das novas ações.

Os que estão na reeleição como é o caso do governador Renan Filho precisam se preocupar em não deixarem valer o credo popular que afirma que segundo governo é sempre o pior. Não é e não precisa ser.

A propósito de Alagoas neste ítem muita gente está com as barbas de molho esperando para ver quem continua e quem sobra no secretariado do segundo governo alagoano. As composições foram feitas e o governador vai respeitar.

Enquanto isso, o prefeito Ruy Palmeira está rindo a toa com os 70 milhões do empréstimo que vão entrar nos cofres da Prefeitura de Maceió. Vamos esperar para ver como vai ser a aplicação desses recursos porque o sucessor vai pagar a dívida.

Se for para infra-estrutura e sobretudo para saneamento básico estaremos daqui batendo palmas. A propósito disso, já que o Reginaldo e o Salgadinho estão mortos é bom que o prefeito ouça os que têm solução alternativa.   

Mas o prefeito deu uma dentro e de primeira categoria ao nomear a brilhante profissional do jornalismo que é Eliane Aquino para o cargo de Secretária Municipal de Comunicação. Eliane sabe das coisas.

O fato é que o ano de 2019 será de grandes desafios, os quadros mudaram em vários pontos do país, o desconhecido será a tônica do ano em vários estados e no governo federal e o Brasil torce para ser beneficiado com boas administrações.

SARA FORTES E ROCHA

Essa jovem menina de 16 anos, Sara Fortes (foto) é uma campeã com quase duzentas medalhas na arte do hipismo. Domina o esporte em São Paulo. Ao lado dela seu tio Rocha, um ás na vaquejada da qual Sara também já participa.

ABRAÇOS IMPRESSOS

OSMAN E GERALDO BENSON

Os abraços impressos vão para dois grandes artistas: Osman, que andava afastado dos palcos e agora está de volta e o grande violonista, Geraldo Benson. Vale a pena vê-los e ouvi-los.

  

…que a própria razão desconhece.

CACÁ 3

Parafraseando a famosa “O coração tem razões que a própria razão desconhece” ficamos de queixo caído ao sabermos que o grande administrador Carlos Antônio Gouveia – o Cacá – havia sido demitido da presidência do Detran-Al. É óbvio que a razão desconhece as razões que levaram o governador a demitir um servidor de alto nível que conseguiu nos últimos quatro anos mudar inteiramente a cara, o corpo e alma daquela repartição que sempre fora alvo das maiores críticas, de muitas e muitas irregularidades e que encontrou, primeiramente no desembargador Sapucaia e depois em Cacá a disposição de fazer valer personalidades de respeito, de competência e, sobretudo, decência. Num dos últimos atos que vivenciei com Cacá foi durante a confusão das “cinquentinha” e me chegou uma denúncia de que uma atendente estava recebendo mal os interessados no assunto. Falei com ele à noite e no dia seguinte ele tomava a providência de transferir os “cinquentinhas” para o salão nobre do Detran com direito à ar condicionado, água e cafezinho. Cacá é assim. Não deixa para amanhã o que pode fazer hoje. É rápido, inteligente no raciocínio e não se deixa levar por propostas que não se coadunem com a retidão do seu caráter. Não foi a toa que ele foi guindado a vice-presidente da Associação dos Detrans e que tão bem se houve no Conselho Estadual de Segurança. Mas, que venha outro com o mesmo caráter. O governador Renan filho deve ter seus motivos, quem sabe até uma nova missão para o nosso Cacá. Fica o registro para que não se deixe escapar na poeira dos palácios a memória viva de quem merece ser memorado. E feliz Natal, amigo!