Ouvidor Geral 16-09-2019

O “IMBROGLIO” ESTÁ FORMADO

Não existe uma centralização planejada de comunicação no governo federal de hoje. As coisas acontecem e as notícias se espalham sem que haja um planejamento até porque o próprio presidente, centralizador e rebelde, consciente ou inconscientemente, insufla as informações erradas já que ele próprio usa o twitter e as próprias entrevistas diretas com os repórteres sem uma avaliação profissional do que diz ou do que vai dizer. O resultado disto é a incoerência quando diz que vai fazer determinada coisa e mais tarde é obrigado a voltar atrás auto desdizendo. O erro é básico. Ninguém disse ao presidente que comunicação de governo é científica, tem que ser preparada e por mais que ele queira a informalidade, em momentos mais cruciantes ela não pode acontecer. Até porque faz com que os próprios ministros e auxiliares diretos percam a noção do que é para fazer, do que o chefe vai dizer e do que podem eles próprios dizerem sem gerarem tumultos e crises inadministráveis. Aí está como exemplo disto a demissão do Secretário da Receita Federal que teve como motivo ele ter falado em volta da CPMF. Mas quem disse a ele que não podia falar, que não podia opinar, que teria que ser um ‘pau mandado” em órgão tão importante da gestão nacional? Por tudo isto e mais muita coisa, a comunicação está perdida, sem rumo, sem saber o que fazer e a quem obedecer. Um verdadeiro “imbróglio” realmente está formado. Desfazer vai ser uma guerra interna sem precedentes.

DESTACÔMETRO

PLÍNIO LINS

O destaque vai para um eminente jornalista a quem admiro profundamente pela sua trajetória, por sua carreira brilhante e pela sinceridade dos seus propósitos: Plínio Lins.

PÍLULAS DO OUVIDOR

Amanhã, terça, 17 de setembro, tenho o prazer de agradecer a Deus por mais um ano de vida. São 81 bem vividos e ainda com muita garra e vontade de contribuir para o desenvolvimento e o bom relacionamento dos que me cercam. Obrigado.

Será que é bom administrar uma instituição pública com a eterna certeza da incerteza? Do se fica ou se sai de repente, da noite pro dia? Como alguém pode planejar os destinos de uma instituição com uma guilhotina na cabeça?

O governo Bolsonaro ou estilo Bolsonaro, sei lá, é exatamente assim. Quem trabalha com ele tem que saber que entra e sai do cargo por nada ou por tudo. Agora foi a vez do Secretário da Receita Federal. Quem será o próximo?

Vamos esperar para ver se com o nome de CPMF ou com o de ITF ou qualquer outro se vem o famoso imposto que derrubou o secretário, que já deu o que falar no passado e que ameaça a vida do povo brasileiro mais uma vez.

Porque assim tem sido neste governo. Um vai e volta constante nas decisões – ou serão indecisões? – deixando o leigo sem entender nada e os estudiosos tendo que estudar de novo as táticas e práticas de uma presidência. Ah…da república!

Se assim é no poder maior imaginem como ficam os governadores que, queiram ou não, na maioria das vezes precisam ser orientados pelas políticas federais e com elas completarem seus planejamentos estruturais. E aí?

Enquanto isso, os corredores estão cheios, os bastidores mais ainda e já se fala muito nas eleições do próximo ano que serão muito importantes porque pelos seus resultados passarão as de 2022 com presidente e governadores. Vamos esperar!

Hoje, emancipação política do Estado de Alagoas. Data em que se comemora a deixada de lado do Estado de Pernambuco desde 1817 quando Alagoas já se constituíra em capitania criada por Alvará naquela data.

Mas faço uma pergunta aos meus leitores: A não ser pelo esperado feriado que ocorre todo ano no dia de hoje, quantos alagoanos conhecem a história e sabem da luta para que fosse conseguida a emancipação política? Quantos?

JOÃO MARCELO 2

João Marcelo (foto) mais conhecido profissionalmente como Marcelo Câmara, “designer gráfico” de primeira linha, meu produtor na TVe meu caçula, hoje, 16 de setembro completando seus 28 anos com muito orgulho para o pai e a mãe.     

ABRAÇOS IMPRESSOS

LARISSA GLEISS E LUCAS

E os meus abraços impressos vão para esta cantora jovem e de excelente voz, Larissa Gleiss que esteve no Bartpapo, agora na Band, deixando por lá o deleite de sua voz tranquila e gostosa. Muito bem acompanhada pelo Lucas no violão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s